Estadual

Programa do BRDE de apoio a startups recebe 179 inscrições

Publicados

em


.

O BRDE Labs, programa do Banco de Desenvolvimento do Extremo Sul, desenvolvido no Paraná, recebeu a 179 startups de todo o Brasil. O programa tem  como objetivo apoiar, capacitar e aportar recursos a startups que desenvolverão soluções para diversas áreas, mas com foco principal no agronegócio.

A inscritas estão participando da categoria denominada Product Lab – laboratório de produto, em que são apresentados os produtos e seus respectivos mercados. Mais de 15 estados, além do Distrito Federal, estão representados. O maior número de empresas inscritas veio de Paraná, São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Minas Gerais.

O programa teve seu edital lançado em fevereiro deste ano. O resultado da primeira categoria foi apresentado pela Hotmilk, aceleradora da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) e curadora do Programa BRDE Labs, em workshop virtual realizado nesta semana.

Participaram do workshop as cooperativas agroindustriais paranaenses e empresas parceiras como Castrolanda, Cocamar, Cocari, Coopacol, Coopavel, CVale, Frimesa, Integrada, Lar, Primato e a Angelus,  além de representantes do BRDE e da Ocepar.

“O evento foi importante para engajar os parceiros para a nova fase que é a de avaliação e seleção das empresas”, explica o diretor de operações do BRDE, Wilson Bley Lipski. “Nosso objetivo é aproximar as startups de potenciais clientes, além de fomentar a inovação no Paraná, atendendo a orientação do governador Ratinho Junior”, afirma ele. 

Leia Também:  Semana é marcada por mais restrições para conter o coronavírus

Segundo Lipski, o BRDE Labs atende a um objetivo estratégico do BRDE, que é a promoção do ecossistema de inovação, alinhando-se à diretriz do governador Carlos Massa Ratinho Junior de transformar o Paraná em um hub tecnológico.

SELETIVAS – Na primeira seletiva, as startups são avaliadas por um comitê formado por representantes das cooperativas, do BRDE e da Hotmilk, a partir dos critérios estabelecidos no edital. Desse processo saem 50 startups para a fase seguinte.

Na segunda seletiva, é analisada a adequação das soluções propostas às demandas identificadas pelos parceiros, e são selecionadas 30 startups, que irão para a fase de apresentação pessoal para uma banca avaliadora. Na sequência, 20 startups entram na fase de pré-aceleração, com as 10 melhores sendo habilitadas para o programa de aceleração.

As startups selecionadas poderão ser direcionadas para um dos dois Hubs do Programa – Toledo ou Londrina e receberão capacitação em áreas como estratégia de vendas, relações públicas e financeira, desenvolvimento de produtos, entre outras.

 Ao final do programa, o BRDE, em conjunto com a Hotmilk e as Cooperativas, avaliará o desempenho de cada startup. As melhores soluções poderão fazer parceria com as cooperativas ou receber investimento dos Fundos em que o BRDE é cotista.

Leia Também:  Sanepar vai investir R$ 145 milhões em Guarapuava

“O BRDE está em novo momento e, como banco de desenvolvimento econômico, assume uma postura mais ativa de apoio à inovação nos estados do Sul, já que empresas de tecnologia geram muitos empregos com bons salários”, destaca Wilson Bley Lipski.

BUSINESS LAB – A outra categoria do programa é denominada Business Lab – desenvolvimento de negócio, está com as inscrições abertas até 20 de julho. As inscrições podem ser efetuadas por meio do site www.brdelabs.com.br

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Paraná tem mais 2.380 infectados e 34 mortes pela Covid-19

Publicados

em

Por


.

A Secretaria de Estado da Saúde registrou neste sábado (4) 2.380 novas confirmações e 34 mortes pela infecção causada pelo novo coronavírus. O Paraná soma agora 30.241 casos e 749  mortos em decorrência da doença. Há ajustes nos casos confirmados detalhados ao final do texto.  

INTERNADOS – Atualmente, 746 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. Do total, 585 pacientes ocupam leitos SUS (216 em UTI e 369 em leitos clínicos/enfermaria) e 161 estão em leitos da rede particular (61 em UTI e 100 em leitos clínicos/enfermaria).

ÓBITOS – O boletim divulgado pela secretaria estadual informa a morte de mais 34 pacientes. São 14 mulheres e 20 homens, com idades que variam de 21 a 87 anos. Todos estavam internados e os óbitos ocorreram entre os dias 03 de junho a 04 de julho.

Os pacientes que faleceram residiam em: Curitiba (4), Londrina (4), São José dos Pinhais (4), Campo Largo (2), Cascavel (2), Fazenda Rio Grande (2). E um óbito em cada um dos seguintes municípios: Apucarana, Araucária, Assaí, Balsa Nova, Bandeirantes, Cambara, Cambé, Carambeí, Cerro Azul, Colombo, Francisco Alves, Matinhos, Paranaguá, Piraquara, Ponta Grossa e Santo Antônio da Platina.

Leia Também:  Saúde confirma mais 1.840 casos e 22 mortes pela Covid-19

MUNICÍPIOS – Quatro municípios confirmaram casos pela primeira vez: Barra do Jacaré (19° RS), Nova Cantu (11° RS), Nova Santa Rosa (20° RS) e Novo Itacolomi (16° RS), totalizando agora 367 cidades paranaenses com ao menos um caso confirmado pela Covid-19.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento realizado pelos órgãos de saúde registra 329 casos de infecção em residentes de fora do Paraná. Quatorze pessoas morreram.

AJUSTES:

Alteração de município:

Um caso confirmado em 19/06 em Londrina foi transferido para Cambé.

Um caso confirmado em 29/06 em Cidade Gaúcha foi transferido para Curitiba.

Quatro casos confirmados em 25/6 em Cascavel foram para: São Paulo, Porto Alegre, Cafelândia e Quedas do Iguaçu.

Quatro casos confirmados em 27/6 em Cascavel foram para: São Miguel do Iguaçu, Santa Tereza do Oeste, Toledo e Assis Chateaubriand.

Dois casos confirmados em 29/6 em Cascavel foram para: Vera Cruz do Oeste e Santa Helena.

Três casos confirmados em 30/6 em Cascavel foram para: Foz do Iguaçu, Quedas do Iguaçu e Toledo.

Leia Também:  Evento mais grave da história da Copel mobiliza 2,7 mil eletricistas

Dois casos confirmados em 02/7 em Cascavel foram para: Corbélia e Santa Tereza do Oeste.

Um caso confirmado em 02/7 em Irati foi transferido para Itaperuçu.

Um caso confirmado em 16/06 em Curitiba foi transferido para Fazenda Rio Grande.

Exclusão por duplicidade

Um caso confirmado em 23/6, em Enéas Marques, foi excluído por duplicidade de notificação.

Confira o informe completo clicando aqui.  

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo