Novo Cantu - Brasil

Saiba quais são as categorias de risco clínico com indicação da vacina da gripe

Publicados

em

Saiba quais são as categorias de risco clínico com indicação da vacina da gripe

 

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começou no dia 10 de abril e seguirá até 31 de maio, sendo o sábado 04 de maio o dia de mobilização nacional. Ao todo, deverão receber a vacina 58,6 milhões de pessoas que integram os grupos prioritários para receber a vacina da gripe.

Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais devem se vacinar. Esse público deve apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receberem a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

Também compõe o público alvo da campanha as pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses a cinco anos de idade, trabalhadores da saúde, professores, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas – e os funcionários do sistema prisional.

Leia Também:  A longa espera por um lar após a tragédia de Mariana

Confira as categorias de risco clínico com indicação da vacina da gripe:

Doença respiratória crônica

·         Asma em uso de corticóide inalatório ou sistêmico (Moderada ou Grave);

·         DPOC;

·         Bronquiectasia;

·         Fibrose Cística;

·         Doenças Intersticiais do pulmão;

·         Displasia broncopulmonar;

·         Hipertensão arterial Pulmonar;

·         Crianças com doença pulmonar crônica da prematuridade.

Doença cardíaca crônica

·         Doença cardíaca congênita;

·         Hipertensão arterial sistêmica com comorbidade;

·         Doença cardíaca isquêmica;

·         Insuficiência cardíaca.

Doença renal crônica

·         Doença renal nos estágios 3,4 e 5;

·         Síndrome nefrótica;

·         Paciente em diálise.

Doença hepática crônica

·         Atresia biliar;

·         Hepatites crônicas;

·         Cirrose.

Doença neurológica crônica

·         Condições em que a função respiratória pode estar comprometida pela doença neurológica;

·         Considerar as necessidades clínicas individuais dos pacientes incluindo: AVC, Indivíduos com paralisia cerebral, esclerose múltipla, e condições similares;

·         Doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso ou muscular;

·         Deficiência neurológica grave.

Diabetes

·         Diabetes Mellitus tipo I e tipo II em uso de medicamentos.

Imunossupressão

·         Imunodeficiência congênita ou adquirida

·         Imunossupressão por doenças ou medicamentos

Obesos

·         Obesidade grau III.

Transplantados

·         Órgãos sólidos;

·         Medula óssea.

Portadores de trissomias

·         Síndrome de Down;

·         Síndrome de Klinefelter;

·         Sídrome de Wakany;

·         Outras trissomias.

 

Fonte: Ministério da Saúde

Leia Também:  Mulher é encontrada degolada após motocicleta atingir cerca de arame em MT
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Novo Cantu - Brasil

TRF3 nega habeas corpus a Joesley e Wesley Batista

Publicados

em

Por

TRF3 nega habeas corpus a Joesley e Wesley Batista

 

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3), em São Paulo, negou hoje (15) os pedidos de habeas corpus impetrados pelos advogados de defesa de Wesley Batista e Joesley Batista, do grupo J&F. O pedido de habeas corpus se refere à investigação dos irmãos no processo que apura se eles teriam usado informações privilegiadas para lucrar no mercado financeiro.

Hoje à tarde, a partir das 16h, ocorre a audiência de custódia de Joesley Batista, na Justiça Federal. O executivo, que estava preso na Superintendência da Polícia Federal em Brasília, chegou a São Paulo no fim da manhã de hoje.

A transferência foi feita por ordem do juiz João Batista Gonçalves, da 6ª Vara Federal de São Paulo, referente à Operação Tendão de Aquiles, que investiga a venda de ações de emissão da JBS S/A na Bolsa de Valores e à compra de contratos futuros e a termo de dólar no mercado financeiro. As transações foram feitas em abril e maio, antes da divulgação dos áudios de conversas de Joesley Batista com o presidente Michel Temer e o senador Aécio Neves, que levaram a denúncias contra ambos.

Em nota, os advogados de Joesley e Wesley Batista disseram que vão recorrer da decisão no Superior Tribunal de Justiça (STJ) ainda hoje. “A própria decisão reconhece a ausência de fato novo apto a justificar a prisão. A inexistência de qualquer outro preso preventivo no Brasil pela acusação de insider trading revela uma excepcionalidade no mínimo curiosa”, argumenta a defesa.

 

Fonte: Congresso em Foco

Leia Também:  Buscas em Brumadinho prosseguem pelo oitavo dia
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo