Política Estadual

Proposta visa acelerar implantação do BIM na elaboração e execução de obras públicas no Paraná

Publicados

em


.

Projeto de lei protocolado nesta semana na Assembleia Legislativa do Paraná prevê a aceleração da implantação no Estado do Paraná do Building Information Modeling (BIM), ou “Modelagem da Informação da Construção” em português, com o objetivo de promover a inovação tecnológica para melhoria na qualidade de projetos e obras públicas.

A proposta, apresentada pelos deputados Luiz Fernando Guerra (PSL), Mabel Canto (PSC) e Delegado Francischini (PSL), visa garantir um novo padrão para construção de empreendimentos públicos, alterando a Lei 15.608, de agosto de 2007, que estabelece normas sobre licitações, contratos administrativos e convênio no âmbito dos Poderes do Estado do Paraná.

O Governo do Estado já instituiu a Estratégia “BIM PR – Paraná Rumo à inovação digital nas obras públicas”, por meio do decreto nº 3.080 de 15 de outubro de 2019 e, portanto, o projeto apresentado pelos parlamentares vem de encontro à decisão do governo estadual tendo como objetivo agilizar a implantação deste novo padrão para a construção de empreendimentos públicos.

Leia Também:  Deputados manifestam preocupação com possível retorno às aulas

O que é o BIM? – O BIM é um sistema que integra tecnologias e processos integrados, que permite a criação, utilização e atualização de modelos digitais de uma construção, de modo colaborativo, que sirva a todos os participantes do empreendimento, em qualquer etapa do ciclo de vida da construção. A utilização da ferramenta é crescente no país e vem provocando grandes mudanças no ramo da construção civil, atingindo toda a cadeia produtiva, em especial nos setores da arquitetura, engenharia e construção.

A ferramenta oferece informações detalhadas de cada parte de um projeto, sendo possível evitar equívocos de projeto e execução, bem como superfaturamentos ou outras formas de alteração no decurso da obra, propositais ou não, que geram prejuízos aos cofres públicos.

“É imprescindível melhorar a gestão de projetos e obras públicas atuando de modo preventivo, colocando o Estado em um novo patamar de desenvolvimento. Desta forma, com a implantação do BIM será possível obter informações detalhadas de cada parte de um projeto, possibilitando melhor análise e controle fiscalizatório e financeiro”, destacou o deputado Luiz Fernando Guerra.

Leia Também:  A expectativa da economia com a volta à normalidade é tema do programa Assembleia Entrevista

O projeto também prevê que o Governo poderá regulamentar a lei exigindo a utilização da plataforma BIM de modo gradativo e em etapas, conforme a natureza e relevância do empreendimento, devendo a exigência completa iniciar-se em janeiro de 2022.

 

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Estadual

Soldado Fruet cobra solução para viaturas paradas em oficinas

Publicados

em

Por


.

O deputado estadual Soldado Fruet (PROS) cobrou, na sessão remota desta segunda-feira (3), que o Governo do Estado adote providências para agilizar o conserto de viaturas policiais. “Há muitas regiões, como Foz do Iguaçu e outras cidades pequenas, com problema de manutenção de viaturas. Houve a licitação, sei que é burocrático até que comece o empenho do dinheiro, mas tem várias viaturas paradas em oficinas que já haviam sido empenhadas, mas o empenho foi cancelado porque acabou o contrato e tem uma nova empresa”, relatou, referindo-se ao término do contrato emergencial de gestão da frota do Executivo com a Maxifrota e ao novo, assinado com a empresa Prime Consultoria e Assessoria Empresarial.

“Tem cidades pequenas que, se não fosse a boa vontade dos empresários, não teria viatura. Para se ter uma ideia, aqui em Foz do Iguaçu, das doze viaturas, oito estão na oficina”, apontou. “É segurança pública. São viaturas que rodam 24 horas por dia, não podemos depender de certas burocracias”, ressaltou, lembrando que a questão da manutenção da frota já foi motivo de uma CPI na Assembleia Legislativa, proposta e presidida por ele.

Leia Também:  Segue para sanção projeto que que institui mês para a conscientização sobre a doação de sangue

Em abril deste ano, o plenário aprovou o relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito da JMK, que pediu o indiciamento de 19 pessoas por crimes contra a Lei de Licitações e atos de improbidade administrativa no contrato de gestão da frota do Executivo vigente entre janeiro de 2015 e maio de 2019. “Espero que não volte o mesmo imbróglio para não deixar as viaturas paradas e sem atender a população paranaense”, afirmou o deputado.

O Líder do Governo, deputado Hussein Bakri (PSD), agradeceu o Soldado Fruet pelo questionamento e informou que já conversou sobre a situação com o secretário da Administração, Marcel Micheletto. “O deputado Fruet levantou com muita propriedade a questão. Existe um probleminha burocrático que será superado. Agradecemos Vossa Excelência, essa intervenção é benéfica e importante, ajuda o governo a melhorar, mas providências serão tomadas pelo secretário ainda nesta semana no sentido de que a frota seja agilizada”, prometeu Bakri, ressaltando que a Secretaria da Fazenda irá autorizar os recursos necessários para consertar os veículos.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo