Entretenimento

Setor de eventos busca interlocução com estado para retomar atividades

Publicados

em

O setor de eventos está parado há mais de 100 dias e sem perspectiva de retomar as suas atividades no Paraná devido à pandemia da Covid-19. Ao contrário de outras atividades, como restaurantes e shoppings, as empresas que atuam no ramo necessitam de mais tempo para voltar a operar. “Pedimos ao governo do estado uma orientação de quando se pode abrir e que fizesse um protocolo do nosso setor com uma data futura para termos uma luz no fim do túnel para os clientes. Ninguém planeja eventos em menos de dois ou três meses”, explica o presidente do Núcleo do Setor de Eventos da Associação de Bares e Restaurantes do Paraná (Abrasel – PR), Júlio César Hezel.

O Núcleo, criado recentemente na entidade, visa, justamente, fazer a interlocução do segmento com os poderes executivo e legislativo. “Nós já começamos a conversar com o governo estadual e com a Assembleia Legislativa. Já passamos um protocolo para ser discutido com o poder público para que o governo nos posicione. Esse protocolo foi baseado em serviços similares, como o de restaurantes e de shoppings, que estão em funcionamento ou conseguiram atuar de outras formas”, explica Hezel.

Em 2019, de acordo com a Associação Brasileira de Eventos Sociais (ABRAFESTA), os eventos corporativos faturaram R$ 220 bilhões e os sociais, R$ 15 bilhões em todo o Brasil. Estima-se que o Paraná responda por aproximadamente 7% dos eventos sociais do país (perto de R$ 1 bilhão de faturamento), e 4,5% dos eventos corporativos (próximo a R$ 10 bilhões). No total, conforme a Associação Brasileira de Empresas e Eventos (Abeoc), o setor empregava aproximadamente 1,9 milhão de pessoas até o início da pandemia. As estimativas do setor são de que, para uma festa com 100 convidados, aproximadamente o mesmo número de pessoas vai se envolver em todo o processo, considerando desde a organização até o encerramento do evento.

Leia Também:  Record usa foto de youtuber em reportagem sobre estupro: "Fake news"

52 tipos de profissionais envolvidos

De acordo com Hezel, tanto os eventos corporativos quanto os sociais movimentam uma gama de profissionais liberais, que, no momento, estão sofrendo com a inatividade em decorrência da pandemia. As estimativas são de que ao menos 52 tipos de profissionais se envolvem nesse tipo de atividade, dos produtores aos decoradores, da locação de mobiliário ao fotógrafo, passando pelos seguranças, garçons, manobristas e músicos. “O que fazemos com eles? Precisaremos segurar por pelo menos mais 60 dias para voltar a trabalhar”, conta.

Muitas das empresas do segmento adotaram o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, que permitia suspender contratos por 60 dias em caso de suspensão e 90 dias para jornadas reduzidas. “Mas nós não temos a menor ideia de quando vamos voltar. Em Curitiba, os eventos contratados entraram em pânico pelo abre-e-fecha recente promovido pela prefeitura e temos datas de novembro e dezembro sendo canceladas. Se o poder público der a autorização para trabalhar em 1º de agosto, vamos começar a atuar, de fato, em janeiro. O poder público em Curitiba não sabe se daqui a 30 dias estaremos em lockdown, em bandeira amarela ou verde”, reclama.

Leia Também:  Gabi Lopes fala sobre vida pessoal e sobre projetos em plena quarentena

Antes da Covid-19, as projeções para 2020 eram positivas, de acordo com a Abeoc. Em faturamento, o crescimento projetado seria de 6,5%, com o aumento de 4,4% no total de pessoas empregadas. Para sobreviver ao momento difícil, Hezel diz que há necessidade de linhas de crédito diretas para o setor a fundo perdido. “Não adianta trabalhar com carência, porque os eventos estão sendo cancelados ou transferidos. Não vai ter faturamento dobrado em 2021”, diz. “Caso contrário, pode ser a falência de 80% do setor”, completa Júlio César Hezel.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Entretenimento

Paulo Gustavo comemora primeiro aniversário do filho Romeu

Publicados

em

Por


source
Paulo Gustavo e Romeu
Reprodução/Instagram

Paulo Gustavo e Romeu


Paulo Gustavo usou as redes sociais nesta segunda-feira (3) para dar os parabéns pelo um ano de vida ao filho mais velho, Romeu. O humorista  lembrou o nascimento do menino, que veio ao mundo, via barriga de aluguel, com 35 semanas, nos Estados Unidos. O bebê nasceu com complicações respiratórias e precisou passar dias em uma UTI neonatal enquanto ele e o marido, o médico Thales Bretas, ainda estavam no Brasil.

“Há exatamente 1 ano, eu ganhei o maior presente da minha vida: Romeu! Não dá pra acreditar que 1 ano passou tão rápido assim! Quando ele nasceu e teve pneumotórax, eu vivi 11 dias de terror. Nasceu já na luta, não desistiu e nos mostrou desde os primeiros dias a sua força”, conta.

O ator, que também é pai de Gael, revelou que a paternidade mudou completamente a sua vida. “A minha vida mudou, foi uma reviravolta… E hoje eu tenho ele aqui, meu filho, meu parceiro, meu amor! Eu durmo e acordo todos os dias com o cheirinho dele! Filho, eu vou seguir a vida inteira do seu lado e você vai contar comigo até o último dia da minha vida! O aniversário é dele, mas quem agradece sou eu! 1 aninho, meu Deus!”, completa.

Leia Também:  Record usa foto de youtuber em reportagem sobre pedofilia: "Fake news"

Ver essa foto no Instagram

Ha exato 1 ano, eu ganhei o maior presente da minha vida: Romeu! Não dá pra acreditar que 1 ano passou tão rápido assim! Quando ele nasceu e teve pneumotórax, eu vivi 11 dias de terror. Nasceu já na luta, não desistiu e nos mostrou desde os primeiros dias a sua força. O barulho do útero foi substituído, após o nascimento, por barulhos associados a dor. Hospital, UTI, aquelas coisas que a gente demora pra recuperar depois. Mas eu e thales demos tanto, mas tanto amor pra ele, que tudo passou, essa página virou, a história andou e hoje ele é o menino mais fofo, mais alegre, mais feliz do mundo e o principal: cheio de saúde ! Minha vida mudou, foi uma reviravolta…e hoje eu tenho ele aqui, meu filho, meu parceiro, meu amor! Eu durmo e acordo todos os dias com o cheirinho dele! Filho, eu vou seguir a vida inteira do seu lado e você vai contar comigo até o último dia da minha vida! O aniversário é dele, mas quem agradece sou eu! 1 aninho, meu Deus! Eu to andando pela casa com o olho vermelho cheio de lágrimas e emoção!! E daqui a 13 dias, eu volto aqui pra contar pra vocês do meu outro amor, do outro presente que a vida me deu, Gael! Viva Romeu ! Viva o amor!

Uma publicação compartilhada por paulogustavo31 (@paulogustavo31) em 3 de Ago, 2020 às 9:12 PDT


Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo