Nova Cantu

Nova Cantu Registra Terceira Morte por Dengue

Publicados

em

A dengue fez mais uma vítima fatal na cidade de Nova Cantu. A moradora Nelda Vieira da Silva Fernandes, 71, morreu na manhã desta sexta-feira (3), em decorrência da doença, em Maringá, onde visitava parentes.
É a terceira morte por dengue na cidade, registrada de novembro até agora.
O prefeito do município, José Carlos Gomes (DEM), que visitou a família da idosa na manhã desta sexta, afirmou que a causa oficial da morte irá ser confirmada após laudo técnico do Laboratório Central (Lacen). No entanto, ele informou que exames médicos feitos em um hospital de Maringá, apontaram que Nelda estava com dengue.
“Provavelmente a causa da morte foi dengue. Ela estava em Maringá na casa de familiares chegou lá passando mal e foi para o hospital e fez o exame, que apontou dengue. Segundo a família ela já tinha outros problemas que se agravaram com a dengue. Vamos ter que esperar uma laudo médico do Estado para confirmar oficialmente”, falou, ao lamentar a morte.
Gomes frisou que Nova Cantu iniciou 2020 em alerta contra a doença. A cidade que enfrenta uma epidemia está com mais de 600 casos de dengue. “Toda a administração continua empenhada contra esta maldita doença, estamos em uma verdadeira batalha de eliminação de criadouros”, falou. Segundo ele, o tempo chuvoso e quente preocupa ainda mais. “Pedimos à população que nos ajude nessa ‘guerra’, precisamos da consciência de cada um”, comentou o Prefeito.

Leia Também:  Equipe da Secretaria de Infraestrutura e Obras Está Verificando Todos os Bueiros

Fonte: Tribuna do Interior

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Nova Cantu

Cédulas Falsas Causam Prejuízo no Comércio em Nova Cantu

Publicados

em

Todo Cuidado é pouco, durante esta semana ocorreu mais uma vez em Nova Cantu, mais um golpe do dinheiro falso em um estabelecimento comercial, apesar da experiencia dos comerciantes não foi possível detectar no momento que a cédula era Falsa, e o comércio acabou amargando o prejuízo desta feita em R$ 100,00.
O Banco Central explica no site oficial que nas notas de R$ 50 da Segunda Família, o número “50” e a palavra “reais”, de fato, se alternam. Além disso, a figura da onça fica colorida e na folha aparecem diversas cores em movimento. Nas notas de R$ 100 da Segunda Família, o número “100” e a palavra “reais” também se alternam, a figura da garoupa fica colorida, e no coral aparecem, da mesma forma, diversas cores em movimento.
Outra dica relevante é observar o número da nota correspondente ao valor, que fica escondido do lado direito superior dentro do retângulo, mas que fica visível com a luz. Em vídeo publicado no canal oficial do Banco Central no Youtube, a instituição explica como identificar se uma nota é verdadeira a partir de várias características, como o fio escuro de segurança localizado no meio da nota que deve conter o número correspondente à célula e a textura do papel, que deve ser firme, áspero e com relevo em algumas partes da nota.
O especialista ainda recomenda fazer a comparação com uma nota verdadeira no momento em que receber uma cédula que gere alguma desconfiança. E alerta que não é preciso constrangimento na hora de conferir. “Aquele dinheiro pode fazer uma diferença enorme na vida da pessoa, é direito de cada um verificar uma nota suspeita”, diz.
Para aqueles que não trabalham com comércio e não estão habituados a encontrar notas falsas, o BC lançou um aplicativo que traz elementos de segurança que devem ser observados na análise de cédulas. Confira no Vídeo Mais Dicas Para Identificar Cédulas Falsas.

Leia Também:  Deputada Maria Victória Destina Aparelho de Ultrassom e Um Trator Para Nova Cantu

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo