Cidades

Principal criadouro do mosquito da dengue está nos domicílios

Publicados

em

A Secretaria de Estado da Saúde do Paraná divulgou nesta terça-feira (3) o Boletim Epidemiológico sobre a dengue no Paraná, com destaque para o Levantamento Rápido de Índices de Infestação nos municípios. O LIRA mostra a porcentagem entre o número de imóveis pesquisados e o de imóveis onde os criadouros do mosquito foram encontrados.
O levantamento mostra que 72,9% dos criadouros estão nos domicílios. Segundo o estudo, 43% dos criadouros foram localizados em recipientes plásticos, garrafas e latas, acumulados destampados nos quintais das residências e em entulhos de construção, caçambas e latas de tintas também deixadas abertas nos quintais.
Outros 23,5% estão nos depósitos de água a nível do solo e 22,6% estão nos pratinhos de vasos de plantas, recipientes de degelo de geladeiras, bebedouros, pequenas fontes ornamentais.
O estudo mostrou que 7,3% foram encontrados em pneus e 5,3% em tanques em obras, borracharias e hortas; calhas lajes e toldos em desníveis, ralos de sanitários em desuso, piscinas não tratadas, cacos de vidro em muros e floreiras e vasos nos cemitérios.
“Reforçamos a orientação de que as medidas de prevenção contra a dengue precisam ser adotadas por toda a população, pois o verão está chegando e os casos da doença podem aumentar. A participação da sociedade no combate ao mosquito da dengue é fundamental”, afirmou o secretário da Saúde, Beto Preto.
“Podemos observar pelo LIRA que 72,9% dos criadouros estão nos domicílios, por isso a recomendação para que todos verifiquem em suas casas e eliminem os focos de água parada”, complementa a coordenadora de Vigilância Ambiental da Secretaria, Ivana Belmonte.
LIRA – O levantamento é realizado periodicamente pelos municípios, mas o levantamento realizado entre outubro e novembro serve de referência nacional. O estudo revelou que o município com maior índice de infestação predial do Aedes Aegypti é Ivatuba, na região Noroeste, com 10% – o que significa que em cada 100 imóveis pesquisados 10 estavam com criadouros.
Na sequência, estão os municípios de Morretes, com 8,3%; São Miguel do Iguaçu, com 6,6%; Quinta do Sol (6,1%), Santa Mariana (5,1%), Nova Esperança (4,9%), Munhoz de Melo (4,6%), Bela Vista do Paraíso (4,2%), Francisco Beltrão e Nova Prata do Iguaçu, com 4,1%, e Paranaguá, Itaipulândia, Campo Bonito e Jataizinho, com 4%.
O resultado geral do Paraná mostra que 55,6% dos municípios apontam índices abaixo de 1%, que segundo o Ministério da Saúde, ainda é considerado satisfatório. Neste patamar estão 222 municípios.
Outras 158 cidades (39,6% do total) registram de 1% a 3,9% e são considerados em alerta; e 14 municípios (3,5%) mostram alto potencial vetorial, com quantidade de criadouros suficientes para gerar epidemia.
CASOS – O boletim semanal da dengue registra 1.869 casos confirmados, 305 a mais que na semana anterior. Deste total, 1.480 são autóctones – contraídos no município de residência.
Também aumentaram os municípios em situação de alerta; eram dez e agora são doze. Cianorte e Doutor Camargo entraram para situação de alerta nesta semana.
Os outros municípios em alerta são Lindoeste, Juranda, Douradina, Indianópolis, São Carlos do Ivaí, Flórida, Munhoz de Mello, Florestópolis, Leópolis e Uraí.
Em situação de epidemia estão oito municípios, um a mais que na semana anterior. Nova Cantu, Quinta do Sol, Inajá, Santa Isabel do Ivaí, Ângulo, Floraí, Uniflor e Colorado atingiram este patamar e somam 713 casos autóctones. O Paraná apresenta 12.254 notificações para a dengue do dia 28 de julho até agora.

Leia Também:  Corpo de mulher é encontrado carbonizado na área rural de Cascavel

Publicidade da campanha Dengue em Onibus do transporte toletivo. Curitiba, 29/11/2019 – Foto: Geraldo Bubniak/AEN

Fonte: AEN

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

Suspeitos de assaltarem ônibus de turismo na região de Engenheiro Beltrão são presos pela Polícia Militar em Campo Mourão

Publicados

em

Um grupo de quatro pessoas foi preso pela Polícia Militar durante a manhã desta quinta-feira (16), suspeito de participação em um assalto a um ônibus de turismo ocorrido durante a madrugada, quando passava pela região de Engenheiro Beltrão. Dois homens, de 19 e 24 anos, e duas mulheres, de 20 e 19 anos, foram detidos em uma residência no Jd. Cidade Nova, em Campo Mourão (PR). No local também foram apreendidos um Hyundai/HB20 com placas de outro veículo, 10 porções de maconha, 16 pedras de crack, munições e um rádio comunicador na frequência da PM. Na residência os policiais também aprenderam diversas anotações referentes ao tráfico de drogas. Diversos objetos, entre eles 11 celulares e dinheiro que haviam sido roubados dos passageiros do ônibus foram recuperados pela PM durante a ação. Os policiais chegaram até os suspeitos após uma vítima conseguir a localização do aparelho roubado e acionar a Polícia Militar em Campo Mourão. Os quatro suspeitos foram presos e encaminhados, juntamente com os objetos, até a 16ª Subdivisão Policial.

Leia Também:  Corpo de mulher é encontrado carbonizado na área rural de Cascavel

O roubo

De acordo com as informações, o ônibus seguia sentido Campo Mourão, por volta das 4h da madrugada, quando indivíduos em um veículo efetuaram alguns disparos em direção ao ônibus, forçando o motorista a parar o coletivo, que levava 29 passageiros. Logo na sequência, dois homens, que estavam encapuzados, entraram no coletivo e exigiram que o motorista seguisse até a rodovia que dá acesso ao município de Terra Boa, onde roubaram diversos pertences pessoais e dinheiro das vítimas.

Fonte: Comunicação Social 11º Batalhão – Foto: Rafael Silvestrin

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo