Esportes

Semifinais esquentam Campeonato Mineiro no domingo

Publicados

em


.

O Campeonato Mineiro chega às semifinais no próximo domingo (2) com a certeza de que um time de fora da capital vai lutar pelo título. A primeira partida da semifinal será disputada entre Tombense e Caldense, às 11h, no estádio Independência. O jogo de volta está marcado para quarta-feira (5), no mesmo local, às 16h.

Após quatro vitórias consecutivas nas últimas quatro rodadas, a Tombense garantiu a liderança da primeira fase com 26 pontos, o que permitiu a vantagem de se classificar com empates nos dois jogos ou com uma vitória e uma derrota pela mesma diferença de gols. O grande destaque da equipe é o atacante Rubens, que fez o gol da vitória sobre o Uberlândia, garantindo o primeiro lugar da equipe e o colocando na artilharia do campeonato, com 6 gols marcados.

A Caldense ficou na quarta posição na fase inicial, mas conquistou uma classificação heroica. A equipe de Poços de Caldas chegou à última rodada podendo perder para o Cruzeiro por até dois gols de diferença para passar de fase. Tomou o primeiro gol logo aos 14 minutos do primeiro tempo, mas conseguiu segurar o atual bicampeão mineiro.

Ouça na Rádio Nacional

Leia Também:  Coluna - Gigaleak: o controverso vazamento da Nintendo

A outra semifinal tem dois times de Belo Horizonte. Às 16h, o Mineirão será palco do confronto entre América e Atlético. O Coelho até tinha chances de terminar a primeira fase como líder, mas o próprio técnico Lisca já esperava o confronto com Galo. Logo depois de derrotar a URT por 3 a 0, o treinador revelou que desde quarta-feira (29) prepara o time para o confronto de domingo.

“Já esperávamos. Trabalhei de manhã a equipe titular treinando já em cima do que devemos projetar no jogo de domingo, e já projetamos o adversário sendo o Atlético mesmo pela manhã antes da última rodada. Já estávamos muito focados nesse jogo da semifinal antes mesmo da definição”, disse à TV Coelho.

O Atlético, do técnico Jorge Sampaoli, mostrou força com a goleada de 4 a 0 sobre o Patrocinense na última rodada. Contudo, o empate em 1 a 1 com o América, na 10ª rodada, e a vantagem do Coelho de dois empates ou uma vitória e uma derrota pelo mesmo saldo de gols mostram que chegar à final não vai ser fácil, como diz Hyoran: “É um jogo muito difícil, um clássico, e temos que estar concentrados para fazer um grande jogo. Sabemos a vantagem deles, mas é entrar em campo focados, fazer o que o Sampaoli pede e buscar nesse primeiro jogo a vitória e reverter essa vantagem para, no segundo jogo, ter um pouco mais de tranquilidade para buscar a vaga na final”.

Leia Também:  Arana projeta boa estreia do Atlético-MG contra o Fla no Brasileirão

O jogo de volta entre América e Atlético será no Independência, quarta-feira (5), às 21h30.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Fórmula E: português vence de novo e Di Grassi assume vice-liderança

Publicados

em

Por


.

Lucas Di Grassi assumiu a vice-liderança da temporada 2019/2020 do Mundial de Fórmula E. O brasileiro da equipe Audi chegou em terceiro na etapa desta quinta-feira (6), a segunda das seis provas no aeroporto de Tempelhof, em Berlim (Alemanha), para finalizar a atual edição. A vitória foi do português Antônio Félix da Costa, da Techeetah, que disparou na ponta do campeonato de pilotos da categoria de carros elétricos.

 
 
 

 
 
 
 
 

 
 

 
 
 

. P O D I U M ——> ?

Uma publicação compartilhada por LUCAS DI GRASSI (@lucasdigrassi) em 6 de Ago, 2020 às 12:59 PDT

Di Grassi, que estava em oitavo na classificação antes da etapa desta quinta, foi a 57 pontos e está empatado com o belga Stefan Vandoorne, da Mercedes. As chances de título do brasileiro, campeão na temporada 2016/2017, porém, são muito remotas. Ele precisa tirar uma diferença de 68 pontos para Félix da Costa em quatro corridas, sendo que, a cada prova, pontuam os 10 primeiros colocados, além dos pilotos que registram a pole position e a volta mais rápida.

Leia Também:  Tenistas brasileiros embarcam domingo para se juntar à Missão Europa

“O foco é tentar ganhar performance e nos aproximarmos dos carros da Techeetah, que, no momento, estão em outro nível. Se queremos pensar em vitória em qualquer uma das quatro provas finais, precisamos dar esse passo à frente. Temos pouco tempo, mas vamos trabalhar os dados colhidos nesta quinta e sexta-feira (7) e tentar avançar no desenvolvimento do carro”, declarou Di Grassi, em comunicado após a segunda corrida na capital alemã.

Não foi só o traçado da prova de quarta-feira (5) que se repetiu na quinta. Outra vez, Félix da Costa venceu marcando a pole e mantendo a liderança durante todo o tempo. A diferença é que a volta mais rápida foi de Vandoorne. O belga até ameaçou o terceiro lugar de Di Grassi, mas o piloto da Audi segurou a pressão dele e do holandês Robin Frinjs, da Envision, para garantir o 32º pódio da carreira na categoria. O suíço Sebastian Buemi, da Nissan, ficou em segundo.

Os outros brasileiros passaram longe da zona de pontuação. Sérgio Sette Câmara, da GEOX Dragon, terminou em 18º em sua segunda corrida na Fórmula E, e ainda está zerado no campeonato. Felipe Massa, da Venturi, ficou sem energia e acabou em 21º. O vice-campeão mundial de Fórmula 1 em 2008, até o momento, somou um ponto na temporada e está em 19º na classificação.

Leia Também:  Conmebol aprova protocolo de saúde para Libertadores e Sul-Americana

A Fórmula E segue em Berlim até a próxima semana, com mais quatro etapas, marcadas para domingo (9), segunda (10), quarta (12) e quinta-feira (13). A cada duas provas, muda-se o layout da pista. A maratona foi a saída encontrada pela categoria para concluir a temporada, que havia sido interrompida em março, após somente quatro corridas, devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo