Sábado, 25 de Junho de 2022
18°

Muitas nuvens

Nova Cantu - PR

BRDE Paraná

Diretores do BRDE discutem fomento ao turismo em visita ao Parque das Aves

O encontro de diretores do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), do prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, e parceiros do ...

08/02/2022 às 17h25
Por: Redação Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
Foto: Parque das Aves
Foto: Parque das Aves

O encontro de diretores do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), do prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, e parceiros do banco, na manhã desta terça-feira (08), no Parque das Aves, foi uma demonstração de sinergia no grupo, que fez um tour com monitoria da fundadora do local, a veterinária Anna-Sophie Croukamp.

A trilha com espécies da Mata Atlântica, seu histórico de preservação ambiental, além da infraestrutura para visitantes, levantaram a discussão sobre o fomento de turismo local e os aportes do BRDE no setor, com projeções para planos futuros nessa área, incluindo a proposta do “banco verde”.

“O alinhamento do banco, estratégia na entrega de créditos e a discussão com o Ministério do Turismo para abertura de mais um aporte via Fungetur (linha de crédito destinada a empresas do setor do turismo), contribuem para o BRDE se consolidar como o maior e melhor banco de desenvolvimento” destacou o presidente do BRDE, Wilson Bley Lispki.

Através do financiamento realizado com o BRDE em 2021, foram captados R$ 3 milhões em capital de giro, através do Fungetur, para o Parque das Aves. Esses recursos foram utilizados para reforçar o caixa, uma vez que o volume de visitantes no ano de 2021 ainda sofria os efeitos da pandemia.

Bley também falou sobre a perspectiva da criação do “fundo verde”, para apoio de projetos que tragam efetivamente o mote da sustentabilidade e possibilidade de investimentos em ações que estejam de acordo com as diretrizes do COP26 de neutralização das emissões de carbono.

“O BRDE com suas operações de crédito e fundos ao segmento proporciona visibilidade para Foz e, a exemplo da trilha percorrida no Parque das Aves, proporciona à população uma experiência ambiental e socioambiental”, disse o prefeito.

Anna-Sophie falou sobre o histórico do parque, considerado um dos principais atrativos turísticos de Foz do Iguaçu e referência em programas de reprodução de espécies em extinção. Ela e o marido, Dennis Cruokamp, ganharam um papagaio-do-congo e começaram a criar mais aves da mesma espécie. “Em 1993 compramos 16 hectares ao lado do Parque Nacional do Iguaçu, e em 94 inaugurávamos o Parque das Aves”.

O local mantém em torno de 1.300 aves, de cerca de 130 espécies, sendo mais de 50% provenientes de apreensões.

Do BRDE, também estiveram presentes, Luiz Carlos Borges da Silveira, diretor administrativo; Otomar Oleques Vivian, diretor de Planejamento; e Eduardo Pinho Moreira, diretor financeiro.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias