Entretenimento

Paolla Oliveira mostra resultado de tombo em casa durante quarentena

Publicados

em


source

Em entrevista ao Canal BrasilPaolla Oliveira revelou ter sofrido um tombo dentro de casa durante a quarentena . A atriz disse que ficou toda machucada ao ser questionada se tinha descoberto algo novo em sua casa nesse período de isolamento.

Paolla Oliveira
Reprodução/Instagram

Paolla Oliveira


Leia também: Paolla Oliveira se empolga em show e acaba mostrando demais

“Eu não ia falar, porque eu até cobri aqui o… maquiei, não está aparecendo muito, mas a gente acaba, mesmo dentro de casa, percebendo que a vida é bastante frágil. Eu tomei um tombo em casa, estou toda machucada!”, disse Paolla Oliveira .

Leia também: Douglas Maluf dá bronca em seguidor após comentários sobre Paolla Oliveira

Ao vivo, a atriz da Globo disse que o acidente foi há três dias, mas que agora está tudo bem. Ela aproveitou para mostrar os ferimentos nas mãos, nos braços e na cabeça. “Estou com os dedos todos machucados”, explicou Paolla Oliveira .

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Karinah transforma sucesso de Ivete Sangalo em hit de samba e pagode
Propaganda

Entretenimento

“Não sou nem fui homofóbico”, diz Leandro Narloch após ser demitido da CNN

Publicados

em

Por


source
Leandro Narloch ma CNN
Reprodução/CNN

Leandro Naloch afirma ter concordado com a doação de sangue por homens homossexuais


No início da tarde da última sexta-feira (10), Leandro Narloch foi  cortado do estafe de jornalismo da CNN Brasil após ter usado o termo “comportamento promíscuo” para se referir a homens gays . O jornalista se pronunciou sobre a decisão da emissora em seu Twitter, afirmou não ser homofóbico e fez alerta à cultura do cancelamento .


“A cultura do cancelamento me pegou”, começa em um pronunciamento feito no Instagram, replicado em seu perfil no Twitter. Ele lamenta pela decisão da CNN após “polêmica”. “Não sou nem fui homofóbico, tenho horror a homofobia e concordei explicitamente com a doação de sangue por homossexuais”, escreveu. 

A demissão aconteceu após má repercussão de sua fala opinando sobre a medida. Ele usa o termo “opção sexual” para se referir à orientação sexual de homens gays e relaciona pessoas que não estão em um relacionamento estável como “promíscuas” por poderem ter mais de um parceiro sexual.

Leia Também:  Karinah transforma sucesso de Ivete Sangalo em hit de samba e pagode


Narloch afirmou preocupação quanto à chamada cultura do cancelamento. “Me preocupa o clima da sociedade de hoje, em que é impossível discordar até mesmo de termos ou terminologias sem causar histeria, sem que o outro lado seja considerado um monstro que precisa ser banido”, disse.


O jornalista afirmou que está nos seus planos futuros iniciar um curso sobre cultura do cancelamento na tentativa de “preservar a diversidade ideológica e a liberdade do debate”.

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo