Polícia Federal

PF apreende quase 70 kg de drogas no Aeroporto de SP durante o final de semana

Publicados

em

Guarulhos/SP – A Polícia Federal prendeu, entre os dias 30/11 e 1/12, no Aeroporto Internacional de São Paulo, nove passageiros de voos internacionais com drogas nas bagagens. Em 10 ações distintas realizadas junto aos balcões de check-in, controle migratório e porões de bagagens despachadas, foram apreendidos mais de 70 kg das drogas cocaína e haxixe.

No sábado (30), foram realizadas 5 prisões. Com um brasileiro, que pretendia embarcar para Hong Kong, na China, quase 6 kg de cocaína foram encontrados dentro de embalagens para refresco em pó. Dentro de quatro malas pertencentes a um nigeriano que embarcaria para Addis Ababa, na Etiópia, policiais federais, com o auxílio de cães farejadores, encontraram mais de 5 kg de cocaína ocultos em suas estruturas. Uma brasileira tentou embarcar para Paris, na França, com mais de 1 kg de cocaína oculto em suas roupas íntimas. No controle migratório, uma venezuelana foi detida com 3 kg de cocaína em fundos falsos de sua bagagem de mão. A mulher pretendia embarcar para Joanesburgo, na África do Sul. Dezesseis tijolos compostos por cocaína prensada, cujo peso somou 16 kg, foram encontrados dentro de duas mochilas pertencentes a uma brasileira que viajaria para a cidade do Porto, em Portugal.

Leia Também:  PF prende suspeito de atuar na logística do garimpo em terra indígena ianomâmi

No domingo (1/12), os policiais foram acionados em razão de uma mala, sem identificação, ter sido encontrada pelos funcionários que processam as bagagens junto às esteiras. A mala foi submetida ao raio-x e foi detectado conteúdo suspeito. Após a realização da perícia na bagagem suspeita, foram encontrados mais de 20 kg de cocaína, cujo destino seria a França. Foi instaurado inquérito policial para se apurar os responsáveis pela tentativa de inserção do material ilícito. Em outra ação, quase 3 kg de cocaína foram encontrados dentro de latas que estavam na mala de uma venezuelana que pretendia embarcar para Addis Ababa, na Etiópia. Para o mesmo destino, foram interceptados outros 3 kg de cocaína que estavam ocultos em fundos falsos da mala pertencente a um brasileiro. Proveniente de Frankfurt, na Alemanha, um brasileiro foi flagrado por servidores da Receita Federal com quase 13 kg de haxixe. A droga estava dividida em 256 volumes ocultos em fundos falsos de uma mala. A última prisão do fim de semana foi de uma mulher, nacional do Peru, que pretendia embarcar para Amsterdã, na Holanda, levando 2 kg de cocaína ocultos também em um fundo falso da sua mala de viagem.

Leia Também:  PF incinera 25 toneladas de maconha no Mato Grosso do Sul

Os presos serão conduzidos aos presídios estaduais, onde permanecerão à disposição da Justiça.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos

Contato: (11) 2445-2212

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia Federal

PF prende suspeito de atuar na logística do garimpo em terra indígena ianomâmi

Publicados

em

Por


.

Boa Vista/RR – A Polícia Federal prendeu em flagrante, nesta sexta-feira (3/7), um suspeito de atuar na logística aérea para apoio a atividades de mineração ilegal em reserva indígena ianomâmi e de ser proprietário de garimpo na região.

O homem foi preso em Boa Vista/RR com mais de dois quilos de ouro, durante o cumprimento de um mandado de busca, expedido pela 2ª Vara da Justiça Federal em Roraima.

O inquérito policial apura a abertura de pistas clandestinas localizadas no município de Alto Alegre/RR, das quais dependeriam as atividades ilícitas relacionadas ao garimpo que ocorreria na reserva indígena, bem como as atividades clandestinas de radiofonia e transporte irregular de combustível e dos próprios garimpos. As investigações seguem em andamento.

O suspeito, que já foi alvo de outras quatro ações da Polícia Federal, possui uma condenação pelo crime de genocídio e poderá responder, em razão da prisão de hoje, pelo crime de usurpação de patrimônio da União, com pena de até 5 anos.

Leia Também:  PF encontra um dos maiores laboratórios de falsificação de moeda no Brasil

O preso foi encaminhado ao sistema prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

 

Comunicação da Polícia Federal em Roraima.
Contato: (95) 3621-1500
[email protected]

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo