Estadual

Paraná reforça divisas no combate ao crime organizado

Publicados

em


.

As forças de segurança do Paraná reforçaram a partir desta sexta-feira (31) a fiscalização e policiamento nas divisas com São Paulo, para evitar a entrada de criminosos no Estado. A medida se dá por causa do assalto ocorrido em Botucatu, interior de São Paulo, na última quinta-feira (30), quando mais de 40 homens estiveram no município com armamento pesado para assaltar um banco.  

 A intenção da Secretaria da Segurança é inibir a entrada de marginais no Paraná e evitar possíveis atividades de grupos criminosos. Todas as forças de segurança estaduais estão atuando de forma integrada na ação, que conta com representantes do Departamento de Inteligência, Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Científica, Departamento Penitenciário do Paraná, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal e demais instituições relacionadas.

COMPARTILHAR – Após reunião do secretário da Segurança Pública do Paraná, Romulo Marinho Soares, com a cúpula da segurança aranaense, foi definido que uma equipe do órgão iria até São Paulo, nesta sexta-feira para compartilhar informações e debater ações junto com a segurança pública daquele estado.

Leia Também:  Paraná chega a 96.697 casos e 2.488 mortes pelo coronavírus

 Nas divisas com São Paulo foram implantados novos pontos de fiscalização, que contarão com reforço das forças policiais, além da intensificação do patrulhamento ostensivo em toda a extensão das divisas.

A coordenação operacional é da Polícia Militar, principalmente por meio do Batalhão de Polícia Rodoviária e setores de inteligência do Estado, e a investigação cabe à Polícia Civil. As outras instituições estarão no apoio. 

 OUTRA OPERAÇÃO – Também relacionado a forte repressão ao crime organizado, a Polícia Civil prendeu, na manhã desta sexta-feira (31), dois foragidos da Justiça. De acordo com a polícia, eles já cometeram crimes de roubos a bancos e estariam planejando um roubo à carro forte no Paraná.

 SÃO PAULO – Na última quinta-feira, mais de 40 suspeitos estiveram no município de Botucatu, em São Paulo, com forte armamento para assaltar um banco. Eles fizeram moradores de reféns e invadiram um batalhão da Polícia Militar daquele município, quando houve uma troca de tiros entre polícia e marginais.

 Apenas uma das agências foi destruída com explosivos. Nas outras, a polícia conseguiu conter a ação. Além disso, carros foram incendiados pelos suspeitos em duas rodovias de acesso ao município.

Leia Também:  Governo do Paraná assina memorando técnico com a Rússia para estudar vacina

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Paraná chega a 96.697 casos e 2.488 mortes pelo coronavírus

Publicados

em

Por


.

A Secretaria de Estado da Saúde informa que o Paraná tem 96.697 casos confirmados de Covid-19 e 2.488 mortes em consequência da infecção até esta quarta-feira (12). Foram confirmados mais 1.818 diagnósticos positivos e 71 óbitos pelo novo coronavírus. Há ajustes nos casos confirmados detalhados ao final do texto.

INTERNADOS – 1.087 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. Destes, 841 ocupam leitos SUS (404 em UTI e 437 em leitos clínicos/enfermaria) e 246 leitos da rede particular (103 em UTI e 143 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 1.071 pacientes internados, 492 em leitos UTI e 579 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo vírus Sars-CoV-2.

ÓBITOS – A secretaria estadual informa a morte de 71 pacientes. Todos estavam internados. São 31 mulheres e 40 homens com idades que variam de 30 a 102 anos. Um óbito ocorreu em 24 de junho, dois em julho e os demais no mês de agosto.

Os pacientes residiam em: Curitiba (16), Londrina (5), Cascavel (4), Telêmaco Borba (4), Maringá (3), Piraquara (3), Araruna (2), Araucária (2), Campo Mourão (2), Colombo (2), Rolândia (2) e São José dos Pinhais (2). Uma morte foi registrada em cada um dos seguintes municípios: Almirante Tamandaré, Alto Piquiri, Apucarana, Arapongas, Cambé, Campina Grande do Sul, Campo Bonito, Carlópolis, Corbélia, Dois Vizinhos, Florestópolis, Guaraci, Ivaiporã, Jaguapitã, Jataizinho, Paranaguá, Paranavaí, Perobal, Ponta Grossa, Quinta do Sol, Ribeirão do Pinhal, Santa Tereza do Oeste, Santa Terezinha de Itaipu, Sarandi.

Leia Também:  Sanepar divulga tabela de rodízio na RMC até 19 de agosto

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da secretaria estadual registra 1.088 casos de pessoas que não moram no Estado. Destas, 28 morreram.

Os casos de fora do Paraná estavam somados aos números informados anteriormente. Seguem as retificações dos dados.

Dia 8 de agosto: 2.228 novos casos, sendo 2.210 de residentes no Paraná e 18 de não residentes no Estado. O número de óbitos nesta data foi 49. Os totais ficaram: 90.123 casos confirmados (após o ajuste de transferência de 2 casos para fora do Estado) e 2.292 óbitos (depois da exclusão de um registro duplicado).

Dia 9 de agosto: 1.739 casos, sendo 1.719 de residentes no Paraná e 20 de não residentes no Estado. O número de óbitos nesta data foi 26. Os totais ficaram: 91.842 casos confirmados e 2.318 óbitos.

Dia 10 de agosto: 1.507 casos, sendo 1.483 de residentes no Paraná e 24 de residentes fora do Estado. O número de óbitos nesta data foi de 52. Os totais ficaram: 93.325 casos confirmados e 2.370 óbitos.

Dia 11 de agosto: 1.570 casos, sendo 1.556 de residentes no Paraná e 14 de residentes fora do Estado. O número de óbitos nesta data foi de 47 (após transferência de uma morte confirmada no dia 28 de junho em Pinhais para Balneário Camboriú (SC). Os totais ficaram: 94.882 casos confirmados (depois da inclusão de um caso confirmado fora do Paraná e transferido para Palmeira) e 2.417 óbitos.

Alteração de município:

Um caso confirmado em 28/07 em Balsa Nova foi transferido para Campo Largo.

Leia Também:  Fórum Paranaense de Turismo Religioso será nesta quinta e sexta-feira

Um caso confirmado em 03/07 em Balsa Nova foi transferido para Campo Largo.

Um caso confirmado em 23/07 em Balsa Nova foi transferido para Curitiba.

Um caso confirmado em 16/07 em Balsa Nova foi transferido para Campo Largo.

Um caso confirmado em 30/07 em Balsa Nova foi transferido para Campo Largo.

Um caso confirmado em 30/07 em Balsa Nova foi transferido para Curitiba.

Um caso confirmado em 22/06 em Contenda foi transferido para Araucária.

Um caso confirmado em 29/06 em Contenda foi transferido para Curitiba.

Um caso confirmado em 04/07 em Bocaiúva do Sul foi transferido para Pinhais.

Um caso confirmado em 05/07 em Quitandinha foi transferido para Curitiba.

Um caso confirmado em 29/06 em Rio Branco do Sul foi transferido para Itaperuçu.

Um caso confirmado em 03/07 em Quatro Barras foi transferido para Curitiba.

Dois casos confirmados em 01/07 em Quatro Barras foram transferidos para Piraquara.

Um caso confirmado em 05/07 em Quatro Barras foi transferido para Piraquara.

Um caso confirmado em 01/08 em Piên foi transferido para Curitiba.

Um caso confirmado em 21/07 em Pinhais foi transferido para Piraquara.

Um caso confirmado em 03/08 em Santa Cecília do Pavão foi transferido para Ibiporã.

Exclusões:

Três casos confirmados em 10/08 em Curitiba foram excluídos por duplicidade de notificação.

Confira o informe completo.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo