Sábado, 28 de Maio de 2022
16°

Poucas nuvens

Nova Cantu - PR

Internacional Rússia

EUA responderão de 'forma decisiva' se Rússia enviar forças militares à América Latina

Os Estados Unidos responderão "de forma decisiva" caso a Rússia envie suas forças militares à América Latina, afirmou o conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, Jake Sullivan, nesta quinta-feira (13).

13/01/2022 às 19h41
Por: Redação Fonte: https://br.sputniknews.com/20220113/casa-branca-eua-forma-decisiva-se-russia-enviar-forcas-militares-america-latina-21020741.html
Compartilhe:
© AP Photo / Susan Walsh
© AP Photo / Susan Walsh

"Isso não foi levantado em discussões no diálogo de estabilidade estratégica. Se a Rússia avançasse nessa direção, lidaríamos com isso de forma decisiva", disse Sullivan durante coletiva de imprensa, ao comentar declaração do vice-ministro das Relações Exteriores, Sergei Ryabkov, de que Moscou não descarta presença militar na América Latina.

Mais cedo nesta quinta-feira (13), Ryabkov afirmou que "não pode confirmar, nem excluir" a possibilidade de a Rússia enviar recursos militares à América Latina se os EUA e seus aliados não reduzirem atividades militares perto das fronteiras da Rússia.

"Tudo depende da ação de nossos colegas americanos", disse o ministro em entrevista à rede de televisão russa RTVI, citando a advertência do presidente russo, Vladimir Putin, de que Moscou poderia tomar "medidas técnico-militares" não especificadas se os EUA e seus aliados não atenderem às suas demandas.
Ryabkov liderou uma delegação russa em negociações com os EUA na última segunda-feira (10). As negociações em Genebra e a reunião Rússia-OTAN em Bruxelas ocorreram devido ao aumento das tensões envolvendo os conflitos na Ucrânia. A Rússia já afirmou não ter planos de atacar o país vizinho e reagiu à sugestão acusando a OTAN de ameaçar seu território e exigindo que a aliança militar não incorpore a Ucrânia ou qualquer outra nação ex-soviética como novos membros.
Washington e seus aliados rejeitaram a demanda russa nesta semana, mas as delegações da OTAN e da Rússia concordaram em deixar a porta aberta para novas negociações sobre controle de armas e outras questões destinadas a reduzir o potencial de hostilidades.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias