Pet

Seu cachorro te faz de trouxa? 7 situações comprovam que sim

Publicados

em


source

Você é daquele tipo de dono que faz de tudo para o cachorro, como se ele fosse gente? E não importa o que seja: vai desde dar comida na boca até desistir de dar uma bronca por causa da carinha de coitado que ele fez. Cuidado, você pode estar sendo adestrado pelo pet, o que não é benéfico para nenhum lado. 


O adestrador André Almeida, do Adestramento Comportamental, lista 8  situações em que os donos fazem “papel de trouxa” e explica porque elas acontecem. 

1. O cão pede comida toda hora e você acha que ele está com fome

via GIPHY


Apesar da carinha de pidão super fofa, provavelmente o seu cão não está com fome, ele só quer ganhar atenção. André explica que “os cães são estimulados pelo o que acontece depois da ação deles”. Isso quer dizer que ele só fica no pé chamando sua atenção porque quando ele faz isso ele ganha atenção. Se você ignorá-lo, a chance de ele te pedir diminui.

Tudo não passa de um condicionamento, que se reforçado, pode influenciar negativamente na dieta do animal. O cão pode acabar se recusando a comer a ração e só aceitar outros tipos de comida. 

2. Pega as suas coisas (chinelo, meia) sem permissão e você acha fofo

via GIPHY


O comportamento não é fofo. É apenas mais uma forma que seu cão encontrou para chamar a sua atenção – e você sempre cai nessa! “Assim, ele consegue carinho ou uma bronca. Dependendo da situação que ele estava, até uma bronca é melhor do que não receber nada”, explica André. 

Leia Também:  Confira impressionante antes e depois de Finn, cão maltratado por 2 anos

3. Você se derrete com a cara de coitado que o cão faz quando apronta

via GIPHY


Mais uma vez, seu cachorro fez o que quiz com você. “O dono briga com o cão, ele faz aquela cara de ‘desculpa’. O que vem depois é um carinho. Ele vai entender que o que ele fez foi bom”, afirma o adestrador. Prepare-se para outra bagunça em breve. 

4. Finge que não escuta quando o dono chama

via GIPHY


Ninguém gosta de ser ignorado, mas se for pelo cachorro está tudo bem? Quem manda em quem? 

André explica que essa situação “normalmente isso acontece porque você não tem algo que interessa ao cão”. “Se você fala ‘tó’ ele vem correndo porque entende que vai ganhar algo. Mas se você emenda o nome dele com um tom bravo, ele entende que é algo ruim e vai te ignorar.”

5. O cão faz tudo sozinho… quando quer 

via GIPHY


Subir as escadas, na cama, no sofá, jogar a bolinha. O seu cachorro consegue fazer tudo isso, mas quando você está por perto desaprende, é você que tem de fazer tudo por ele. “Seu cão está te treinando”, alerta o adestrador. 

Leia Também:  Gatinho conforta seu irmão durante uma tempestade; veja

Isso só acontece porque tudo que ele ganha com o comportamento é mais gratificante do que ele fazer sozinho. “O cão chega do lado da cama e chama a sua atenção até você pegá-lo, dar um beijo, um abraço.” Ele poderia subir sozinho e ganhar tudo isso, mas te usa.  

6. Se recusa a comer e você dá a comida na boca dele

via GIPHY



Essa é outra coisa que o seu cão poderia fazer perfeitamente sozinho, mas, por algum motivo, você acaba achando que não. É tudo uma bola de neve: o animal não tem horário para comer ou come muito, aí quando você quer que ele coma, ele não está com fome. E a culpa disso é toda sua.

“Quando o cão tem alimentação no horário correto, passeio, disciplina, isso gera um pet menos chantagista”, explica André. 

7. Faz várias coisas erradas até você decidir levá-lo para passear e, quem sabe, acalmá-lo

via GIPHY

Mesmo que você não esteja com disposição para passear com o cachorro, ele consegue tudo que quer – isso já ficou claro nas situações anteriores. 

“O cão vai mudando o comportamento até ganhar que deseja.  Ele late e não adianta, aí ele morde o pé da cadeira e você vai buscar a coleira. Pronto, objetivo alcançado.”

Como evitar ser feito de trouxa pelo pet? André explica no vídeo abaixo. 


Fonte: IG PET

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Pet

Cachorrinha vira-lata surpreende ao dar à luz 16 filhotes

Publicados

em

Por


source

Em Indiana, interior de São Paulo, uma cachorrinha sem raça definida, a famosa vira-lata, deixou a veterinária Bruna Katrine Scaione chocada.

vira-lata
REPRODUÇÃO/G1

Vira-lata dá à luz a 16 filhotinhos, em Indiana, interior de São Paulo


Segundo ela conta ao jornal G1, a cachorrinha chegou a clínica veterinária na última quarta-feira, 12, prestes a dar à luz. A profissional realizou uma cesariana e ajudou com o nascimento de 16 filhotinhos.


“A veterinária Luiza Moreno disse que tinham vários filhotes, que nem dava para contar direito. Mas imaginamos que seriam uns dez”, conta Bruna ao G1.

A veterinária chegou até ficar chocada com o tamanho da barriga da vira-lata. “Parecia a barriga de uma mulher grávida de uns oito, nove meses, de tão grande”, acrescenta.

O procedimento levou em torno de duas horas e a veterinária disse que foi a cirurgia mais cansativa de sua carreira de 10 anos.

Leia Também:  Americano faz grupo para devolver sapatos que o seu gato roubou

“Foi um parto bem atípico. Nunca fiquei sabendo na região do nascimento de 16 filhotes”.

Nasceram oito machos e oito fêmeas, todos saudáveis, pesando em torno de 250 gramas cada. “Pela quantidade, a cachorra não teria parido sozinha. Ela poderia não ter contração porque a barriga estava muito pesada”, afirmou a veterinária.

Bruna também explicou que não tem um motivo aparente para uma fêmea ter parido tantos filhotes, mas pode ser algo relacionado à genética. “Não sei muito sobre o histórico da cachorra. Pode ser algo genético, a mãe dela pode ter sido uma boa parideira também”, salientou.

A cachorrinha e seus filhotes já receberam alta e estão em casa.

Fonte: IG PET

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo