Estadual

Operação especial recebe tanques blindados no Porto de Paranaguá

Publicados

em


.

O Porto de Paranaguá recebeu nesta terça-feira (15) uma remessa de 30 tanques blindados, doados pelos Estados Unidos ao Exército Brasileiro. A operação especial foi organizada pela empresa Portos do Paraná, em conjunto com representantes do Comando da 5a Região Militar e da empresa Marcon Logística Portuária. Os veículos vieram de Galveston, Texas, para serem usados em treinamento, combate e defesa.

A carga chegou no navio Arc Resolve, de bandeira norte-americana, e o desembarque foi iniciado por volta das 9 horas, no berço 215. “É uma movimentação diferente, planejada pensando no trajeto completo, até o destino final”, explica o diretor de Operações da Portos do Paraná, Luiz Teixeira.

O desembarque foi acompanhado por uma equipe técnica do Exército Brasileiro. “A ideia é que os tanques sejam usados como uma viatura Posto de Comando, que é uma instalação utilizada pelo comandante da unidade”, disse o major Luiz Fernando Albino Silva. De acordo com o oficial, nesses veículos são desencadeados os comandos para as atividades do grupamento nas mais diversas operações.

Leia Também:  Paraná vai integrar consórcio internacional de pesquisa genômica

DETALHES – O modelo M577 A2 é anfíbio, possui motor diesel de 212 HP e é compatível com os mais diversos tipos de materiais optrônicos, inclusive de visão noturna. “Devido à sua versatilidade, pode ser adaptado para outras funções tais como ambulância, central de tiro e comunicações”, destaca o major Silva.

Os Estados Unidos costumam doar equipamentos usados a nações amigas, que posteriormente fazem a restauração e modernização, e dão nova vida útil aos tanques. Somente no Porto de Paranaguá foram recebidos 96 tanques em outubro de 2018 e outros 52 veículos blindados em setembro de 2016. A Portos do Paraná também atende o Exército Brasileiro no recebimento de equipamentos novos vindos da Europa.

TRAJETO – Nesta quarta-feira (16), 15 carretas especiais farão o deslocamento da carga do Porto de Paranaguá até a capital paranaense, via BR-277. Em Curitiba, todo o equipamento será desmontado, revisado e modernizado dentro dos padrões das Forças Armadas Brasileiras. Para isso, eles seguem em comboio para o Parque Regional de Manutenção e, posteriormente, para a 5a Brigada de Cavalaria Blindada.

Leia Também:  Plano Estadual de Saúde destaca o fortalecimento da regionalização

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Plano Estadual de Saúde destaca o fortalecimento da regionalização

Publicados

em

Por


.

O secretário da Saúde Beto Preto entregou formalmente, nesta quinta-feira (24), a versão final do Plano Estadual de Saúde (PES) aos membros do Conselho Estadual de Saúde do Paraná. O plano norteia as ações e programas que serão desenvolvidos na área pelo Governo do Estado até 2023. Uma das diretrizes mais destacadas no documento é o fortalecimento da regionalização da saúde no Paraná.

“Quero registrar que este é um trabalho realizado por muitas mãos e vai ser fruto da consulta e busca de parâmetros a serem alcançados na assistência, prevenção e abordagem à saúde pública no Paraná. Caminhamos com a perspectiva de levar a saúde perto da casa das pessoas, assegurando uma rede assistencial e hospitalar em que as distâncias sejam menores e que a saúde seja levada com qualidade para todos”, disse Beto Preto.

O presidente do CES/PR, Marcelo Hagebock Guimarães, falou sobre o trabalho que vem sendo desenvolvido pela Secretaria de Estado da Saúde e a perspectiva dos próximos anos. “Sabemos que tem um esforço muito grande a ser construído e parabenizo o trabalho que a gestão tem feito frente às ações realizadas pela saúde da população paranaense. Os desafios para os próximos anos são enormes, mas com sabedoria todas as ações serão realizadas dentro do proposto”, afirmou.

Leia Também:  Estado retoma obra paralisada do Centro de Educação Profissional de Ibiporã

PLANO ESTADUAL DE SAÚDE – O PES 2020/2023 contém um amplo diagnóstico e quatro dimensões estão na base de análise situacional: demográfica, de morbimortalidade, da oferta de ações e serviços de saúde e de gestão.

O plano teve como fundamentação as premissas de promoção à saúde, envelhecimento saudável, regionalização, inovação tecnológica em saúde, parcerias público-privadas, eficiência na gestão e compliance.

As diretrizes elencadas no exemplar são: qualificação da Gestão em Saúde, fortalecimento da Rede de Atenção à Saúde do Paraná, qualificação da Vigilância em Saúde, fortalecimento da Gestão do Trabalho e educação permanente em saúde e o fortalecimento do Controle Social no SUS.

“O PES é o instrumento estratégico importante para a construção do Sistema Único de Saúde. É fundamental o envolvimento e comprometimento de todos os conselheiros e gestores para a construção das diretrizes propostas, de forma a favorecer o alcance de bons resultados em prol da população e do aperfeiçoamento da gestão”, destacou a diretora de Atenção e Vigilância em Saúde da secretaria estadual, Maria Goretti David Lopes, que integra o CES.

Leia Também:  Plataforma online mostra nível dos rios em tempo real

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo