Nosso grupo do WhatsApp WhatsApp
Quarta, 23 de Junho de 2021 06:07
44 99157-4575
Mulher Higiene Menstrual

Assembleia Legislativa entrega mais de 30 mil absorventes descartáveis para doação

Campanha da Procuradoria da Mulher do Legislativo foi uma das ações de conscientização sobre a pobreza menstrual.

31/05/2021 19h52
Por: Redação
Assembleia Legislativa entrega mais de 30 mil absorventes descartáveis para doação

A procuradora da Mulher da Assembleia Legislativa do Paraná, deputada Cristina Silvestri (CDN) entregou nesta segunda-feira (31) ao Coletivo Igualdade Menstrual mais de 30 mil unidades de absorventes femininos arrecadados durante a Campanha Dignidade Feminina. A iniciativa da Procuradoria contou com o apoio das deputadas, dos deputados e suas esposas e de servidores do Legislativo.

“Para mim foi muito gratificante ver a participação da Casa nessa Campanha Dignidade Feminina. Estou muito feliz em ver o envolvimento de todas as deputadas, deputados, das esposas dos deputados e dos funcionários da Casa. Também quero agradecer a Fabiana Campos que nos ajudou nessa coordenação e a parceria com o Coletivo”, afirmou Cristina. Parte das doações será encaminhada para duas associações de comunidade carentes que prestam assistência há pelo menos 500 mulheres todos os meses. “Toda vez que a gente recebe uma doação a gente fica muito grato porque ajuda muitas mulheres. Quando a gente fala de pobreza menstrual a gente não tem dimensão de quantas mulheres não tem condições financeiras de adquirir um absorvente. E não é só o absorvente em si, mas também acesso a agua e saneamento básico. A gente faz atendimento a mulheres que não tem o mínimo para ter a dignidade feminina. Então quando a gente consegue distribuir, pelo menos, o absorvente descartável a gente sabe que está contribuindo para ela ter pelo menos o mínimo de dignidade todo mês”, destaca Andressa do Carmo, coordenador do Coletivo Igualdade Menstrual.

Além de marcar o Dia Internacional da Higiene Menstrual e o Dia Internacional da Dignidade Menstrual, comemorados no último dia 28 de maio, a campanha teve como objetivo despertar a atenção da sociedade para o tema da pobreza menstrual. “Uma pesquisa aponta que em média 10% das jovens em idade escolar faltam às aulas por causa da menstruação. Então essa é uma campanha para chamar a atenção”, lembra a deputada que é uma das autoras do projeto de lei 944/2019, que prevê a distribuição de absorventes íntimos em escolas da rede estadual e nas unidades básicas de saúde do Estado. A iniciativa garante, segundo a justificativa, dignidade às adolescentes nas escolas públicas e mulheres que procuram atendimento de saúde, uma vez que é destinado às cidadãs em vulnerabilidade social e econômica. O texto foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia (CCJ) e aguarda parecer das demais Comissões temáticas.

Além da deputada Cristina Silvestri, também assinam o projeto os deputados Boca Aberta Junior (PROS), Goura (PDT), Mabel Canto (PSC), Cantora Mara Lima (PSC), Luciana Rafagnin (PT), Michele Caputo (PSDB) e Luiz Claudio Romanelli (PSB).

“Toda vez que um projeto de lei com essa pauta foi apresentado, não só aqui no Paraná, o projeto foi visto com desdém. Geralmente os homens, ou mesmo as mulheres, rindo do assunto dizendo que era algo que a gente não deveria se preocupar. Então a partir do momento em que você faz uma campanha como essa dentro do Legislativo, você está fazendo as pessoas ficarem mais conscientes sobre o problema da pobreza menstrual. A partir do momento que a gente começa a falar sobre isso, a gente começa a desmistificar o assunto também”, disse Andressa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias