Geral

Rodízio de veículos volta a partir de hoje em São Paulo

Publicados

em

Adotado em dias úteis, o sistema de rodízio de automóveis e caminhões na capital paulista tornou a vigorar na manhã desta segunda-feira (13). Conforme estabelece a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), na Operação Horário de Pico, os veículos ficam proibidos de circular durante um dia da semana, nos períodos de 7h às 10h e de 17h às 20h. A data é determinada a partir das placas que os identificam.

O objetivo do rodízio é se evitar congestionamentos. No sistema de revezamento, restringe-se o acesso ao centro expandido da cidade, que é delimitado pelo minianel viário.

Às segundas-feiras, a regra se aplica aos veículos com placa final 1 e 2. Às terças-feiras, placas de final 3 e 4. Nas quartas-feiras e quintas-feiras, o impedimento vale para placas terminadas em 5 e 6 e 7 e 8, respectivamente. Às sextas-feiras, a medida compreende as de final 9 e 0.

Mesmo com o rodízio vigente, ficam autorizados a transitar livremente motocicletas, táxis, veículos de transporte escolar, guinchos, entre outros. A lista completa pode ser consultada no site oficial do órgão. Dúvidas também são respondidas na página da CET.

Leia Também:  Governo monta esquema especial de segurança para Cúpula do Brics

Confira as ruas onde o acesso é restrito: Marginal do Rio Tietê, entre Avenida Salim Farah Maluf e Marginal do Rio Pinheiros; Marginal do Rio Pinheiros, da Marginal do Rio Tietê até a Avenida dos Bandeirantes; Avenida dos Bandeirantes, em toda a extensão; Avenida Afonso D’Escragnole Taunay, em toda a extensão; Complexo Viário Maria Maluf, em toda a extensão; Avenida Presidente Tancredo Neves, em toda a extensão; Avenida das Juntas Provisórias, em toda a extensão; Viaduto Grande São Paulo, em toda a extensão; Avenida Professor Luís Ignácio de Anhaia Melo, entre Viaduto Grande São Paulo e Avenida Salim Farah Maluf; Avenida Salim Farah Maluf, em toda a extensão.

Edição: Fernando Fraga
Fonte: EBC Geral
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Geral

Banda de Ipanema homenageia Teresa Cristina e Moacyr Luz

Publicados

em

Uma das responsáveis pelo resgate do carnaval de rua do Rio de Janeiro, a Banda de Ipanema fez o seu 56º desfile consecutivo nesta terça-feira (25), homenageando este ano os cantores e compositores Teresa Cristina e Moacyr Luz. Embalados por 50 músicos, milhares de foliões seguiram o carro da banda, ao som de músicas carnavalescas, pela orla de Ipanema.

O presidente da banda, Cláudio Pinheiro, disse que ao longo de toda sua existência a banda sempre homenageou figuras ligadas à literatura, à música e à arte popular. “Este ano foram eleitos esses dois homenageados, Teresa Cristina e Moacyr Luz, mas celebraremos também o centenário de algumas figuras importantes da música, como Eliseth Cardoso, Roberto Silva e Carmem Costa”, disse Cláudio, fundador da banda, da qual é presidente há 20 anos.

BANDA DE IPANEMA DESFILA 56º CARNAVALBANDA DE IPANEMA DESFILA 56º CARNAVAL
Sambistas Teresa Cristina e Moacyr Luz recebem homenagens no 56º carnaval da Banda de Ipanema – Fernando Frazão/Agência Brasil

Teresa Cristina estava bastante emocionada pela homenagem recebida: “Nem dá para descrever. Isto aqui é muito Rio de Janeiro, é uma instituição que já faz parte do nosso carnaval. É uma felicidade imensa. Estou ocupando um lugar que já foi ocupado por muita gente importante. Eu estou no céu”.

Moacyr Luz lembrou que para ele, um músico da zona norte, a homenagem era de uma extrema importância: “Eu pensei que se isto fosse acontecer seria comigo morto. Ainda bem que, como diria Nelson Cavaquinho, são flores em vida. Uma emoção muito grande. Ainda mais para um cara que viveu sempre na zona norte, ser homenageado na zona sul, por uma das bandas mais tradicionais do Rio”.

BANDA DE IPANEMA DESFILA 56º CARNAVALBANDA DE IPANEMA DESFILA 56º CARNAVAL
BANDA DE IPANEMA DESFILA 56º CARNAVAL – Fernando Frazão/Agência Brasil

Tanto quanto o misterioso dístico Yolhesman Crisbelles, que acompanha a banda desde sua fundação, estampado em faixas e nas camisetas, e que já foi até confundido com uma mensagem subversiva, outra tradição é a presença das drag queens, coloridas e espalhafatosas, que chamam a atenção de todos, posando para fotos e selfies, garantindo o ar de irreverência do grupo.

BANDA DE IPANEMA DESFILA 56º CARNAVALBANDA DE IPANEMA DESFILA 56º CARNAVAL
BANDA DE IPANEMA DESFILA 56º CARNAVAL – Fernando Frazão/Agência Brasil

“Eu saio aqui há 41 anos. O importante é brincar em segurança”, disse Priscila Capricce, interpretada pelo ator Eduardo Rasberge, que faz a personagem A Mulher da Mala. Ao lado dela, outra drag bem conhecida é a Rainha do Silicone, com dois enormes seios postiços: “Eu venho há 22 anos, aqui é tranquilo e tem como a gente expor o nosso trabalho”, disse o artista plástico Milton Leandro Estevão, enquanto era tietado por fãs, posando para fotos com paciência e bom humor.

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Ministério da Justiça se manifesta sobre risco de ataques no DF
Continue lendo