Nosso grupo do WhatsApp WhatsApp
Terça, 18 de Maio de 2021 23:51
44 99157-4575
Geral Maranhão

Em reunião com a ONU, Flávio Dino pede quebra de patentes para ampliar produção da vacina contra a Covid-19

O governador Flávio Dino representou o Nordeste, nesta sexta-feira (16), durante reunião virtual entre o Fórum de Governadores do Brasil e a Organização das Nações Unidas (ONU).

16/04/2021 18h50
Por: Redação Fonte: Secom Maranhão
Governador Flávio Dino representou o Nordeste (Foto: Gilson Teixeira)
Governador Flávio Dino representou o Nordeste (Foto: Gilson Teixeira)

O governador Flávio Dino representou o Nordeste, nesta sexta-feira (16), durante reunião virtual entre o Fórum de Governadores do Brasil e a Organização das Nações Unidas (ONU). Na oportunidade, ele defendeu a quebra temporária das patentes das vacinas contra a Covid-19 para acelerar a imunização da população mundial.

Amparado na função social da propriedade intelectual, Dino destacou que existe uma super-demanda e uma capacidade limitada na produção de vacinas. Além disso, pontuou que a comunidade científica ainda não sabe se será necessário realizar anualmente a imunização contra o coronavírus.

“Nós temos mecanismos internacionais em que há a quebra de patentes para que outros países possam produzir vacinas em maior quantidade, inclusive o Brasil. Percebi uma acolhida muito positiva por parte da ONU e quero crer que esse debate vai se colocar para uma deliberação internacional, uma vez que há muitos organismos, entidades, lideranças e personalidades em nível global defendendo essa saída”.

Secretária geral adjunta da ONU, Amina Mohammed, comentou que é realmente necessário buscar a vacina, além de trabalhar para diminuir a transmissão da doença. “Vamos olhar para outros países e ver a necessidade de redobrar esse esforço para produção o mais rápido possível, para vacinarmos 75% da população que se qualifica para a vacina. Também gostaríamos de falar sobre equipamentos médicos, para tratamento, e é um fator, nós temos uma realidade, onde 3 mil pessoas estão morrendo todos os dias, e nós temos que impedir ou prevenir isso. E, para fazer isso, nós temos que parar a transmissão”, comentou.

A reunião virtual foi moderada por Marlova Noleto, cordenadora residente da ONU no Brasil. Também participaram do encontro os governadores Wellington Dias, do Piauí; Wilson Lima, do Amazonas; Ronaldo Caiado, de Goiás; José Renato Casagrande, do Espírito Santo; e Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias