Nosso grupo do WhatsApp WhatsApp
Sexta, 07 de Maio de 2021 20:01
44 99157-4575
Estadual Rubens Recalcatti

Morre o deputado estadual Rubens Recalcatti

Morre o deputado estadual Rubens Recalcatti

09/04/2021 21h37 Atualizada há 4 semanas
Por: Redação
Morre o deputado estadual Rubens Recalcatti

O deputado estadual Rubens Recalcatti (PSD), mais conhecido como Delegado Recalcatti, morreu na noite desta sexta-feira (9), aos 72 anos. Segundo informações preliminares, ele foi vítima de um um infarto fulminante.

Nascido em Videira (SC), em 23 de outubro de 1948, Recalcatti veio para o Paraná ainda Ele se formou em Estudos Sociais pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) e em Direito pela UniCuritiba. Desde 1994, era delegado concursado.

Nas eleições de 2014, foi eleito primeiro suplente do PSD. Com a eleição do deputado Chico Brasileiro para a prefeitura de Foz do Iguaçu, em 2017, Recalcatti foi empossado  deputado na Assembleia Legislativa. Foi reeleito em 2018.

Ainda nesta sexta, por volta das 16 horas, Recalcatti fez uma postagem lamentando a morte do Policial Civil Valmir do Carmo Silva, lotado na delegacia de Piraquara, que foi vítima da Covid-19. “Um vírus invisível a olho nu causando um estrago mundial. Minhas condolências aos amigos e familiares nesse momento de muita tristeza. Que Deus conforte a todos”, escreveu ele.

Rubens Recalcatti, ou Delegado Recalcatti, de 70 anos, tomou posse como deputado estadual do Paraná em 2 de maio de 2017. Eleito suplente em outubro de 2014, com 40.358 votos, ficou em quarto lugar na chapa do Partido Social Democrático (PSD), tendo ocupado a vaga deixada pelo atual prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, também do PSD. Foi reeleito deputado estadual pelo PSD, em 07 de outubro de 2018, com 35.348 votos.

Delegado de carreira, concursado em 1994, Recalcatti atuou durante 23 anos em diversos municípios do Paraná, como União da Vitória e Araucária, e em várias Delegacias de Curitiba. Entre elas, as de Furtos e Roubos e de Homicídios. Conduziu diversas investigações de grande repercussão na sociedade paranaense, destacando-se como policial de linha de frente e muito ativo nas lides do ofício.

Ingressou na Polícia Civil em 1979, como agente investigador, carreira em que atuou durante 16 anos. Formado em Estudos Sociais pela PUC e em Direito pela UniCuritiba. É coautor do livro “Sequestro - Modus Operandi e Estudos de Casos” (Editora Nova Letra/2004), que assinou com  a advogada e escritora Noely Manfredini, falecida em 2012. Concorreu pela primeira vez a deputado estadual em 2010, pelo PV. Está filiado ao PSD desde 2011. Foi reeleito deputado estadual nas eleições de 7 de outubro de 2018, com 35.248 votos.

Rubens Recalcatti nasceu em 23 de outubro de 1948, em Videira (Ibiam), em Santa Catarina. Filho de família numerosa, de oito irmãos de sangue e quatro adotados, mudou-se ainda criança com os pais, Jacob e Maria, para Francisco Beltrão, no sudoeste do Paraná. Em plena época de colonização da região, seu pai atuou como delegado na cidade e participou da Revolução dos Colonos, de 1957. Seguindo o exemplo dele, Recalcatti prestou concurso para a Polícia Civil em 1979. Casou-se com Leonice em 1976, em Curitiba, com quem teve dois filhos, Filipe (cursando Direito) e Heloisa (formada em Psicologia). A família reside em Curitiba há 42 anos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias