Polícia Federal

PF investiga servidores públicos envolvidos em esquema de contrabando de cigarros

Publicados

em


.

Campo Grande/MS – A Polícia Federal, com apoio da Corregedoria da Polícia Civil do Estado de Mato Grosso do Sul, deflagrou na manhã desta quinta-feira (28/5) a Operação Arithmoi, quarta fase da Operação Nepsis.

Cerca de 60 policiais federais deram cumprimento a 11 mandados de busca e apreensão, nos municípios de Amambai, Iguatemi, Itaquiraí, Naviraí e Ponta Porã, expedidos pela 2ª Vara Federal de Ponta Porã.

A ação teve por objetivo angariar elementos de prova referentes ao pagamento de vantagens indevidas a um núcleo de policiais civis do Estado de Mato Grosso do Sul descoberto a partir da identificação de listas de contabilidade contendo registros de pagamento a alguns  policiais civis da região conhecida como “Cone Sul”.

As referidas listas foram encontradas em documentos e celulares apreendidos em posse de membros da Organização Criminosa conhecida como “Máfia do Cigarro”, a qual foi alvo da primeira fase da Operação Nepsis, deflagrada em 22/09/2018.

Sete servidores da Polícia Civil foram identificados como possíveis líderes regionais do esquema de distribuição de valores realizados pela “Máfia dos Cigarros” para a facilitação do contrabando. Cinco deles tiveram a suspensão da função pública decretada cautelarmente pelo juízo, ao passo que os outros dois já se encontram aposentados.

Leia Também:  PF combate contrabando de cigarros estrangeiros em Minas Gerais

A organização criminosa investigada na Operação Nepsis formou um verdadeiro consórcio de grandes contrabandistas, com a criação de uma sofisticada rede de escoamento de cigarros contrabandeados do Paraguai. Ela se estruturava em dois pilares: um sistema logístico de características empresariais e, ainda, a corrupção de policiais para facilitar o esquema criminoso.

Será concedida à imprensa entrevista coletiva ainda nesta manhã, às 10h, na sede da Superintendência da Polícia Federal em Campo Grande.

 

Contato: (67) 3368-1105
E-mail: [email protected]

 

***A operação foi denominada “Arithmoi”, o que significa “Números” em grego e remete à contabilização de vantagens indevidas encontradas nas listas de pagamento.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia Federal

PF e PRF prendem dois traficantes com mais de 30 kg de cocaína em Quissamã/RJ

Publicados

em

Por


.

Quissamã/RJ – Na manhã de hoje, 10/07, policiais federais, em ação conjunta com a Polícia Rodoviária Federal, prenderam dois homens transportando mais de 30 kg de pasta base de cocaína, em Quissamã/RJ, no Norte Fluminense.

A ação ocorreu durante fiscalização de rotina na rodovia BR-101 e contou com a troca de informações de inteligência entre os órgãos (PF e PRF). A droga foi encontrada pelos policiais, em compartimento preparado para ocultar drogas, no interior de dois veículos, também, apreendidos na ação.

Os policiais avistaram os carros em atitude suspeita e após abordagem e buscas minuciosas lograram êxito em encontrar as drogas que, segundo informações, teriam como destino a cidade Campos/RJ.

 Os presos foram encaminhados com a droga e os veículos apreendidos para formalização do Auto de Prisão em Flagrante na Delegacia de Polícia Federal em Macaé/RJ.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro

[email protected] | www.pf.gov.br

(21) 2203-4404 / 4405 / 4406 / 4407

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  PF e forças de segurança realizam apreensão de caminhão com carregamento ilícito de cigarros paraguaios
Continue lendo