Estadual

Sanepar alerta população para proteger o hidrômetro

Publicados

em


.

A Sanepar faz um alerta à população para que proteja o hidrômetros das residências. A queda das temperaturas e as geadas podem congelar a água dentro dos medidores e provocar rompimento das tubulações que ficam expostas, podendo interromper o abastecimento.

O Simepar prevê para os próximos dias temperaturas próximas de zero e até abaixo em alguns municípios, como Palmas, no Sudoeste, onde em 2016 já foram registrados mais de 160 rompimentos.

O rompimento da tubulação ou do hidrômetro causa transtorno direto aos clientes, que podem ficar desabastecidos até que seja efetuada a substituição dos equipamentos e tubulações.

Como precaução, os moradores podem cobrir o relógio e os canos aparentes com caixa de papelão, pedaço de plástico, lona, ou com outro tipo de material que impeça o acúmulo de gelo. Outra medida eficaz é fechar o registro de entrada de água à noite. Essa ação evita o acúmulo e o congelamento da água dentro do equipamento e da tubulação.

O gerente da Sanepar Edenilson Albani explica que o material de proteção deve ser de fácil remoção. “O que for utilizado para evitar o congelamento da tubulação e dos equipamentos deve ser retirado assim que a temperatura subir ou na data prevista para a leitura da conta, para que o leiturista não tenha dificuldade para fazer a leitura e a entrega da conta”, completa.

Leia Também:  Paraná soma 4.236 diagnósticos de coronavírus e 173 mortes

PREVISÕES – A previsão é de ocorrência de geadas a partir do domingo (24) nas regiões Sudoeste, Oeste e Centro-Sul do Estado. De acordo com o Simepar os termômetros podem marcar de 2 a 3 graus negativos nas cidades de Mangueirinha, Pato Branco, Clevelândia, Vitorino, Laranjeiras do Sul, Francisco Beltrão, Cascavel, Castro, Pinhão e Irati até o dia 3 de junho.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Com mais oito óbitos, Paraná chega a 181 mortes pela Covid-19

Publicados

em

Por


.

A Secretaria de Estado da Saúde confirmou neste sábado (30) 239 novos casos de Covid-19. O acumulado agora é de 4.473 confirmações em 246 municípios paranaenses. Mais oito pessoas morreram em decorrência da infecção e o total de óbitos chega a 181. Dois casos confirmados foram excluídos do monitoramento de residentes do Paraná, um por dupla notificação e outro foi transferido para Santa Catarina.

Das oito pessoas que perderam a vida pela covid-19, seis são homens e duas são mulheres, com idades que variam entre 38 e 91 anos. Todos estavam internados.  Cinco dos pacientes que faleceram residiam em Curitiba: uma mulher de 75 anos, que morreu na quinta-feira (28), e quatro homens, um com 91 anos, falecido no dia 23 de maio; o segundo com 74 anos (morto no dia 24; o terceiro com 38 anos, no dia 27; e o último com 85 anos, falecido no dia 27 de maio.

Duas pessoas que residiam em Londrina também faleceram em decorrência da infecção: uma mulher, de 65 anos, na quinta-feira (28,) e um homem de 67 anos, na sexta-feira (29).  Uma residente de Guaratuba, de 81 anos, morreu pela Covid-19 neste sábado (30).

Leia Também:  Paraná soma 4.236 diagnósticos de coronavírus e 173 mortes

INTERNADOS – Entre os pacientes com o diagnóstico confirmado, 326 estão internados, sendo 243 em leitos do SUS (90 em UTI e 153 em enfermaria) e 83 em leitos da rede hospitalar privada (38 em UTI e 45 em enfermaria).

A secretaria estadual informa, ainda, que dos 1.781 leitos do SUS exclusivos para Covid-19 no Paraná, 559 estão ocupados por pacientes com suspeita ou confirmação de contaminação pelo novo coronavírus.

O Estado tem 574 leitos de UTI adulto sendo que 249 estão ocupados; 1.100 leitos de enfermarias adulto, 290 ocupados; 37 leitos de UTI pediátrica, 11 ocupados; 70 leitos de enfermaria pediátrica, 9 ocupados. A média de ocupação dos leitos do SUS exclusivos para a Covid-19 é de 31%.

MUNICÍPIOS – No Paraná, 246 municípios têm ao menos um caso confirmado de Covid-19. Em 72 há registro de óbitos pela doença. Apenas a 4ª e 5ª Regionais de Saúde não têm mortes em consequência da infecção pelo Sars-CoV-2.

Os municípios com maior número de confirmações são Cascavel (42), Londrina (40) e Curitiba (24).

Com sete casos: Cianorte e Pinhais.

Com seis casos: Boa Vista da Aparecida e Francisco Beltrão.

Com cinco casos: Cornélio Procópio, Ibiporã e Umuarama.

Leia Também:  Semana teve entrega de novos leitos e leis de proteção à saúde

Com quatro casos: Almirante Tamandaré e Toledo.

Com três casos: Colombo, Guaraniaçu, Ibema, Jaguariaíva, Jataizinho, Maringá, Moreira Sales e Tapejara.

Com dois casos: Arapongas, Campina Grande do Sul, Guarapuava, Jacarezinho, Manfrinópolis, Medianeira, Ponta Grossa, Quedas do Iguaçu, Reserva do Iguaçu, São José dos Pinhais e Terra Boa.

Com um caso: Antonina, Araruna, Araucária, Bandeirantes, Campo Bonito, Campo Magro, Campo Mourão, Candói, Conselheiro Mairinck, Corbélia, Coronel Domingos Soares,
Cruzeiro do Oeste, Faxinal, Fazenda Rio Grande, Foz do Iguaçu, Foz do Jordão, General Carneiro, Imbituva, Jardim Alegre, Laranjeiras do Sul, Lindoeste, Mamborê, Marechal Cândido Rondon, Mariluz, Nova Esperança, Palotina, Piraquara, Pitanga, Planalto, Pontal do Paraná, Rebouças, Salgado Filho, São João do Triunfo, São Tomé, Sarandi, Sertaneja, Tomazina e
Tuneiras do Oeste.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Secretaria da Saúde registra, ainda, 65 casos de pacientes que foram assistidos no Paraná, mas residem fora do Estado. Cinco pacientes de fora morreram pela covid-19.

Confira o informe completo clicando http://www.saude.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=3507

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo