Esportes

Vice mundial de natação é absolvido de doping e disputa vaga em Tóquio

Publicados

em

Um dos principais velocistas da natação brasileira, Gabriel Santos poderá disputar vaga na Olimpíada de Tóquio, no Japão. Nesta sexta (14), a Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) absolveu o atleta do Esporte Clube Pinheiros de uma punição por doping recebida em julho do ano passado. Com isso, ele está liberado para participar da seletiva olímpica, realizada entre 20 e 25 de abril no Parque Aquático Maria Lenk (Rio de Janeiro).

Gabriel foi flagrado em um exame antidoping realizado em São Paulo há nove meses, fora de competição, a pedido da Federação Internacional de Natação (Fina, na sigla em inglês). O exame detectou presença de Clostebol, agente anabólico proibido pela Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês), mesma substância que, em 2003, ocasionou o doping de Maurren Maggi, saltadora campeã olímpica cinco anos depois em Pequim, na China.

 Gabriel Santos. Trofeu Maria Lenk. Parque Aquatico Maria Lenk. 04 de Maio de 2017, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA Gabriel Santos. Trofeu Maria Lenk. Parque Aquatico Maria Lenk. 04 de Maio de 2017, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA
Gabriel Santos participará de seletiva olímpica no Parque Aquático Maria Lenk – Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Leia Também:  Primeiro grupo de atletismo da Missão Europa retorna ao Brasil

A Fina, à ocasião, puniu o nadador com suspensão por um ano. Com isso, Gabriel perdeu não só o Mundial de Esportes Aquáticos de Gwangju (China), como também os Jogos Pan-Americanos de Lima (Peru), ambos no ano passado. O CAS, porém, entendeu que o brasileiro não teve culpa ou negligência pela contaminação. A justificativa do paulista foi que teria usado uma toalha ou peça de roupa de seu irmão, cujo creme pós-barba continha Clostebol.

Aos 23 anos, Gabriel tentará vaga na segunda Olimpíada da carreira, ele competiu no Rio de Janeiro, em 2016. Após os Jogos, ele foi medalhista de prata no Mundial de Budapeste (Hungria) em 2017 e de ouro no Pan-Pacífico de Tóquio, sempre no revezamento 4×100 metros estilo livre. Sem o nadador, o quarteto brasileiro ficou em sexto lugar no Mundial de 2019.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Copa do Brasil: América-MG vence Ponte Preta e avança

Publicados

em

Por


.

Após empate em 2 a 2 no jogo de ida, o América-MG derrotou a Ponte Preta, nesta terça (22) por 3 a 1 no Independência, e garantiu vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. O Coelho foi superior durante todo o primeiro tempo e apenas administrou o resultado na segunda etapa.

América sufoca Ponte Preta na etapa inicial

O América-MG precisou de apenas 30 segundos para levar perigo ao gol da Ponte Preta. Rodolfo recebeu lançamento pela direita e tentou o cruzamento, Ivan espalmou para o meio da área. A bola sobrou para Alê, que, sozinho, isolou. Aos dois minutos, o Coelho teve nova chance de abrir o placar. A Ponte Preta saiu jogando errado, o América recuperou e o cruzamento da direita encontrou Léo Passos, que finalizou para fora.

Aos 23 minutos, Felipe Azevedo recebeu na entrada da grande área e arriscou de perna direita. A bola explodiu na trave do goleiro Ivan. A pressão deu resultado e o Coelho abriu o placar aos 31 minutos. Juninho cruzou na cabeça de Felipe Azevedo, que concluiu sem chances para Ivan. O América continuou sufocando a Ponte Preta e ampliou aos 35 minutos. Depois de bela troca de passes, Alê apareceu sozinho para chutar rasteiro e fazer o segundo.

Ouça na Rádio Nacional

Leia Também:  Pandemia adia Corrida de São Silvestre para maio do ano que vem

Com 2 a 0 no placar, o Coelho voltou para o segundo tempo esperando a Ponte Preta, mas a Macaca não ameaçava. Aos 17 minutos, o América-MG decretou a classificação. Bruno Reis derrubou Diego Ferreira dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Rodolfo cobrou com precisão e marcou o terceiro.

A Ponte Preta teve duas oportunidades de diminuir o placar. Aos 30 minutos, Matheus Peixoto tentou de cabeça, por cima do gol. Dois minutos depois, Bruno Rodrigues chutou colocado, mas Cavichioli espalmou. A Macaca conseguiu descontar apenas aos 47 minutos, com um belo gol de Apodi. No fim, vitória do Coelho por 3 a 1 e vaga garantida na próxima fase da Copa do Brasil.

Veja tabela atualizada da Copa do Brasil.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo