Estadual

Sanepar fornece água em Matinhos com gerador a diesel

Publicados

em


.

Há uma semana sem energia elétrica devido ao ciclone que afetou o Litoral, a Sanepar mantém a produção de água de Matinhos com o uso de um sistema alternativo de energia movido a óleo diesel.

O motor garante a captação de 100 litros de água por segundo do Rio Cambará, principal manancial de abastecimento da cidade. O gerente regional da Sanepar no Litoral, Arilson Mendes, explica que o sistema a diesel foi instalado porque a captação do Rio Cambará é bastante suscetível à queda de energia por sua localização distante da cidade.

“No dia do ciclone, os sistemas de produção de água do Litoral pararam por falta de energia elétrica”, afirma Arilson.

Além de Matinhos, a Sanepar mantém um gerador na Estação de Tratamento de Água de Morretes, que ficou quatro dias sem energia, e uma bomba a diesel no sistema de distribuição de Guaratuba.

Segundo Arilson, na temporada do Verão, de dezembro a fevereiro, a Sanepar aluga geradores a diesel para todas as suas 29 unidades de água e de esgoto no Litoral. “Com o grande aumento da população nesse período, temos essa segurança para garantir o funcionamento dos nossos sistemas de abastecimento e de coleta e tratamento de esgoto”, explica o gerente.

Leia Também:  Paraná reserva R$ 200 milhões para compra de vacinas

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Projeto vai trazer R$ 400 milhões para Escolas do Futuro

Publicados

em

Por


.

A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte desenvolveu o projeto “Educação para o Futuro”, ação que vai trazer mais de R$ 400 milhões para o Estado construir cinco novas escolas, as chamadas de “Escolas do Futuro” por seu alto grau de modernidade e conectividade. A verba também será usada para modernizar outras 150 instituições de ensino, transformando-as também em “Escolas do Futuro”. População tem até o dia 16 de agosto para participar de uma Consulta Pública on-line e opinar sobre as obras.

O objetivo do projeto desenvolvido pela Secretaria, que conta com financiamento parcial do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), é preparar os estudantes da rede pública estadual para a sociedade e o mundo do trabalho do século XXI. Por isso, as “Escolas do Futuro” passarão também por mudanças pedagógicas e inserção de tecnologias educacionais de ponta no currículo.

ESCOLAS DO FUTURO – As “Escolas do Futuro” terão alto grau de modernidade e conectividade, com painéis solares, sistemas sustentáveis de iluminação e ventilação, além de cisternas para armazenamento de água da chuva.

Leia Também:  Paraná reserva R$ 200 milhões para compra de vacinas

As novas escolas também contarão com Laboratórios de Educação Profissional, de Biologia, Física, Química e Informática. As escolas também terão Espaços Makers e de Robótica, além de salas de projetos, teatro, biblioteca e quadras poliesportivas.

As imagens do projeto podem ser conferidas no site da Consulta Pública.

CONSULTA PÚBLICA – O projeto está aberto para Consulta Pública on-line até o dia 16 de agosto. O objetivo é recolher opiniões da população sobre as obras que devem iniciar já nos próximos meses. A participação da população pode ser feita pelo link www.educacao.pr.gov.br/consultapublica. No link os paranaenses também encontram imagens de como ficarão as escolas no Estado.

As dúvidas da população levantadas na Consulta Pública serão respondidas em uma transmissão ao vivo no dia 17 de agosto.

NOVAS ESCOLAS – Ao todo serão cinco unidades, três delas com locais já definidos. São eles:

Município de Cascavel
Endereço: Rua Fernando de Noronha, nº 3.105 – Bairro Florestal/Riviera
Previsão de vagas: 2.000 a 2.500 estudantes.

Leia Também:  Agepar acompanha investigação sobre o acidente na BR-277

Município de Ponta Grossa
Endereço: Rua Antônio Olavo Branco Martins, s/n – Bairro Contorno
Previsão de vagas: 2.000 estudantes.

Município de Fazenda Rio Grande
Endereço: Rua Paraná, s/n – Bairro Estados.
Previsão de vagas: 2.000 a 2.500 estudantes.

Curitiba também deve receber uma unidade nova, assim como São José dos Pinhais, mas os locais ainda serão definidos. 

As outras 150 escolas que passarão por reformas e serão modernizadas ainda serão definidas com base de uma série de critérios definidos pela Secretaria da Educação e pelo BID.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo