Estadual

Saúde reforça equipe para combate à dengue em Barbosa Ferraz

Publicados

em

A Secretaria de Estado da Saúde autorizou um reforço emergencial para os trabalhos de combate à dengue em Barbosa Ferraz. Já são quase mil casos confirmados da doença no município, que pertence à 11ª Regional de Saúde de Campo Mourão. O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, esteve no sábado (22) na cidade para debater as ações que serão realizadas para eliminar os criadouros do Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue.

Além de ampliação do trabalho de campo, com a remoção mecânica de possíveis focos, em conjunto com agentes comunitários e agentes de endemias do município e do Estado, o arrastão técnico será ampliado com equipes de outras regionais de saúde. “Temos conjugados esforços no auxílio aos municípios, porque o momento exige efetividade neste combate”, disse Beto Preto.

O secretário da Saúde informou que o Estado fará um aporte financeiro de R$ 5 milhões aos municípios em epidemia para auxiliar na aquisição de insumos clínicos e na estrutura de atendimento hospitalar e ambulatorial.

Leia Também:  Governador promove o Estado no Paraná Day da Espanha

AÇÕES – Orientações de manejo clínico também deverão acontecer nos próximos dias, garantindo o reforço na capacitação dos profissionais, sob coordenação da Secretaria da Saúde.

A força-tarefa em Barbosa Ferraz, segundo o secretário, vai auxiliar na redução dos focos e, consequentemente, o número de casos de dengue no município deve cair, assim como aconteceu em Nova Cantu. “Onde intensificamos o trabalho, já tivemos redução no número de notificações. É importante que a população em geral e os profissionais de saúde estejam engajados, uma vez que quase 90% dos criadouros são removíveis”, alertou.

A limpeza das galerias pluviais, por parte da Sanepar, é outra medida que será adotada. Com possíveis entulhos ou material orgânico acumulado, o local acaba sendo um ambiente propício para a proliferação do mosquito.

 “Estamos preocupados com a dengue no Paraná. É uma doença que mata. Temos perdido vidas. Estamos diante do sorotipo dois do vírus. Os paranaenses não têm imunidade a ele. Dengue é uma doença que podemos prevenir. Por isso, é importante a ajuda de todos”, reforçou Beto Preto.

Leia Também:  Paraná tem dez novos casos de sarampo, 70% entre jovens de 20 a 29 anos

 

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Número de óbitos por coronavírus sobe para dez no Paraná

Publicados

em

.

A Secretaria de Estado da Saúde confirmou neste domingo (05) 44 novos casos e mais três óbitos por coronavírus. Dois pacientes de Campo Mourão e um de Santa Fé estavam internados com a doença e morreram neste final de semana. O Paraná soma agora 10 óbitos e 445 casos confirmados.

Uma mulher de 84 anos e um homem de 59, residentes de Campo Mourão, tiveram a confirmação de Covid-19 durante a semana e morreram no sábado. Uma mulher de 79 anos que morava em Santa Fé e estava internada em Maringá foi diagnosticada e faleceu ainda neste domingo (05).

Os novos casos foram registrados em Cascavel (6), Curitiba (18), Arapongas (2), Assis Chateaubriand (1), Telêmaco Borba (2), Medianeira (1), Balsa Nova (1), Campo Largo (1), Arapongas (3), Paranaguá (1), Campo Mourão (2), Maringá (2), Londrina (1), Sertaneja (1), Santa Fé (1) e Pinhais (1).

PARANÁ – O Estado soma 445 casos confirmados – destes, 10 óbitos e seis pacientes que não residem no Paraná –, 4.781 descartados e 183 em investigação.

Leia Também:  Inscrições para curso de preservação de livros estão abertas

Dos 77 pacientes internados, 47 estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e 30 em leitos clínicos.

ÓBITOS – Os 10 óbitos confirmados até agora são dos municípios de Cascavel (1), Campo Mourão (3), Cianorte (1), Maringá (2), Santa Fé (1), Londrina (1) e Quatiguá (1).

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo