Sábado, 25 de Junho de 2022
18°

Muitas nuvens

Nova Cantu - PR

BRDE Paraná

Empresa selecionada pelo BRDE Labs apresenta soluções para produção por inovação aberta

Uma das empresas participantes do projeto BRDE Labs, programa do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), foi a Ibema, fabricante d...

18/02/2022 às 17h40
Por: Redação Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
Foto: Alexandre Carnieri / Divulgação Ibema
Foto: Alexandre Carnieri / Divulgação Ibema

Uma das empresas participantes do projeto BRDE Labs, programa do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), foi a Ibema, fabricante de papel-cartão. Ela foi selecionada para identificar possíveis melhorias de produção e buscar soluções por meio de inovação aberta, com apoio de startups paranaenses.

O processo integra um projeto de transformação digital da empresa, que tem fábricas de papel-cartão em Turvo (PR) e Embu das Artes (SP), além de escritório e centro de distribuição na região de Curitiba.

O BRDE Labs foi criado para acelerar o desenvolvimento do ambiente de inovação na Região Sul. Seu objetivo é fomentar projetos em nível estadual, ligados às necessidades dos ecossistemas locais e alinhados ao Governo Estadual.

“Nós temos a característica própria de desenvolver a conectividade da ideia e sua utilização, partindo dos contatos com os clientes e do entendimento de suas necessidades”, explica o presidente do BRDE, Wilson Bley Lipski. “A partir dessa fase, fazemos a aceleração e, no final, o ecossistema, além de valorizado, ganhará novas empresas, uma valorização da produção de novas ideias e conceitos”, analisou.

Em 2021, no Paraná, o BRDE Labs teve 177 startups inscritas, em parceria com o hub de startups Hotmilk, da PUC-PR. Dezoito delas passaram pela fase de pré-aceleração e nove, pela de aceleração. Em 2022, o tema trabalhado será ESG – Environmental, Social and Governance (Ambiental, Social e Governança, em português).

CASE- “A inovação aberta envolve a redução de custos, sem a mentalidade do segredo industrial, e traz grande sinergia entre empresas consolidadas e iniciantes. Todos saem ganhando”, explica Débora Botini, gerente da Ibema, que intermediou a definição dos desafios a serem lançados dentro do escopo do programa.

Após sua adesão ao BRDE Labs, a Ibema seguiu três etapas: o lançamento dos desafios para inovação aberta de soluções, a transformação cultural interna, pela qual os colaboradores passaram por trilhas de conhecimento, e a definição das estratégias de inovação. “Queríamos que todos os envolvidos entendessem a fundo o desafio, para abordar a solução da melhor forma e engajarem-se em sua implementação”, conta Danilo Torres, gerente de TI da Ibema.

Foi identificada a necessidade de criar uma central de serviços internos de TI em nuvem para a Ibema, e a startup AgiDesk foi selecionada para encontrar a solução. “Eles desenvolveram uma plataforma que recebe e centraliza as demandas da companhia, com relatórios estratégicos para tomada de decisão, além de indicadores-chave que nos permitem dar foco onde é necessário. No final do dia, temos um time mais organizado e produtivo e nosso cliente interno mais bem atendido.” A empresa foi contratada em dezembro para implementar a central.

Mais sobre o programa BRDE Labs no site www.brdelabs.com.br .

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias