Política Estadual

Presidente Traiano recebe homenagem do Instituto Boina Azul do Rio Grande do Sul

Publicados

em

O presidente de Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano (PSDB), recebeu nesta quinta-feira (28) uma medalha do Instituto Boina Azul do Rio Grande do Sul – Grau Cavaleiro. A honraria é concedida às pessoas que se destacam em suas atividades pela atuação em prol da sociedade.

No Paraná, 12 militares e apenas três civis estão recebendo a horaria neste momento. “Fico muito honrado em receber uma homenagem como essa. Vai se juntar à minha galeria com as homenagens que já recebi ao longo da minha vida pública e que guardo com muito carinho”, destacou Traiano ao receber a medalha e um diploma.

O presidente do Legislativo paranaense foi indicado para ser um dos agraciados com a honraria pelo sargento Dário Alves da Silva, do Cindacta II (Segundo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo), unidade da Força Área Brasileira em Curitiba. “Eu tenho uma admiração muito grande pelo trabalho desenvolvido pelo deputado Traiano e, principalmente, pela liderança que ele exerce no nosso Paraná”, destaca o sargento.

Leia Também:  EPL vai detalhar aos deputados estudo sobre novo modelo de pedágio no Paraná

O Instituto Boina Azul do Rio Grande do Sul foi fundado em 2012 e congrega militares e ex-militares que integraram missões de paz sob o comando das Nações Unidas em territórios internacionais.  O presidente do instituto, Elvis Rodrigo Soares, destacou o orgulho dos “boinas azuis” em poder homenagear quem tanto faz por uma sociedade melhor. “É um orgulho e uma honra poder demonstrar nosso respeito e admiração ao deputado Traiano”.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Estadual

Deputado reivindica adicional de insalubridade para PMs na pandemia

Publicados

em

Por


.

O deputado Soldado Fruet (PROS) protocolou nesta semana na Assembleia Legislativa do Paraná um requerimento dirigido ao governador Carlos Massa Ratinho Junior, solicitando que analise a viabilidade da concessão de adicional de insalubridade aos policiais militares do Paraná enquanto perdurar o combate à pandemia de Covid-19 e os efeitos do Decreto nº 4.319, de 23 de março de 2020, que declarou o estado de calamidade pública no Estado em decorrência do surto do novo coronavírus. 

“Encaminhei esta reivindicação ao governador pelo fato desses servidores estarem atuando, juntamente com outros profissionais, na linha de frente do combate ao coronavírus, portanto, estão altamente sujeitos a contraí-lo, em razão do seu ofício”, explicou. O deputado, que é titular da Comissão de Segurança Pública da Assembleia, ressaltou que o pedido não se refere ao adicional de periculosidade “que é devido ao policial militar não somente em época de pandemia, mas em qualquer época, tendo em vista a natureza da sua atividade”. Ele destacou que o adicional de periculosidade se justifica pelo novo cenário vivenciado por estes servidores da segurança pública. 

Leia Também:  Deputado reivindica adicional de insalubridade para PMs na pandemia

Segundo o deputado Soldado Fruet, “o policial militar está sempre de sobreaviso e em constante exposição ao perigo de contágio, já que seu trabalho o obriga a se aproximar de outras pessoas para realizar investigações, atendimentos ao público, ingressar em locais não previamente planejados, cumprir mandados, entre outras atividades, onde frequentemente encontram-se pessoas enfermas que podem estar infectadas pelo vírus”. O deputado salientou que os assintomáticos também são transmissores do SARS-CoV-2. “Isso faz com que qualquer interação protagonizada pelos PMs, que não podem ficar em casa por conta do seu serviço, seja um potencial meio de transmissão”.

Para o parlamentar, que atuou por 17 anos como soldado da corporação, “nada mais justo do que, nesse momento de pandemia, conceder gratificação indenizatória por insalubridade ao policial militar que dispõe da sua saúde para proteger a nossa”. Na visão do deputado, a apresentação de um projeto de lei sobre a matéria representaria um reconhecimento ao trabalho destes servidores e ajudaria a manter o Paraná como Estado de vanguarda. “É uma medida justa, necessária e que valoriza nossos policiais”, afirmou.

Leia Também:  Deputado Marcel Micheletto deixa Assembleia Legislativa para assumir a função de secretário de Estado

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo