Estadual

Ouvidor da Saúde passa a atuar na Ouvidoria Geral do Estado

Publicados

em


.

O ouvidor geral do Sistema Único de Saúde (SUS) no Paraná, Yohhan de Souza, assume a Ouvidoria Geral do Estado. Ele foi indicado pelo controlador-geral do Estado, Raul Siqueira.

As ouvidorias são uma forma de ampliação do espaço público e democrático, que buscam valorizar o exercício cotidiano da cidadania, por meio de solicitações, sugestões, reclamações, denúncias e elogios sobre as ações e programas de governo.

A Ouvidoria Geral do Estado é a gestora das ouvidorias das secretarias e de órgãos públicos e tem, também, a função de coordenação e manutenção do Sistema Integrado para Gestão de Ouvidorias – SIGO, do Poder Executivo Estadual.

SAÚDE – Criada por meio da Resolução número 113/2011, a Ouvidoria Estadual do SUS no Paraná passa a ter a terceira pessoa atuando como ouvidor. Quando foi instituída, a servidora Oliva de Fátima Pacheco Vasconcellos foi nomeada ouvidora e permaneceu no cargo até se aposentar, em 2018. Foi ela que indicou para a função o seu então assessor, Yohhan Garcia de Souza, que havia iniciado o trabalho na área como estagiário.

“A Secretaria da Saúde tem um time de pessoas conhecedoras da ouvidoria, temos a sorte neste aspecto”, diz o secretário da Saúde, Beto Preto. Além de Yohhan, ele cita sua própria experiência como primeiro ouvidor geral do SUS nacional. Beto Preto também cita chefe de gabinete da Secretaria da Saúde, Geraldo Biesek, que trabalhou com ele no Ministério da Saúde, e o diretor-geral da Secretaria, Nestor Werner Junior, que implantou ouvidorias nos municípios quando foi diretor de Regional. “São forças e conhecimentos distintos que vieram para somar e tornaram possível a ouvidoria como é hoje”, afirma o secretário.

Leia Também:  Paraná tem 1.536 novos casos e 26 mortes pela Covid-19

Ele destaca que o novo titular da Ouvidoria Geral do Estado fez um diferencial durante a pandemia pela Covid-19, à frente do atendimento à população pelo 0800 e whatsapp, esclarecendo dúvidas e orientando cidadãos. “Reconhecemos todo o empenho e dedicação”, comentou.

Yohhan de Souza atua na Ouvidoria Geral da Saúde desde os primeiros meses de existência do setor, entrou como estagiário e se estabeleceu, chegando até o cargo de coordenação da área em 2018. “Trabalho com muita vontade, porque a Ouvidoria é uma forma de servir à população”, diz ele.

PANDEMIA – A Ouvidoria da Secretaria da Saúde expandiu a atuação em meio à pandemia. A equipe que atua na área foi reforçada com a Central de Atendimento Avançado Covid-19, com atuação 24 horas por dia, sete dias por semana.

“Por causa da Covid-19, alguns dos nossos planos foram alterados. Mas sem dúvida a atuação da Ouvidoria nesse período foi importante e fundamental para ajudar o esclarecimentos e orientações para a população”, completa Yohhan.

NOVA OUVIDORA – A servidora da Secretaria da Saúde, Patrícia Maria Cardoso Ferreira assumiu a Ouvidoria Geral do SUS esta semana. Tem formação técnica em enfermagem e gestão em saúde. “Após passar pela Ouvidoria da Regional de Saúde de Paranavaí, percebi que essa área propiciava o que eu buscava, que era a aproximação com o cidadão”, diz ela.

Leia Também:  Dia Mundial da Limpeza tem adesão de 12 instituições no Paraná

Inicialmente Patrícia pretende seguir com as ações em andamento e em breve efetivar a instalação do número tridígito para atendimento ao cidadão.

MANIFESTAÇÕES – Todo cidadão pode registrar manifestação na Ouvidora Geral do SUS no Paraná. Para isso, poder utilizar o whatsapp (41) 3330-4414 ou ligação pelo 0800 644 44 14.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Paraná tem mais 1.407 casos confirmados e 17 óbitos pela Covid-19

Publicados

em

Por


.

A Secretaria de Estado da Saúde confirmou, neste domingo (20), 1.407 novos casos e 17 óbitos pela infecção causada pelo novo coronavírus. O Paraná soma agora 163.161 casos e 4.067 mortos em decorrência da doença. Há ajustes nos casos confirmados, que são detalhados ao final do texto.

INTERNADOS – 1.053 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados hoje; 870 pacientes estão em leitos SUS (420 em UTI e 450 em leitos clínicos/enfermaria) e 183 em leitos da rede particular (76  em UTI e 107 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 1.013 pacientes internados, 440 em leitos UTI e 573 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo vírus Sars-CoV-2.

ÓBITOS – A secretaria estadual informa a morte de mais 17 pacientes, todos estavam internados. São 7 mulheres e 10 homens, com idades que variam de 28 a 89 anos. Os óbitos ocorreram entre os dias 21 de julho e 20 de setembro.

Leia Também:  Colégios adaptam feira de ciências para ambiente virtual

Os pacientes que faleceram residiam em: Curitiba (5), Almirante Tamandaré (2), Araucária (2), Piraquara (2), Ponta Grossa (2), Telêmaco Borba (2), Campo Largo (1) e Colombo (1).

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Sesa registra 1.727 casos de residentes de fora, 43 pessoas foram a óbito.

AJUSTES:

Alteração de município:

Um caso confirmado no dia 12/6 em Curitiba foi transferido para Piraquara.
Um óbito confirmado no dia 21/7 em Curitiba (M, 53a) foi transferido para Piraquara.
Um óbito confirmado no dia 01/8 em Curitiba (F, 47a) foi transferido para Piraquara.
Um óbito confirmado no dia 11/8 em Curitiba (F, 76a) foi transferido para Piraquara.

Exclusões – 10

Um caso confirmado no dia 16/9 em Colombo foi excluído por duplicidade de notificação.
Um caso confirmado no dia 17/9 em Curitiba foi excluído por duplicidade de notificação.
Um caso confirmado no dia 17/9 em Florestópolis foi excluído por duplicidade de notificação.
Um caso confirmado no dia 17/9 em Cascavel foi excluído por duplicidade de notificação.
Um caso confirmado no dia 17/9 em Londrina foi excluído por duplicidade de notificação.
Um caso confirmado no dia 17/9 em Iguaraçu foi excluído por duplicidade de notificação.
Um caso confirmado no dia 17/9 em Rolândia foi excluído por duplicidade de notificação.
Um caso confirmado no dia 18/9 em Carambeí foi excluído por duplicidade de notificação.
Um caso confirmado no dia 4/9 em Ponta Grossa foi excluído por duplicidade de notificação.
Um caso confirmado no dia 17/9 em Telêmaco Borba foi excluído por duplicidade de notificação.

Leia Também:  Escolas agendam atendimento individual durante a pandemia

Confira o informe completo clicando aqui.

 

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo