Polícia Federal

PF apreende 35 caixas de cigarros contrabandeados do Paraguai

Publicados

em

Guaíra/PR – Nesta segunda-feira (2/12), mais uma apreensão foi realizada por equipes que participam da OPERAÇÃO HÓRUS, integrada pela POLÍCIA FEDERAL, COBRA/BPFRON/PMPR, TIGRE/PCPR, BOPE/PMMS, RODOVIÁRIA FEDERAL (PRF), FORÇA NACIONAL e pelo EXÉRCITO BRASILEIRO, com apoio da SEOPI – Secretaria de Operações Integradas/MJSP.

Durante patrulhamento de rotina na zona rural de Guaíra, policiais suspeitaram de movimentação em Porto clandestino na zona rural de Guaíra e resolveram realizar aproximação para fiscalização. Ao se aproximar do local, visualizaram comboio de veículos deslocando em alta velocidade em estrada rural da região.

Na tentativa de abordagem, os criminosos jogaram o veículo contra a equipe policial. Mesmo com sinais luminosos, o criminoso continuou sua empreitada contra a equipe policial e colidiu seu veículo contra a viatura da PF.

No local foram apreendidos um veículo (aparentemente produto de furto) carregado com aproximadamente 35 caixas de cigarros contrabandeados do Paraguai.

Os materiais apreendidos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Federal de Guaíra para lavratura do auto de prisão em flagrante e outros procedimentos de praxe.

Leia Também:  PF prende suspeito de participar de diversos assaltos a agências dos Correios no ES

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Guaíra/PR
Disque denúncia: (44) 3642-9131

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia Federal

PF prende suspeito de atuar na logística do garimpo em terra indígena ianomâmi

Publicados

em

Por


.

Boa Vista/RR – A Polícia Federal prendeu em flagrante, nesta sexta-feira (3/7), um suspeito de atuar na logística aérea para apoio a atividades de mineração ilegal em reserva indígena ianomâmi e de ser proprietário de garimpo na região.

O homem foi preso em Boa Vista/RR com mais de dois quilos de ouro, durante o cumprimento de um mandado de busca, expedido pela 2ª Vara da Justiça Federal em Roraima.

O inquérito policial apura a abertura de pistas clandestinas localizadas no município de Alto Alegre/RR, das quais dependeriam as atividades ilícitas relacionadas ao garimpo que ocorreria na reserva indígena, bem como as atividades clandestinas de radiofonia e transporte irregular de combustível e dos próprios garimpos. As investigações seguem em andamento.

O suspeito, que já foi alvo de outras quatro ações da Polícia Federal, possui uma condenação pelo crime de genocídio e poderá responder, em razão da prisão de hoje, pelo crime de usurpação de patrimônio da União, com pena de até 5 anos.

Leia Também:  PF cumpre mandado de busca e apreensão no âmbito da Operação Arquivo Proibido

O preso foi encaminhado ao sistema prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

 

Comunicação da Polícia Federal em Roraima.
Contato: (95) 3621-1500
[email protected]

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo