Nosso grupo do WhatsApp WhatsApp
Sábado, 17 de Abril de 2021 14:39
44 99157-4575
Tecnologia Golpe

Os golpes mais comuns na Amazon

Alguns dos golpes mais comuns da Internet relacionados à varejista online.

25/02/2021 18h32
Por: Redação Fonte: https://www.kaspersky.com.br/blog/amazon-related-phishing-scam/16705/?mkt_tok=eyJpIjoiWVRCaU1EVTVNamd5WmpVeCIsInQiOiJuRGVMR2k3aHNKN0krZ1ZDTytnc1VsOWV6UjZnSGlVOVwvaXNzK2ZrdlVncElkbGNyS04xRmFWK2VDamllalFjcTFVc2o2ZUZPSm5OUWpEdTdMeU1XTjh0RHNUYlpWTWlkQlVmdWFUc
Os golpes mais comuns na Amazon

Qualquer pessoa que conheça a Amazon sabe que é possível se deparar com golpistas de vez em quando. Estes, como parasitas, tiram proveito da popularidade do marketplace e visam todos os tipos de usuários: vendedores, compradores, usuários comuns e visitantes ocasionais.

Mesmo se você nunca se inscreveu na Amazon (improvável), alguns desses golpes podem afetá-lo. Neste post, vamos nos concentrar primeiro nos compradores por serem o maior grupo, mas não podemos ignorar os demais.

Por muitos anos, o phishing (o clássico atemporal da fraude na Internet) persistiu como a principal ameaça para a maioria dos usuários. O objetivo dos golpistas é obter seus dados pessoais, de preferência informações que permitem o acesso as suas contas importantes (especialmente relacionadas a questões financeiras). Portanto, uma conta na Amazon é valiosa.

Os golpistas tentam obter seus dados por meio de e-mails, mensagens de texto ou ligações fraudulentas que fingem ser da Amazon. Há dezenas de técnicas de phishing, mas em comum têm algum motivo para urgência. Aqui estão os principais tipos de e-mails de phishing que nossos analistas antispam encontraram recentemente.

Você recebe um e-mail ou mensagem de texto informando que vão cobrar a assinatura da Amazon Prime que você (supostamente) comprou e acrescentam um número que você pode ligar para cancelar. Se ligar, tentarão enganá-lo ou pressioná-lo a revelar seu nome de usuário, senha e número de cartão.

Há outra versão dessa estratégia que persuade as vítimas a instalar o programa de acesso remoto TeamViewer em seus computadores. Graças a ela, conseguiram roubar milhares de libras de cidadãos britânicos por 3 meses em 2019.

Uma das técnicas de phishing mais comuns usa uma mensagem que parece vir da Amazon para informar sobre atividades suspeitas ou transações não autorizadas em sua conta. Com esta tática, os golpistas tentam assustar você e faze-lo pensar que alguém invadiu sua conta.

E-mail de phishing afirma que sua conta foi bloqueada devido a atividades suspeitas.

E-mail de phishing afirma que sua conta foi bloqueada devido a atividades suspeitas.

Para corrigir isso, a notificação informa que você precisa clicar em um link que redireciona para um site falso da Amazon; se você inserir nome de usuário e senha, as informações acabarão diretamente nas mãos dos golpistas, que as usarão para hackear sua conta (desta vez de verdade). Uma mulher em Fife, Escócia, perdeu 80 mil libras como resultado da ligação.

Seu PlayStation será enviado em breve para o endereço que você forneceu. Mas espere, não reconhece este pedido? Ligue para nós e resolveremos.

Como você já deve ter adivinhado, ligar é uma má ideia. Mais uma vez, os golpistas procuram dinheiro fácil e dados pessoais. Em uma destas ações, uma mulher na Austrália perdeu 4 mil dólares australianos, quando golpistas incentivaram a compra de vale-presente na Amazon.

E-mail fraudulento fingindo vir da Amazon e alegando que um pedido que você nunca fez já está a caminho

E-mail fraudulento fingindo vir da Amazon e alegando que um pedido que você nunca fez já está a caminho

Os cartões-presente são um truque comum: você encontra o produto online por um bom preço, mas o vendedor sugere que você transfira as informações de um cartão-presente da Amazon como forma de pagamento. Não recomendamos que você pague para ver, pois você apenas perderá seu dinheiro e não receberá nada em troca.

Uma excelente dica é sempre pagar suas compras online com métodos que permitem reivindicações sobre o pagamento se algo der errado. O principal objetivo de um cartão-presente da Amazon, como o próprio nome sugere, é ser dado como presente. Portanto, qualquer “incentivo” de enviar um desses cartões a um vendedor anônimo inescrupuloso não terá respaldo.

Outra versão é um e-mail falso em que seu chefe solicita urgentemente um pacote de cartão-presente. Acredite ou não, muitas pessoas caem na armadilha.

O remetente não precisa ser seu chefe. Pode ser um membro da família, como uma avó intimidada por tecnologia que pede para você comprar vários cartões de baixo valor como presente de Natal para toda a família.

A solução mais eficiente para isso é a mais simples: entre em contato com seu chefe (ou avó) por um método diferente (não responda ao e-mail) e verifique se tudo está em ordem.

Também encontramos outros golpistas que não apenas utilizam a natureza da urgência, mas também tentam outras táticas. Se eles não puderem intimidá-lo com argumentos sobre invasão da sua conta ou transações suspeitas, podem enviar um e-mail sobre algum programa de pontos com bonus associados que estão prestes a expirar ou sobre um presente. Mas, no final das contas, o resultado é o mesmo: se você clicar no link e inserir seus dados no site falso, vai parar nas mãos de golpistas. Não o faça.

Supostamente você tem direito a um bônus na Amazon, mas precisa acessar um site de phishing para acessá-lo

Supostamente você tem direito a um bônus na Amazon, mas precisa acessar um site de phishing para acessá-lo

Os golpistas não se importam se você é um comprador ou vendedor; você tem dinheiro e é isso que querem. Se você vende na Amazon, tome cuidado com esses golpes.

O erro de envio se tornou um clássico dos golpes da Internet (e talvez golpes em geral). O que você pode fazer se um comprador reclamar que não recebeu o pacote? A Amazon tem uma maneira de combater esse tipo de tática dos golpistas? Sim. Opte sempre por um método de entrega com possibilidade de rastreamento preciso da embalagem, o que permitirá localizá-la em cada etapa, incluindo sua entrega.

E se um comprador trocar o produto que comprou por algo danificado e exigir o reembolso? A bola está do seu lado: antes de enviar, tire uma foto ou grave um vídeo do item em boas condições e feche a embalagem com um invólucro resistente. Se o pacote estiver violado, não será sua culpa.

Um grupo de compradores se aproveitou da situação e ganhou milhares de dólares com essas devoluções ilegítimas, substituindo os pacotes recebidos por caixas danificadas. No final, eles foram pegos e a justiça prevaleceu, mas os vendedores podem sofrer enormes perdas antes que tudo seja resolvido.

Para sua surpresa, sim. A esfera de influência da Amazon pode afetá-lo mesmo que você nunca tenha visitado o site da empresa.

Por exemplo, existem ofertas de emprego falsas. O golpe começa de maneira semelhante, mas em vez de um problema com um presente ou entrega, uma pessoa liga para você de um número desconhecido e oferece um emprego na Amazon. É estranho, sim, mas a ideia de trabalhar em casa com horários flexíveis e um salário de milhares de dólares é tentadora.

Mas espere: há uma taxa de inscrição. E consiste em pagar com um cartão-presente da Amazon. Parece familiar para você? É hora de desligar. Afinal, a Amazon anuncia as vagas em seu site e não cobra taxas para se inscrever.

Outra versão desse golpe convida a pessoa a escrever avaliações sobre produtos na Amazon em troca de dinheiro. As vítimas são encaminhadas para um site de phishing, no qual todas as informações inseridas cairão nas mãos dos golpistas.

Outro tipo de fraude que vale a pena mencionar é a manipulação da classificação do vendedor, conhecida como “brushing”. Tudo começa com um pacote com um produto aleatório que você nem mesmo pediu. Alguns desses pacotes indesejados contêm chinelos, lâmpadas ou sementes, por exemplo.

O truque está nas revisões. Um vendedor sem escrúpulos pode criar centenas de contas falsas, vender itens baratos, enviá-los para endereços aleatórios de bancos de dados que vazaram e postar comentários favoráveis nessas contas. Em alguns casos, esses pacotes foram enviados para pessoas falecidas.

Esse golpe não representa uma ameaça para o destinatário, mas se você receber pacotes como este, é muito provável que seus dados tenham vazado. Portanto, recomendamos que você procure seu endereço de e-mail neste banco de dados de vazamentos conhecidos e, se necessário, altere sua senha. Feito isso, relate todos os pacotes ao atendimento ao cliente da Amazon para que a empresa possa combater contas fraudulentas.

Aqui estão algumas regras básicas para lidar com e-mails suspeitos e se proteger contra phishing e outros métodos de fraude atuais:

● Lembre-se de que a Amazon nunca solicitará seus dados de login por e-mail ou mensagem de texto.

● Se você suspeitar que uma notificação é falsa, acesse sua conta diretamente (mas não clique nos links do e-mail!) E verifique os alertas e notificações;

● Preste atenção à ortografia. O fato de a linguagem ser perfeita não significa que a correspondência seja legítima; Mas se você vir erros, pode ter certeza de que é spam.

● Se você inseriu suas informações onde não deveria ou se suspeita que foi hackeado, entre em contato com o atendimento ao cliente da Amazon imediatamente.

● Nunca envie um produto sem primeiro verificar se o pagamento foi diretamente para sua conta pessoal e se não é uma simples “intenção de compra” em andamento.

● Realizar todas as comunicações e transações monetárias na Amazon, pois é a melhor forma de garantia contra problemas que possam surgir.

● Lembre-se de que as mensagens de phishing podem chegar não apenas por e-mail, mas também por mensagem de texto (um método chamado smishing) e por telefone (vishing)

● Instale uma proteção confiávelem todos os seus dispositivos que avisa sobre golpes e phishing online, evitando que seus dados financeiros sejam interceptados e evita muitos problemas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias