Polícia Federal

Polícia Federal apreende 300kg de agrotóxico e essência de narguilé em Itaipulândia/PR

Publicados

em

Foz do Iguaçu/PR – Por volta de 6h de hoje (12/11), equipe de policiais federais, durante patrulhamento embarcado no Lago de Itaipu no município de Itaipulândia/PR, avistou uma embarcação que atravessava o lago no sentido Brasil. Na tentativa de abordagem o piloto da embarcação jogou o barco na margem e fugiu pela mata ciliar não sendo mais localizado.

Os policiais se aproximaram e verificaram tratar-se de uma embarcação de alumínio de 6m motor 60 HP carregada com 12 sacos de veneno agrotóxico (aproximadamente 300 kg) e 20 fardos de essência de narguilé.

Durante o deslocamento para base náutica de Itaipulândia, o barco apreendido começou a afundar, tendo sido a mercadoria recuperada e encaminhada para a Receita Federal de Foz do Iguaçu.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Foz do Iguaçu/PR

Contato: (45) 3576-5515

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  PF prende suspeito de participar de diversos assaltos a agências dos Correios no ES
Propaganda

Polícia Federal

PF prende suspeito de atuar na logística do garimpo em terra indígena ianomâmi

Publicados

em

Por


.

Boa Vista/RR – A Polícia Federal prendeu em flagrante, nesta sexta-feira (3/7), um suspeito de atuar na logística aérea para apoio a atividades de mineração ilegal em reserva indígena ianomâmi e de ser proprietário de garimpo na região.

O homem foi preso em Boa Vista/RR com mais de dois quilos de ouro, durante o cumprimento de um mandado de busca, expedido pela 2ª Vara da Justiça Federal em Roraima.

O inquérito policial apura a abertura de pistas clandestinas localizadas no município de Alto Alegre/RR, das quais dependeriam as atividades ilícitas relacionadas ao garimpo que ocorreria na reserva indígena, bem como as atividades clandestinas de radiofonia e transporte irregular de combustível e dos próprios garimpos. As investigações seguem em andamento.

O suspeito, que já foi alvo de outras quatro ações da Polícia Federal, possui uma condenação pelo crime de genocídio e poderá responder, em razão da prisão de hoje, pelo crime de usurpação de patrimônio da União, com pena de até 5 anos.

Leia Também:  PF deflagra segunda fase da Operação ASSEPSIA

O preso foi encaminhado ao sistema prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

 

Comunicação da Polícia Federal em Roraima.
Contato: (95) 3621-1500
[email protected]

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo