Carros e Motos

Novo Honda HR-V deverá ser mostrado em meados de 2021, diz site

Publicados

em


source
Honda Concept D
Divulgação

Concept D é o protótipo que vai servir de base para a o novo Honda HR-V, na primeira metade do ano que vem

A Honda não vai ficar de fora da briga dos SUVs compactos em jeito de cupê. De acordo com o site Auto Car , o carro será mostrado em maio de 2021, com aspecto mais arrojado, atualizando o estilo de certa forma ousado da primeira geração, lançada há seis anos, com a maçaneta da porta traseira na coluna, o que dá a entender que o carro tem apenas três portas. Será uma resposta ao VW Nivus, que acaba de chegar ao Brasil.

LEIA MAIS: VW Nivus chega mais em conta e equipado que o T-Cross; confira

Pelo visto, as mudanças no HR-V não serão poucas, tanto por fora quanto por dentro e na parte mecânica. Além do novo desenho, o SUV da Honda ficará maior, em torno de 4,4 metros de comprimento (+ 8 cm) por 1.79 metros de largura (+ 2cm) e 1.59 m de altura (+ 1 cm), ainda de acordo com a publicação inglesa. Porém, o entre-eixos continuará sendo o mesmo, 2,61 m.

Leia Também:  São Paulo e Distrito Federal são os que mais parcelam débitos de veículos

Pelo menos em alguns mercados, entre as versões do novo Honda HR-V que vão estar disponíveis haverá uma híbrida, com dois motores elétricos. O primeiro para vencer a inércia e chegar até 80 km/h, quando passará a funcionar o novo motor 1.5 litro, a combustão. Além disso, o carro vai contar também com o novo 1.0 turbo, de três cilindros, que também vai equipar as novas gerações de Fit e City .

Honda Concept
Divulgação

Honda Concept D tem jeito de cupê, o que será aplicado ao novo HR-V, que vai ser rival direto do VW Nivus

LEIA MAIS: Projeção antecipa como deverá ficar o novo Hyundai Creta nacional

Não será à toa que o novo Honda HR-V vai ficar um pouco maior, já que está previsto o lançamento de um SUV abaixo dele, como substituto do WR-V. E as novidades no terreno dos utilitários esportivos vão continuar com ais lançamentos, inclusive com o Toyota Corolla Cross , que será fabricado em Indaiatuba (SP), assim como o sedã, a partir de meados do ano que vem. A Hyundai também terá o novo Creta e o segmento que já é o mais vendido hoje em dia seguirá em alta nos próximos anos.

Leia Também:  Yamaha revela linha 2021 da MT-09, que deve vir ao Brasil

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Carros e Motos

Nissan Versa fica mais bonito, confortável e espaçoso na versão 2021

Publicados

em

Por


source
Nissan Versa 2021
Cauê Lira/iG Carros

O novo Nissan Versa se aproxima do Sentra na sofisticação e desenho, mas com elementos que lembram bastante o SUV Kicks

A Nissan apresenta a nova geração do Versa , sedã compacto que chega para esquentar a briga com Chevrolet Onix Plus , VW Virtus,  Honda City e companhia. A geração anterior teve seu nome alterado para Versa V-Drive, e continuará sendo produzida em Resende (RJ).

Em tempos de dólar na faixa de R$ 5,60, o modelo chega às concessionárias com o benefício do acordo de livre comércio automotivo entre Brasil e México, onde já é o carro mais vendido da categoria. O Nissan Versa parte de R$ 72.990 na versão Sense , passa por R$ 77.990 na versão Sense CVT e segue por R$ 83.490 na Advance CVT . Já a topo de linha Exclusive CVT sai por R$ 92.990.

Para o nosso primeiro contato com o Nissan Versa, a fabricante japonesa disponibilizou a versão Advance, que traz acendimento automático dos faróis, banco traseiro bipartido, cluster digital de 7 polegadas com computador de bordo e central multimídia de 7 polegadas com pareamento Apple CarPlay e Android Auto.

Entre os itens exclusivos, o modelo Advance sairá de fábrica com Sem Parar, câmera 360° de estacionamento, alerta de tráfego cruzado, detector de objetos em movimento e alerta de objetos no banco traseiro. Desde a versão básica, o Nissan Versa conta com 6 airbags, (se igualando ao Onix Plus), controle de estabilidade e tração, auxílio de partida em rampa, botão para ignição eletrônica e rodas de aço aro 15. 

Leia Também:  Kia Seltos: conheça o SUV que pode vir ao Brasil para enfrentar o Hyundai Creta

O acabamento interno chama bastante atenção. A Nissan apostou em boa área em soft-touch no painel da versão Advance, recurso inédito em um segmento que abusa do plástico duro. Há detalhes pintados de preto brilhante e imitação de aço escovado, compondo a áurea de “mini-sedã médio” que os clientes do Versa sempre procuraram.

Conforto e conectividade

Versa
Divulgação

Nissan Versa 2021 se destaca pelo bom nível de acabamento interno, mas vários itens lembram bastante o SUV Kicks

A interface nativa da central multimídia com GPS integrado não é das melhores, mas funciona bem quanto está pareado com o sistema operacional do celular – no meu caso, o IOS. O motorista poderá ignorar o celular e acompanhar informações de Waze, Google Maps, WhatsApp e Spotify diretamente no aparelho do veículo. 

Encontrar uma boa posição para guiar no Versa é fácil, graças ao volante com ajustes de altura e profundidade. Pode parecer um detalhe irrelevante, mas a profundidade do volante interfere diretamente no espaço que os motoristas mais altos deixam para os ocupantes do banco traseiro.

O porta-malas tem 482 litros de capacidade, superando por muito os 460 litros da geração anterior. As alças no estilo “pescoço de ganso” ainda poderão amassar algumas malas quando o compartimento estiver próximo de sua capacidade total.

Ao volante

Nosso primeiro contato com o Nissan Versa Advance aconteceu no campo de provas do Haras Tuiuti, no interior de São Paulo, onde pudemos levar o sedã compacto ao limite. Nesta geração, o modelo utiliza o mesmo motor 1.6 do Kicks, entregando 114 cv de potência e 15,5 kgfm de torque a 4.000 rpm.

Leia Também:  Nissan revela os primeiros detalhes da nova Frontier

Evidentemente, um motor turbo poderia garantir a entrega do torque cheio em rotações mais baixas, mas o Nissan Versa se mostrou bem competente nas acelerações. Segundo a fabricante, o lançamento pode atingir 100 km/h em 10,7 segundos, ficando na mesma faixa do VW Virtus (10,8 segundos), que também é 1.6 aspirado.

O câmbio CVT foi calibrado para ser suave e eficiente. Graças ao novo recurso D-Step, a transmissão adota comportamento linear da entrega de torque em velocidades até 80 km/h. A partir de 5.500 rpm, o câmbio passa a simular as trocas de marcha como outros veículos CVTs do mercado. Ótimo recurso para garantir ultrapassagens seguras na estrada.

Segundo o Inmetro, o Versa CVT pode marcar 8 km/l no etanol e 11,7 km/l na gasolina na cidade. Na estrada, o sedã afere 10 km/l no etanol e 13,9 km/l na gasolina. Os números voltam a igualar o Volkswagen Virtus 1.6 .

Estratégia campeã

O novo Nissan Versa segue a mesma receita do Kicks e tem tudo para replicar o sucesso do SUV na categoria dos sedãs compactos. Confortável, espaçoso e bonito, iguala o Volkswagen Virtus 1.6 em praticamente tudo, e ainda conta com acabamento de nível superior. O grande empecilho continuará sendo o Chevrolet Onix Plus , que parte de R$ 61.790 na versão LT e continua sendo o modelo mais vendido no segmento. 

O novo modelo da Nissan chega às lojas na primeira semana de novembro, com intervalos de revisão de 12 meses ou 10 mil quilômetros. Assim como o Kicks, a garantia do Versa é de três anos, sem limite de quilometragem. 

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo