Domingo, 05 de Dezembro de 2021
28°

Pancada de chuva

Nova Cantu - PR

Internacional Rússia

Navio russo frustra tentativa de destróier dos EUA de violar fronteira no mar do Japão (VÍDEO)

Nesta sexta-feira (15), um navio de guerra da Frota do Pacífico russa aproximou-se a uma distância de 60 metros de um destróier dos EUA que ameaçava violar as fronteiras marítimas da Rússia no mar do Japão (também conhecido como mar do Leste).

16/10/2021 às 20h58
Por: Redação Fonte: https://br.sputniknews.com/defesa/2021101518126292-navio-russo-frustra-tentativa-de-destroier-dos-eua-de-violar-fronteira-no-mar-do-japao-video/
Compartilhe:
© Sputnik / Vitaly Ankov
© Sputnik / Vitaly Ankov

Ministério da Defesa da Rússia emitiu uma declaração indicando que: "Hoje, 15 de outubro, por volta das 17h00 horas, horário local, o destróier USS Chafee, que há vários dias tem estado operando no mar do Japão, se aproximou das águas territoriais da Federação da Rússia e realizou uma tentativa de atravessar a fronteira nacional".

De acordo com a entidade militar russa, o navio antissubmarino grande Admiral Tributs se aproximou do navio de guerra dos EUA e, depois de vários avisos, começou a afastar o navio intruso para longe das águas russas.

O ministério russo salientou que a tripulação do USS Chafee havia sido informada de que estava tentando navegar através de uma área proibida a navios estrangeiros, já que na área estavam sendo realizados os exercícios de artilharia russo-chineses Interação Naval 2021.

"Depois de receber o aviso, em vez de mudar de rumo para deixar a área marinha restrita, o USS Chafee levantou bandeiras de sinalização indicando preparativos para a decolagem de seu convés de um helicóptero, significando que seria impossível para o navio de guerra mudar seu rumo e velocidade, e tomou ações para violar a fronteira estatal da Federação da Rússia no golfo de Pedro, o Grande. De acordo com as regras internacionais de navegação, o Admiral Tributs tomou um rumo para afastar o intruso das águas territoriais russas", comunicou o ministério.

O Chafee, ao convencer-se da determinação da tripulação do navio russo de não permitir a violação da fronteira do Estado, mudou de direção e às 17h50 mudou de rumo quando já havia menos de 60 metros entre ele e o navio Admiral Tributs, aponta ministério russo.

A entidade enfatizou que durante o desenrolar desse incidente o navio russo manteve-se em plena conformidade com as normas internacionais que regulam a navegação marítima. Além disso, o ministério russo afirmou que as ações do Chafee constituíam uma "violação flagrante" das regras internacionais destinadas a evitar a colisão de navios no mar e o tratado russo-americano de 1972 para prevenção de incidentes marítimos em alto mar e no espaço aéreo acima dele.

Incidentes semelhantes

Em 23 de junho, o Ministério da Defesa da Rússia informou sobre a violação de sua fronteira nacional pelo destróier HMS Defender da Marinha Real do Reino Unido.

O destróier britânico atravessou a fronteira russa e entrou três quilômetros em águas russas perto do cabo de Fiolent.

Um navio-patrulha russo disparou um tiro de advertência, enquanto uma aeronave Su-24M realizou um "bombardeio de advertência" na direção da deslocação do navio.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias