Polícia Federal

PF prende um dos donos da carga de 3,5 toneladas de maconha apreendida em Cascavel/PR

Publicados

em


Cascavel/PR – A Polícia Federal prendeu na segunda-feira, 19/10, nas ruas de Cascavel um traficante que seria um dos donos da carga de 3,5 toneladas de maconha apreendida no dia 12/08/2020 em um depósito de produtos alimentícios na cidade. Participaram da operação oito policiais federais.

ENTENDA O CASO

Em 12 de agosto de 2020, a Polícia Federal invadiu um galpão de produtos alimentícios no Bairro Universitário, em Cascavel, às margens da BR-277, que era usado por uma quadrilha de traficantes de drogas para armazenar e carregar a droga em caminhões, oculta em carga de produtos alimentícios.

Na oportunidade foram presos cinco suspeitos de fazer parte de um grupo especializado em tráfico de drogas e apreendido um caminhão já parcialmente carregado com 3,5 toneladas de maconha oculta entre a carga.

De acordo com as investigações, o grupo usaria empresas de produtos alimentícios como centros de distribuição de drogas.

As investigações continuaram na tentativa de encontrar um dos donos da droga apreendida, que não havia sido preso em agosto. A Polícia Federal pediu a prisão do suspeito, tendo sido emitido um mandado de prisão pela Justiça Estadual.

Leia Também:  PF deflagra operação contra fraudes à licitação no município de Ladário/MS

Na tarde de ontem, o suspeito foi localizado conduzindo um veículo no centro de Cascavel e, após breve perseguição, o veículo foi interceptado pela Polícia Federal na rua Rio Grande do Sul, onde o suspeito foi preso.

Após a prisão, foram cumpridos mandados de busca e apreensão em dois endereços ligados ao investigado. No final da tarde de ontem, o preso foi ouvido na delegacia da PF e encaminhado à Cadeia Pública de Cascavel, onde permanecerá à disposição da Justiça.”

O nome da operação, WEIZEN, que significa trigo em alemão, é uma referência ao galpão onde foi apreendida a droga, que era usado principalmente para armazenar trigo.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Paraná

Telefone: (41) 3251-7810
E-mail: [email protected]

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia Federal

PF deflagra operação contra fraudes à licitação no município de Ladário/MS

Publicados

em

Por


Corumbá/MS – A Polícia Federal deflagrou nesta quinta, 26/11, a Operação Posto Exclusivo, com o objetivo de combater a prática de crimes de corrupção envolvendo licitações na Prefeitura do Município de Ladário, no estado do Mato Grosso do Sul.

Aproximadamente 55 policiais federais cumprem 12 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 1ª Vara Federal de Corumbá/MS, nas cidades de Ladário/MS, Corumbá/MS e Rio de Janeiro/RJ.

A investigação teve início após denúncia que indicava haver conluio de um empresário do ramo de combustíveis com servidores municipais. Os investigados poderão responder pelos crimes de corrupção passiva e ativa, por crimes previstos na Lei de Licitações e Contratos e por organização criminosa, prevista na Lei nº 12.850/2013, conforme aprofundamento dos trabalhos.

O nome da operação faz referência ao fato de a empresa investigada ser a única fornecedora de combustível à Prefeitura de Ladário, vencendo sucessivas licitações com suspeitas de fraudes.

Em razão da situação de pandemia da COVID-19, a Polícia Federal planejou uma logística especial de prevenção ao contágio, com distribuição de EPIs a todos os envolvidos na deflagração, a fim de preservar a saúde dos policiais, testemunhas, investigados e seus familiares.

Leia Também:  PF cumpre mandados de busca e apreensão para investigar crimes eleitorais no Ceará

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Mato Grosso do Sul

Fone: (67) 3368-1105
E-mail: [email protected]

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo