Nosso grupo do WhatsApp WhatsApp
Sábado, 17 de Abril de 2021 14:57
44 99157-4575
Geral Geral

IBGE atualiza lista de subdivisões municipais do Brasil

Levantamento inclui novo distrito municipal e mais seis subdistritos

25/02/2021 12h30
Por: Fonte: EBC

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou hoje (26) a nova lista de subdivisões municipais do país. O atual levantamento, referente a 2020, inseriu mais um distrito municipal e seis novos subdistritos, na comparação com o ano anterior.

A estrutura territorial brasileira mantém 5.568 municípios desde 2013. Somam-se aos municípios um distrito federal (Brasília) e um distrito estadual em Pernambuco (Fernando de Noronha).

De acordo com o IBGE, a divisão territorial brasileira detalha a estrutura territorial do país, identificando as macrorregiões, unidades da federação, mesorregiões, microrregiões, regiões geográficas Imediatas, regiões geográficas intermediárias e municípios. Também fazem parte as subdivisões internas, os distritos e subdistritos ou regiões administrativas.

“O IBGE sistematiza todas essas informações, monitorando eventuais alterações na divisão político-administrativa, através de atualizações anuais”, informou o instituto.

Segundo o instituto, as divisões intramunicipais passam por mudanças com maior dinamismo. Em 2020, eram 10.631 distritos municipais e 683 subdistritos, enquanto em 2019 somavam 10.630 distritos e 689 subdistritos. As diferenças estão relacionadas à extinção, pelos municípios, das estruturas territoriais que se refletem nos cadastros.

O instituto faz o cadastro dos eventos ocorridos na divisão territorial brasileira para atualizar o conhecimento do território do país e estruturar os estudos geocientíficos. O trabalho permite a atualização da base territorial para fins operacionais de pesquisas, censos e divulgação de dados estatísticos.

Setores censitários

O IBGE também divulgou a malha setorial intermediária 2020 em formato digital, que inclui a classificação de setores censitários em urbano ou rural, para atender as necessidades de planejamento territorial. Segundo o órgão, são 448.988 setores censitários, sendo 344.142 urbanos e 104.846 rurais. Eles representam a menor porção territorial utilizada para planejar e realizar pesquisas.

A malha setorial lançada em 2019 é independente do censo demográfico ou agropecuário, e por isso é considerada intermediária, não apresentando dados estatísticos de população e domicílios.

“Ela traz a classificação de setores censitários, em urbano ou rural, em consonância com a divisão político-administrativa da malha municipal, sendo capaz de subsidiar o planejamento em níveis municipal, estadual e regional, além de pesquisas e negócios que demandem componentes espaciais. O produto resulta da ampliação da visão das diversas formas de ocupação humana no território nacional, tendo como principal insumo de atualização contínua a análise de alterações no território, com imagens de alta resolução”, informa o instituto.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias