Agro Notícia

Servidores do Mapa e da Conab serão vacinados contra gripe

Publicados

em


.

A partir do dia 25 de maio, será iniciada a campanha de vacinação contra gripe para servidores do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A ação é uma iniciativa do Mapa, da Conab e da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e visa imunizar grupo de trabalhadores que atua nas atividades relacionadas ao abastecimento de alimentos no país e, com isso, reduzir os riscos de internações e uma interrupção dessas atividades durante a pandemia do novo coronavírus. 

Serão disponibilizadas doses da vacina trivalente, doadas pela ABPA. Composta por vírus inativado, protege contra os três vírus que mais circularam no Hemisfério Sul em 2019: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2). A vacina não tem eficácia contra o coronavírus, porém, neste momento, irá auxiliar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico da gripe, já que os sintomas são parecidos, para chegar mais rapidamente ao diagnóstico de coronavírus. E, ainda, ajuda a reduzir a procura pelos serviços de saúde, de acordo com o Ministério da Saúde. 

Leia Também:  BOI/CEPEA: Média mensal da arroba é a terceira maior da série

Na primeira etapa, serão vacinados funcionários do Mapa e da Conab na matriz e nas superintendências regionais da companhia nos estados. De 25 a 29 de maio, a campanha será realizada nas regiões Sul, Sudeste e no Distrito Federal. De 1º a 5 de junho, nas regiões Norte e Nordeste e nos estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. O público-alvo representará aproximadamente 3.500 pessoas.

“É uma forma de proteger esse público e manter a meta do Ministério da Agricultura na questão do abastecimento”, disse o coordenador substituto do Comitê de Crise (CC AGRO-COVID19) e diretor de Análise Econômica e Políticas Públicas da Secretaria de Política Agrícola do Mapa, Luís Rangel. Segundo ele, trabalhadores de frigoríficos também serão vacinados, conforme mapeamento da ABPA.

Em uma segunda etapa, está prevista imunização de funcionários das centrais de abastecimento (Ceasas) e demais setores agropecuários. A etapa está sendo articulada com o Ministério da Saúde. 

Clique aqui para ouvir matéria da Rádio Mapa

Informações à imprensa
[email protected]

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agro Notícia

CITROS/CEPEA: Preços da tahiti podem continuar firmes em junho

Publicados

em

Por


.

Cepea, 05/06/2020 – A oferta de lima ácida tahiti esteve controlada no mercado paulista em maio, de acordo com pesquisas do Cepea, cenário que deve permanecer sendo observado em junho. Assim, a expectativa é de que os preços da fruta sigam firmes em junho, principalmente se a demanda do mercado externo continuar aquecida. Anteriormente, a expectativa de agentes consultados pelo Cepea era de que a colheita das frutas provenientes de segunda florada elevasse a disponibilidade de tahiti no mercado de mesa neste mês – mesmo que em volume inferior ao do pico de safra. Contudo, o baixo índice pluviométrico no cinturão citrícola entre abril e maio atrasou o desenvolvimento da variedade, elevando o tempo de permanência das frutas nos pés. A diminuição da oferta de lima ácida tahiti no estado de São Paulo já vinha resultando em alta de preços no mercado de mesa. No final de maio, segundo colaboradores do Cepea, algumas negociações chegaram a R$ 45,00/cx de 27 kg, colhida, a depender da qualidade do fruto, contra R$ 20,00/cx em semanas anteriores. Dessa forma, as cotações do mercado interno encerraram maio com alta de 64,16% em comparação a abril, com média de R$ 28,66/cx. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Leia Também:  SUÍNOS/CEPEA: Demanda chinesa elevada faz com que exportações brasileiras atinjam recorde
Fonte: CEPEA

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo