Cidades

Polícia Militar encaminha suspeito de receptação em Ubiratã

Publicados

em

Por volta das 16h desta quarta-feira (8) a Polícia Militar realizou o encaminhamento de um homem de 30 anos suspeito de receptação de uma lavadora de alta pressão, que havia sido furtada de uma escola no Distrito Primavera. O boletim de ocorrência foi registrado em 2 de janeiro. Na ocasião, além da máquina de lavar, foram levados diversos objetos do estabelecimento de ensino. A denúncia foi feita após um funcionário da escola ver o anúncio de venda em uma rede social. Diante da robustez da denúncia os policiais foram até o endereço do suspeito, que reside no mesmo distrito. Para a PM o homem relatou que pegou o objeto em uma dívida que outro indivíduo tinha com ele, e que não sabia que tinha origem ilícita. Diante dos fatos o suspeito e a responsável pela escola foram encaminhados para a 50ª Delegacia de Polícia Civil de Ubiratã para que fossem tomadas as medidas cabíveis.

Fonte: 11º BPM

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Televisão de Unidade de Saúde exibe cena de sexo no interior do Paraná
Propaganda

Cidades

Criança de 11 anos morre após tiro acidental em Apucarana

Publicados

em

Uma tragédia aconteceu na tarde de domingo, 23, em Apucarana, quando uma criança de apenas 11 anos morreu após ser baleada.
O menino teria sido atingido por um tiro acidental enquanto brincava com um adolescente de 15 anos. A vítima estava na casa do garoto. A arma seria um revólver calibre 38. O caso aconteceu no Residencial Solo Sagrado. O menino chegou a ser levado para uma Unidade de Pronto Atendimento, porém não resistiu aos ferimentos. A polícia investiga o caso. A arma seria de um vigilante.
Segundo o investigador Roberto Francisco, chefe do setor de homicídios, após o crime o adolescente deixou o local. “Nós estamos ouvindo testemunhas, fomos até o local onde ocorreu o disparo e eles estariam sozinhos na casa. O menino que morreu, tinha o costume de ir na casa do adolescente para jogar.
“Nós queremos descobrir como essa arma apareceu na casa do adolescente. A princípio após o disparo o adolescente ficou com medo e deixou o local. Na casa morava ele a mãe e irmãos. Estamos investigando,” finaliza Roberto.

Leia Também:  Sequestro: padrasto ainda mantém adolescentes em cárcere privado em Cafelândia


Fonte: Cobranews

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo