Política Nacional

Nelsinho Trad garante que CRE vai esgotar votações de embaixadores na segunda

Publicados

em


.

O presidente da Comissão de Relações Exteriores (CRE), senador Nelsinho Trad (PSD-MS), garantiu nesta quinta-feira (17) que o colegiado vai cumprir em um dia todas as sabatinas e votações de embaixadores que estão agendadas para a próxima semana.

A CRE vai realizar na segunda-feira (21) um mutirão para encaminhar ao Plenário todas as indicações de embaixadores que estão pendentes. Como elas exigem votação secreta, não é possível cumprir essa pauta pelo sistema remoto do Senado. Por isso, os procedimentos serão semipresenciais, com sabatinas por videoconferência e votação em cinco pontos espalhados pela sede da Casa legislativa — sendo dois deles em modelo drive-thru, em que os senadores podem votar dos seus carros

— Temos senadores em grupos de risco, por idade avançada, diabetes e hipertensão. Estamos nos organizando para que toda a segurança seja dada. Na segunda entregaremos as 34 sabatinas realizadas com a devida votação para que o Plenário possa deliberar — disse Nelsinho, que é médico.

Junho Verde

O senador presidiu a sessão deliberativa desta quinta-feira e destacou a aprovação do projeto de resolução que cria, dentro do Senado, a campanha “Junho Verde”, para conscientizar a sociedade sobre a importância da preservação ambiental (PRS 52/2019).

Leia Também:  Carlos Portinho vai assumir vaga de Arolde de Oliveira no Senado

Para Nelsinho, com essa campanha o Senado assume posição ativa no combate às queimadas e desmatamentos que vêm se intensificando em vários biomas brasileiros nos últimos meses.

— Estamos muito preocupados e tomando a iniciativa legítima do Parlamento para contribuir com as ações do governo federal, a fim de que esses problemas sejam enfrentados de pronto e não voltem a acontecer.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Nacional

Justiça cassa a candidatura de Lindbergh Farias para vereador do Rio

Publicados

em

Por


source
Lindbergh
Jeferson Rudy/Senado Federal

Justiça cassa a candidatura de Lindbergh Farias para vereador do Rio

A Justiça Eleitoral impugnou o registro de candidatura do ex-senador Lindbergh Farias a vereador do município do Rio de Janeiro nas eleições municipais deste ano. A decisão foi divulgada nesta quinta-feira (22). O ex-senador vai recorrer da decisão.

O pedido do MPE (Ministério Público Eleitoral) se baseou em um condenação de 2019, que suspendeu os direitos políticos de Lindbergh.

O caso se refere à propaganda pessoal antecipada durante as Eleições de 2008, quando o candidato disputava a reeleição para prefeitura de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.  

O MP explica que foi identificado que Lindbergh realizou propaganda pessoal antecipada, por meio de veiculação em caixas de leite distribuídas à população de baixa renda, nas quais, além do uso do logotipo da Prefeitura de Nova Iguaçu nas caixas, a promoção pessoal restou ainda mais evidenciada nas ‘cadernetas-sociais” que foram distribuídas para cerca de 6 mil famílias, em que constava o nome do então prefeito, Lindbergh Farias.

Leia Também:  Datafolha: Paes com 28%; Martha Rocha empata com Crivella na 2ª colocação no RJ

Em seu Twitter, o ex-senador comentou a situação: “Essa decisão da Justiça, em 1ª instância, de impugnar minha candidatura, infelizmente é uma postura que se repete sem base jurídica. Em 2018, enfrentei pedido de impugnação semelhante, e meu registro foi deferido por unanimidade pelo TRE/RJ”, afirmou.

Apesar da impugnação, Lindbergh afirmou que vai continuar com sua campanha nas ruas da cidade. 

“A luta faz parte da nossa história, e nossas vitórias foram construídas ultrapassando adversidades. Não será diferente nesta eleição. Estou muito tranquilo, esperando o deferimento da minha candidatura. Sou candidato a vereador do Rio, continuo na rua e na luta”.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo