Política Estadual

Revista do Legislativo Paranaense lança dossiê “Políticas públicas para as cidades”

Publicados

em


A Revista do Legislativo Paranaense, publicação da Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná, dentro da sua proposta de incentivar as práticas acadêmicas e a aproximação com a Casa de Leis, lançou um novo desafio. Nesta semana a publicação abriu a chamada de artigos para o dossiê “Políticas públicas para as cidades”, organizado pelos professores Alexsandro Eugênio Pereira, da Universidade Federal do Paraná, Lucas Mesquita e Ramon Blanco, ambos da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila).

“A publicação do dossiê tem relevância acadêmica e prática, pois permitirá, sobretudo, o compartilhamento de experiências de formulação e implementação de políticas públicas nas cidades. As soluções políticas para os problemas das cidades podem ser encontradas na experiência de gestores públicos, que criaram e implementaram políticas específicas em suas cidades. Por isso, olhar a formação de redes internacionais de cidades é relevante, pois elas criam oportunidades para o compartilhamento de ideias, conhecimentos e políticas. Nesse sentido, o dossiê pretende reunir estudos sobre essas redes e sobre as experiências de formulação e implementação de políticas públicas desenvolvidas no âmbito das cidades brasileiras e de outros países da América do Sul”, explicou o professor Alexsandro Eugênio Pereira.

Leia Também:  Assembleia Legislativa proíbe novamente acesso de visitantes  

Serão aceitas pesquisas que abordem três temas: 1) políticas públicas das cidades, com ênfase sobre a formação e implementação de políticas nas áreas de educação, saúde, segurança pública e urbanismo; 2) formação de redes internacionais de cidades, como a Mercocidades e o seu papel no desenvolvimento de políticas públicas locais; 3) transferência e a difusão de políticas públicas com base nas experiências desenvolvidas pelas cidades da América do Sul.

“Os trabalhos devem ser formatados e submetidos de acordo com as normas de publicação da Revista do Legislativo Paranaense que constam na aba ‘diretrizes para autores’”, orientou a editora-chefe da Revista, Roberta Picussa. As regras da publicação podem ser conferidas no site http://revista.assembleia.pr.leg.br/.

Os interessados em submeter artigos para o dossiê precisam ter pesquisa ou conhecimento aprofundado dentro dos temas do dossiê. Podem ser alunos da pós-graduação (mestrandos e doutorandos), docentes de qualquer nível de ensino, formuladores de políticas públicas e gestores públicos que possam desenvolver e apresentar artigos dentro da temática do dossiê, observou o professor Alexsandro Pereira. Serão priorizados artigos com análises inéditas sobre a temática do dossiê e que não tenham sido publicados em outros periódicos ou como capítulos de livros.

Leia Também:  Aprovação da vacina contra covid é uma vitória da ciência, comemora coordenador de Frente Parlamentar do Coronavírus

Prazos – O prazo para submissão dos artigos já está aberto e encerra no dia 05 de abril de 2021. A partir daí entram em cena os organizadores do dossiê, que farão a primeira etapa de avaliação dos trabalhos até o dia 30 do mesmo mês. A segunda fase prevê a avaliação às cegas, para garantir a integridade e imparcialidade das avaliações, até o dia 24 de maio. As etapas seguintes, que podem ser conferidas no site da Revista, serão reservadas para revisão e reformulações, até a publicação do dossiê, programado para agosto de 2021.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Estadual

Coordenador da Frente do Coronavírus na Assembleia visitará fábrica da Fiocruz no Rio de Janeiro

Publicados

em

Por


O deputado Michele Caputo (PSDB), coordenador da Frente Parlamentar do Coronavírus na Assembleia Legislativa do Paraná, confirmou nesta quinta-feira (3) que fará visita técnica à fábrica de vacinas do Instituto Oswaldo Cruz (Fiocruz) no Rio de Janeiro. A ideia é buscar detalhes sobre a produção do imunizante contra a covid-19 desenvolvida pela Universidade Oxford, em parceria com a AstraZeneca.

A visita ocorre na próxima quinta-feira (10), a partir das 14 horas. Além de conhecer as instalações, a comitiva da Frente Parlamentar do Coronavírus também terá uma reunião com a diretoria do Instituto.

“Queremos ver de perto o que está sendo planejado e saber mais detalhes sobre essa vacina que poderá estar à disposição dos paranaenses. Com isso, cumprimos nosso papel de fiscalização, próprio do Legislativo”, comentou o deputado.

O Ministério da Saúde conta com mais de 100 milhões de doses nessa parceria. Parte será produzida na planta da Fiocruz no Rio.

Nova vacina – A fábrica da Fiocruz, órgão vinculado ao Ministério da Saúde, está produzindo uma vacina em parceria com a farmacêutica europeia AstraZeneca e com a Universidade de Oxford da Inglaterra.

“Vamos continuar muito atentos com relação a isso. Tudo que se faz, que se propõe é importante e a solução final para isso é a vacina. A visita lá é para obter informações importantes para que a gente possa cumprir com a nossa missão, como fizemos na frente parlamentar”, completou.

Representante do legislativo estadual, Caputo também já esteve no Tecpar, no Instituto Butantan e na Pfizer, outras fábricas que estão na corrida pela vacina contra a Covid-19.

No próximo dia 15, a Frente Parlamentar do Coronavírus deve fazer a última reunião do ano justamente para apresentar um relatório sobre a situação das vacinas no Brasil. O objetivo é contribuir com o Governo do Estado na escolha de uma vacina a ser adquirida, visto que o Estado terá R$ 200 milhões destinado para a compra. R$ 100 milhões foram repassados pela Assembleia Legislativa e outros R$ 100 milhões constam do orçamento 2021 do Estado para essa finalidade.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Assembleia inicia debate sobre projeto que regulamenta contribuições previdenciárias de servidores militares do Estado
Continue lendo