Polícia Federal

PF prende em flagrante servidor público federal em Recife/PE

Publicados

em

Recife/PE – A Polícia Federal prendeu em flagrante na terça-feira (12/11) um servidor público federal que estava exigindo pagamento de vantagem indevida de empresário do ramos de manutenção de prédio e condomínio.

Segundo o empresário, o fiscal teria vistoriado uma de suas obras e indicado a existência de várias irregularidades que resultariam em multas no valor de R$ 7 mil. Para que não fosse lavrado um auto de infração, o fiscal teria cobrado uma propina de R$ 3,5 mil. Ao alegar não dispor do dinheiro, ficou estabelecido que o empresário pagaria R$ 1 mil, divididos em duas parcelas de R$ 500. No dia seguinte, o empresário procurou o CREA/PE e, em seguida, a Polícia Federal, que começou a acompanhar o desenrolar dos fatos com o objetivo de realizar a prisão em flagrante no momento do pagamento da quantia.

A ação teve seu desfecho quando, acompanhado pelos policiais, o empresário entregou o dinheiro ao servidor, que foi abordado ao tentar deixar o local do encontro. Os policiais confirmaram o recebimento da propina. Ao ser feita uma busca pessoal no suspeito, também foi encontrado em sua carteira R$ 1,6 mil em espécie, o que pode configurar também, o recebimento de outras propinas. Também foram apreendidos seus dois telefones celulares.

Leia Também:  Polícia Federal prende homem por posse de arquivos de abuso e exploração sexual infantil em São Paulo

O envolvido foi preso em flagrante e conduzido para a Superintendência da Polícia Federal no Cais do Apolo. Ele responderá pelo crime de corrupção passiva e, caso seja condenado, poderá pegar penas que variam de 2 a 12 anos de reclusão, além de multa.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Pernambuco

Contato: (81) 2137-4076
E-mail: [email protected]

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia Federal

Polícia Federal prende homem por posse de arquivos de abuso e exploração sexual infantil em São Paulo

Publicados

em

Por


.

Campinas/SP – A Polícia Federal prendeu, na manhã desta terça-feira, 7, na cidade de Várzea Paulista, SP, um homem que mantinha arquivos diversos com cenas de violência sexual contra crianças. As investigações tiveram início após informações oriundas dos órgãos centrais da Polícia Federal e da polícia americana.

O investigado, tentando se ocultar para obter e compartilhar impunemente as imagens ilícitas, utilizava apenas conexões de lan houses, espaços e bibliotecas públicas, o que levou a uma perseguição virtual por três anos pela Polícia Federal que, por cruzamento de dados, conseguiu identificá-lo.

Nesta manhã, ao cumprir o mandado de busca e apreensão na residência do investigado, expedido pela 2ª Vara Federal de Jundiaí, a Polícia Federal encontrou inúmeros arquivos com cenas de violência sexual contra crianças.

Além de armazenar tais arquivos, o investigado também disponibilizava e transmitia arquivos com cenas de abuso e de exploração sexual de crianças e adolescentes, pela internet, em rede internacional.

Preso em flagrante, o investigado já responderá como incurso nas penas previstas no artigo 241-B do ECA, com reclusão de 1 a 4 anos.

Leia Também:  PF cumpre mandados contra suspeitos de roubo a banco no Paraná

Agora, todo o material apreendido será encaminhado para a realização de exames periciais, de forma a se constatar se ele também praticava outros crimes, como a produção dos referidos arquivos, crime previsto no 241-D do ECA – Estatuto da Criança e Adolescente – bem como de estupro de vulnerável, previsto no artigo 217-A do Código Penal, podendo levar a pena a ultrapassar 20 anos de prisão.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Campinas

Telefone (19) 3345-2260

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo