Tecnologia

Robô humanoide será atriz principal de filme milionário

Publicados

em


source

Olhar Digital

Robô
Divulgação/Life Productions Inc

Face de Erica, a robô que será protagonista do filme “b”


Um filme de ficção científica com US$ 70 milhões de orçamento pretende levar o conceito de atuação robótica para um nível totalmente novo. No longa chamado simplesmente de “b”, o papel principal será interpretado por Erica, uma robô humanoide.

Leia também:

China cria a primeira apresentadora de jornal baseada em inteligência artificial

Robô pedreiro consegue construir casa em dois dias; veja o vídeo

Xiaomi lança robô dos Transformers montável com mais de 1200 peças; veja

O filme ainda está em seus estágios iniciais, precisando de alguns componentes essenciais (como um diretor), mas com certeza será interessante acompanhar o primeiro filme estrelado por um robô de verdade.

Como Erica interpretará um robô no filme, talvez seja mais apropriado dizer que ela faz parte do orçamento de efeitos especiais e não do elenco, mas os engenheiros que construíram a humanoide afirmam que eles explicitamente programaram habilidades de atuação e expressões faciais.

Leia Também:  Tinder libera chamada de vídeo no Brasil

“Em outros métodos de atuação, os atores envolvem suas próprias experiências de vida no papel”, explicou o produtor Sam Khoze ao The Hollywood Reporter. “Mas Erica não tem experiências de vida. Ela foi criada do zero para desempenhar o papel. Tivemos que simular seus movimentos e emoções por meio de sessões individuais, como controlar a velocidade de seus movimentos, conversar através de seus sentimentos e treinar o desenvolvimento de personagens e a linguagem corporal”, concluiu.

O plano original era estrear Erica em um filme anterior, mas os conflitos de agendamento atrapalharam, de acordo com o The Hollywood Reporter. No entanto, os produtores de “b” estão preparados: algumas das cenas de Erica já foram filmadas. Quanto ao restante do filme, elenco humano e direção, deve demorar um pouco mais. A expectativa é de terminar as filmagens no fim do próximo ano.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Tecnologia

Elon Musk afirma que Tesla terá carros completamente autônomos em 2020

Publicados

em

Por


source

Olhar Digital

elon musk
Reprodução

Posteriormente, a Tesla afirmou que conseguiria carros autônomos em outros períodos


O CEO da Tesla , Elon Musk, afirmou durante a abertura da Conferência Mundial de Inteligência Artificial (WAIC), em Shanghai, na China, que sua empresa está “muito próxima” da tecnologia necessária para produzir carros completamente autônomos, o que é conhecido na indústria como “autonomia nível 5”.


“Estou extremamente confiante que o nível 5, essencialmente autonomia completa, irá acontecer, e muito rapidamente”, disse o executivo durante uma participação via videoconferência na abertura do evento. “Tenho confiança de que completaremos os recursos básicos para autonomia nível 5 ainda neste ano”, afirmou.

A tecnologia de direção autônoma é classificada em níveis, de acordo com as capacidades do veículo. Um Tesla com Autopilot, um dos sistemas mais sofisticados atualmente disponíveis, é classificado como nível 2 ou “Hands-Off”. Ou seja, o motorista pode tirar as mãos do volante, mas deve estar preparado para retomar o controle a qualquer momento.

Leia Também:  Procon-SP quer que redes sociais tomem medidas contra Homem Pateta


Um táxi autônomo, como os da Waymo, é nível 4 ou “Mind-Off”. O veículo pode se conduzir sozinho, mesmo que o motorista não esteja prestando nenhuma atenção ao trajeto ou dormindo.

Um veículo nível 5 ou “Full Self Driving” (FSD, Completamente Autônomo) dispensaria completamente a presença do motorista em qualquer situação no trânsito.

Não é a primeira vez que a Musk promete que a direção completamente autônoma chegará aos veículos da Tesla “em breve”.

O executivo passou boa parte de 2019 prometendo que sua empresa iria iniciar um serviço de táxis robotizados, completamente autônomos, já em 2020, data que foi recentemente modificada para “2021, em alguns mercados”.

De fato, a Tesla já vende carros com um pacote de hardware necessário para FSD, embora o software não esteja disponível. Em abril deste ano a empresa anunciou a intenção de oferecer o recurso como um serviço por assinatura, reduzindo o custo para adoção da tecnologia.

“Em nossa visão, comprar o FSD é um investimento no futuro, e estamos confiantes que é um investimento que se paga para o consumidor”, disse Elon Musk . “Acho que o FSD é uma opção que as pessoas não se arrependerão em ter”.

Leia Também:  Tinder libera chamada de vídeo no Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo