Policial

PCPR prende travesti suspeita de estupro de vulnerável em Quatro Barras

Publicados

em

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu, na última sexta-feira (29), uma travesti, de 45 anos, suspeita de estupro de vulnerável contra um adolescente autista, de 17 anos, em Quatro Barras, Região Metropolitana de Curitiba (RMC). A prisão aconteceu na residência da suspeita, no bairro São Pedro, na mesma cidade.

Conforme apurado durante a investigação, no dia 27 de setembro desse ano, o adolescente teria perdido o trasporte escolar na saída da escola. Então ele teria decidido ir a pé para casa. No meio do caminho ele teria sido abordado pela travesti que estava em um veículo. Com a promessa de que ela o levaria para casa, o menino entrou no carro. Nesse trajeto ela teria cometido os abusos.

Após saber da situação, a mãe do menino procurou a polícia e registrou o Boletim de Ocorrência. Até então, pensava-se que a suspeita era uma mulher. Durante a investigação descobriu-se que se tratava de uma travesti, após a placa do seu veículo ser verificada. Há indícios ainda de que outros dois menores também tenham sido vítimas de abuso pela mesma pessoa.

Leia Também:  PCPR esclarece suspeito de homicídio no Cajuru

A travesti foi presa preventivamente e está à disposição da Justiça.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

Campanha de arrecadação de cobertores para o Hospital do Câncer de Londrina é promovida pela Companhia de Choque de Londrina

Publicados

em

Por


.

Marcia Santos
Jornalista Responsável

 

Policiais militares da Companhia de Choque do 5º Batalhão de Polícia Militar (5º BPM), pertencente ao 2º Comando Regional de Polícia Militar (2º CRPM), fizeram a entrega de 855 cobertores arrecadados pela unidade para o Hospital do Câncer de Londrina (PR), nesta segunda-feira (25/05).

De início, foi iniciada uma campanha com o objetivo de arrecadar 400 cobertores para o hospital, porém, com a ajuda dos colaboradores e amigos do batalhão, foram arrecadados 855 unidades, o dobro da meta, um valor aproximado de R$ 23.000,00 a serem repassados à instituição.

A companhia de Choque do 5º Batalhão já possui laços estreitos com o Hospital do Câncer de Londrina, visto que em 2019 foi realizada uma costelada pela companhia que resultou na arrecadação de R$ 20 mil para o hospital. Diante da situação causada pelo COVID-19, não foi possível realizar a costelada neste ano, porém, a solidariedade prevaleceu e a campanha dos cobertores foi um sucesso.

O 5º Batalhão agradece o empenho dos militares estaduais que fizeram a campanha acontecer, em especial a todos que colaboraram e contribuíram com a doação dos cobertores, pois a partir desta boa ação, o inverno que está por vir poderá ser menos rigoroso para muitos pacientes internados.

Leia Também:  Em Foz do Iguaçu, no Oeste do estado, PM prende homem e apreende quatro quilos de drogas

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo