Estadual

Novo modelo de rodízio vigora a partir desta sexta na Grande Curitiba

Publicados

em


.

Começa a vigorar nesta sexta -feira (14) o novo modelo de rodízio no fornecimento de água de Curitiba e Região Metropolitana, em que houve redução do intervalo entre a suspensão e a retomada do abastecimento. Dividida em três grupos de bairros (e não mais em cinco), a população ficará um dia e meio sem água e um dia e meio com água (36 horas X 36 horas).                                        

A medida é necessária devido à forte estiagem que afeta os níveis dos reservatórios do Sistema de Abastecimento Integrado de Curitiba e Região Metropolitana (Saic). Além disso, é muito importante a população aderir à campanha Meta20, que visa a economia de 20% do consumo de água.

Com o engajamento da população na economia individual e o rodízio, a Sanepar espera que a água armazenada nas barragens seja suficiente até a vinda de chuvas em volumes significativos.

Nesta quinta-feira (13), o nível geral das barragens estava em 28%. A chuva que caiu, em torno de 10 milímetros, é insuficiente para alterar o nível das barragens.

Para saber se o seu endereço está no rodízio, basta entrar no site da Sanepar e acessar a tabela com a programação dos bairros. Todos os dias, cerca de 1,2 milhão de moradores de Curitiba e Região Metropolitana ficam sem o fornecimento. 

Veja a TABELA do rodízio. 

CAMPANHA META20
Confira práticas simples que garantem economia de água

Diminuir o tempo de banho
Considerando uma vazão média de 6 litros de água por minuto, um banho de 10 minutos consome 60 litros de água. Diminua esse tempo para cinco minutos e economize 30 litros. Em uma casa com quatro pessoas serão poupados 120 litros por dia. No final do mês a economia será de 3,6 mil litros de água, somente reduzindo pela metade o tempo do banho.

Leia Também:  Copel vai operar microrredes com geração distribuída

Fechar a torneira na escovação dos dentes ou usar um copo para enxágue 
Mantenha a torneira fechada ao escovar os dentes. Em apenas dois minutos de torneira aberta, você gasta cerca de 13,5 litros de água. Se você abrir o mínimo a torneira, consumindo, por exemplo, 3,5 litros, serão preservados 10 litros de água. Ao escovar os dentes três vezes ao dia serão 30 litros economizados. Em um mês, uma única pessoa terá deixado de consumir 900 litros, apenas controlando a torneira na escovação. Não faça a barba durante o banho. Lembre que 10 minutos de chuveiro ligado consomem no mínimo 60 litros de água.

Descarga no vaso sanitário
As caixas de descarga acopladas ao vaso sanitário têm vazão de 6 litros por vez. Coloque dentro das caixas uma garrafa de refrigerante embalagem PET de 1 litro com terra ou pedra, ou água da máquina de lavar. Isso economizará um litro por descarga sem comprometer a eficiência. Considerando que uma pessoa utiliza o vaso sanitário em média quatro vezes ao dia, em uma casa com quatro pessoas serão economizados 16 litros de água. Em um mês são 480 litros de economia.

Lavar louça
O ideal é acumular a louça. Empilhe e separe os itens do café e lave junto com a louça do almoço. Em média, uma torneira de pia de cozinha, funcionando 15 minutos, consome 120 litros de água. Ensaboe a louça com a torneira fechada. Se a economia for de 60 litros, em 30 dias serão 1,8 mil litros.

Redutor de água
Uma peça de fácil instalação e que pode diminuir pela metade a quantidade de água que sai das torneiras. Conhecida nas lojas de material de construção como redutor de vazão, pode ser encontrada em diferentes modelos e kits.

Leia Também:  Fazenda Rio Grande adere a programa para atração de investimentos 

Os redutores são pequenos anéis que controlam a quantidade de água na saída das torneiras de banheiros, cozinhas e tanques. A instalação é simples e não requer contratação de encanador.

Considerando o consumo médio da torneira de pia de lavar louça, com 120 litros em 15 minutos, o uso do redutor pode trazer uma economia de, no mínimo, 50%. Ou seja, 1,8 mil litros em um mês.

Não lave carros e calçadas
Use a vassoura para limpar o quintal, a calçada ou as áreas comuns de prédios e empresas ou reutilize a água que sai da máquina de lavar roupa. Para se ter uma ideia, uma mangueira ligada por 15 minutos gasta 280 litros de água. Use um balde e um pano para limpar o carro. Lembre-se novamente: uma mangueira ligada por 15 minutos gasta 280 litros de água.

A Meta20 é de todos – Precisamos economizar, no mínimo, 20% da água consumida em um mês. A crise hídrica, que está provocando a maior seca da história do Paraná, deve se prolongar. A Sanepar já implantou um novo sistema de rodízio, mas precisa que todos colaborem para alcançarmos a Meta20.

Converse com as pessoas à sua volta sobre o consumo consciente de água, incentive ações de economia e redução no uso desse bem tão valioso. Se você mora em prédio, fale com os moradores do seu condomínio e com o síndico, compartilhe essas dicas.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Bela Vista inicia montagem das unidades geradoras de energia 

Publicados

em

Por


.

Ao longo da última semana, três importantes marcos foram cumpridos na construção da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Bela vista, empreendida pela Copel em Verê e São João, no Sudoeste do Paraná. A ponte rolante (equipamento que permite o içamento e movimentação de grandes cargas dentro da casa de força) foi instalada e, com ela funcionando, foi possível realizar a descida do primeiro pré-distribuidor, equipamento que vai permitir o direcionamento do fluxo de água dentro da unidade geradora de energia.   

“Com esses dois eventos recentes viramos uma página na obra. A parte de construção civil já está bastante avançada e, a partir de agora, teremos uma concentração maior de atividades na casa de força com a montagem dos pré-distribuidores e logo na sequência, em novembro, a descida dos geradores.  A empresa SEMI já está montando alojamento na obra para acomodar 80 pessoas que irão trabalhar na montagem dos equipamentos”, explica o diretor executivo da Bela Vista Geração de Energia, empresa do grupo Copel. 

Além disso, foi finalizado o processo de desapropriações das áreas que serão destinadas à formação do reservatório da hidrelétrica. O enchimento está previsto para janeiro de 2021, logo após a finalização da barragem, e o início da geração de energia para fevereiro do ano que vem. “Essa conclusão das desapropriações é um pré-requisito para liberação do enchimento do reservatório pelo órgão ambiental. Cada uma dessas etapas vencidas tem grande relevância para que a obra se mantenha dentro do cronograma e cumprindo os prazos previstos em projeto”, afirma Seara. 

Leia Também:  Alunos e professores terão curso de programação gratuito

Bela Vista terá quatro unidades geradoras (conjuntos de turbinas e geradores). As três maiores serão montadas na casa de força principal que fica a uma distância de 150 metros da barragem – alternativa que permitiu melhor aproveitamento do desnível do terreno. E uma unidade geradora menor será instalada na casa de força complementar, junto à barragem, e vai gerar energia usando a vazão de mínima de água que deverá ser mantida rio abaixo de forma permanente. No total, a PCH terá 29,81 megawatts de potência instalada.   

As atividades de montagem dos equipamentos eletromecânicos da PCH serão intensificadas a partir de agora, já que a parte de construção civil da hidrelétrica está bastante avançada. O primeiro estágio de concretagem da casa de força está em 99% e a edificação já está recebendo a cobertura. Para uma segunda etapa, restará somente os acabamentos a serem realizados após a instalação completa das unidades geradoras.

No segundo trecho da barragem, iniciado após o desvio do Rio Chopim em junho deste ano, 70% do volume total de concreto compactado com rolo previsto em projeto já foi aplicado.

Leia Também:  Cadastramento para Lei Aldir Blanc pessoa física vai até 14 de outubro

A construção da tomada de água (ponto de captação de água do reservatório para os condutos que levarão até as turbinas) já atingiu 72%. Atualmente, cerca de 420 pessoas trabalham no canteiro de obras da PCH, que tem um plano de controle de saúde para este momento de pandemia.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo