Cidades

Peão morre pisoteado por touro na região de Umuarama

Publicados

em

Um peão de São Jorge do Patrocínio morreu após ser pisoteado por um boi. O caso aconteceu nesta quinta-feira (13) e amigos gravaram o momento em que ocorre o acidente.
De acordo com informações da Polícia Militar (PM) a vítima chegou a ser sorrida após ser pisoteada pelo bovino. “Ele foi atingido na face, mas antes de chegar a Umuarama veio a óbito”, explicou o sargento Celino.
A identidade da vítima não foi repassada pelas autoridades policiais, mas o primeiro nome do peão é Devanir.


Fonte: O Bem Dito

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Homem chama a Polícia Militar após ter sido ameaçado e acaba preso em Campo Mourão
Propaganda

Cidades

Ministério Publico dá 48 Horas Para Prefeitos Justificarem Reabertura do Comércio

Publicados

em

Após os prefeitos Pedro Coelho (Goioerê); Rafael Bolacha (Moreira Sales); Suely Silva (Rancho Alegre D’Oeste); e Reinaldo Krachisnki (Quarto Centenário) , anunciarem a abertura do comércio destas cidades, a partir de segunda-feira (6), o Ministério Público da Comarca encaminhou recomendação administrativa ao gestores dando o prazo de 48 horas para se manifestarem, justificando a abertura das lojas.
A decisão dos gestores contraria recomendações das autoridades e especialistas em saúde, que defendem o isolamento social para evitar a disseminação do vírus. Vale lembrar que destas cidades, Goioerê já tem um caso confirmado do Covid-19. O documento encaminhado aos municípios foi assinado pelos promotores de Justiça, Guilherme Franchi da Silva Santos e Edson Ricardo Scolari Filho.
O MP requereu aos prefeitos a ata da reunião entre os gestores com os pareceres técnicos de suas secretarias de Saúde para confirmar se a decisão foi técnica e segue os preceitos estabelecidos pelas autoridades de saúde. “No que tange à instituição ou revogação de
qualquer medida sanitária restritiva, que seus atos sejam obrigatoriamente alicerçados e precedidos de rigorosa análise técnica sanitária, buscando-se, preferencialmente, alinhamento ao posicionamento da 11ª Regional de Saúde da SESA (Secretaria Estadual da Saúde)”, afirmaram os promotores de Justiça na recomendação.
De acordo com a promotoria, caso as medidas anunciadas pelos municípios não tenham embasamento técnico e sanitário, e mesmo assim os prefeitos mantenham seus comércios em funcionamento, poderão responder ação civil Justiça.

Leia Também:  Processo seletivo do IBGE tem 5 vagas para recenseadores em Nova Cantu

Fonte: Tribuna do Interior

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo