Nosso grupo do WhatsApp WhatsApp
Terça, 18 de Maio de 2021 23:54
44 99157-4575
Geral Eletrodomésticos

Eletrodomésticos que mantêm temperatura mais baixa precisam de mais atenção nos dias de calor

É importante observar o histórico de consumo de energia para entender a variação nesse período mais quente

10/04/2021 12h47
Por: Redação
Eletrodomésticos que mantêm temperatura mais baixa precisam de mais atenção nos dias de calor

O mês de abril marca o fim do período chuvoso no Tocantins e, com isso, a temperatura começa a subir. Para muitos, a solução mais comum para amenizar o calor é buscar conforto no uso de ventilador, climatizador ou ar-condicionado. Outros aparelhos mais acionados nessa época são freezers e geladeiras. Acontece que o uso desses equipamentos em dias quentes exige mais atenção: eles geram maior consumo de energia e, consequentemente, pesa mais no bolso.

Cada vez que a porta da geladeira ou freezer é aberta, por exemplo, o ar quente externo entra, fazendo com que o compressor necessite “trabalhar mais” para garantir que o interior permaneça refrigerado na temperatura ideal. E quanto maior a diferença entre a temperatura ambiente e a que se deseja atingir, maior será o tempo de operação do aparelho.

No caso do ar-condicionado: se a temperatura do ambiente está em 29°C e se deseja ficar em 23°C, o aparelho tem determinado consumo de energia para realizar essa atividade. Mas se a temperatura está em 40°C e desejar reduzir para os mesmos 23°C, o equipamento levará muito mais tempo de operação em sua máxima potência - gastando mais energia - até atingir a temperatura desejada.

Ou seja, mesmo sem perceber ou sem grandes mudanças de hábitos diários, o consumo de energia pode subir nos dias mais secos e quentes. Para evitar o consumo excessivo é importante que os equipamentos e as instalações elétricas estejam devidamente dimensionados para cada local específico, seguidos das melhores recomendações de instalação.

O gerente de Serviços Comerciais da Energisa Tocantins, Mauro Inácio dos Santos, pontua que uma boa opção para entender essa variação é observar o histórico do consumo que está na conta de energia, ou no aplicativo Energisa On. Com essas informações em mãos, é possível observar que o consumo nos meses secos e com o término do período chuvoso, acaba sendo maior. “É importante, no momento de analisar esse histórico, olhar também como foi o consumo no mesmo período do ano anterior, pois as alterações de temperatura fazem a diferença na conta. Temos que usar a energia de forma consciente durante todo o ano, mas nos dias de muito calor, o cuidado precisa ser redobrado”, pondera Mauro.

A Energisa destaca alguns pontos que são fundamentais para ajudar a usar de forma mais racional a energia elétrica. Conheça alguns:

  • Escolha, sempre que possível, equipamentos com selo Procel classe A, pois são energeticamente mais econômicos.

 Ar-condicionado:

  • O aparelho deve ser adquirido de acordo com o tamanho do ambiente em que será utilizado. Quanto maior o lugar, mais potente precisa ser;
  • Se o equipamento for antigo, é importante programar a substituição por um novo, com maior eficiência;
  • Em uso, garanta que as janelas e portas do ambiente estejam sempre fechadas;
  • Use na temperatura entre 23°C e 24°C. Ao ficar muito tempo fora do ambiente, desligue-o;
  • Limpe os filtros a cada quinze dias. E faça uma manutenção completa com profissional especializado entre seis meses e um ano, a depender da intensidade da utilização. A sujeira dificulta a passagem do ar e reduz a eficiência do equipamento.

 

Geladeira e freezer

  • Instale longe de locais ou equipamentos de aquecimento, como forno elétrico, fogão, churrasqueira e micro-ondas, e preferencialmente em um lugar que não pegue sol;
  • Procure reduzir as vezes em que são abertos, assim a conservação da temperatura interna será mantida com menor uso do compressor;
  • Evite guardar alimentos quentes;
  • Não use a parte de trás para secar roupas ou sapatos. Isso reduz a eficiência do equipamento;
  • Não desligue o equipamento à noite para ligá-lo na manhã seguinte;
  • Verifique constantemente se as borrachas de vedação do equipamento estão em boas condições. Para fazer isso, basta pegar uma folha de papel e prender na porta, onde pega a borracha. Em seguida, feche a porta. Se o papel não ficar preso, é sinal de que a borracha não está vedando corretamente.

 

O Descomplicador

 

Para entender melhor como o clima influencia na conta de luz, a Energisa conta com o apoio do ‘Descomplicador’, interpretado pelo ator tocantinense Paulo Vieira. Com uma linguagem leve e divertida, o humorista explica conceitos e informações sobre a conta de energia. A websérie pode ser acessada em www.descomplicador.com.br.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias