Estadual

MON inclui mais duas mostras paranaenses no Google Arts & Culture

Publicados

em


.

O Museu Oscar Niemeyer (MON) inaugurou mais duas exposições virtuais no Google Arts & Culture. As novas mostras são O que é Original?, de Marcelo Conrado, e Declaração de Princípios, de Geraldo Leão. Os artistas se juntam a Rafael Silveira na lista de paranaenses na plataforma.

O que é Original? esteve no MON no ano passado e é, segundo Conrado, uma discussão sobre conceitos como autoria, anonimato, apropriação e originalidade na arte. O artista também é professor da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná (UFPR), e os trabalhos refletem suas duas vertentes profissionais. 

A primeira parte da mostra reúne fotografias licenciadas sobre as quais Conrado intervém, enquanto a segunda parte apresenta pinturas de grande formato. As escolhas também demonstram a capacidade do artista de transitar entre a pintura e novos meios de produzir arte na contemporaneidade.

Também no MON em 2019, a exposição Declaração de Princípios apresenta obras inéditas de um dos nomes mais significativos da arte paranaense contemporânea. Usando como matéria-prima uma mistura de resina acrílica e pigmentos em telas na horizontal, Geraldo Leão tenta fugir da ideia de harmonia e estabilidade, alcançando um resultado único em seus trabalhos.

Leia Também:  Inovação e saúde são temas de conversa nesta sexta-feira

Tendo atuado por mais de 20 anos como professor, um espaço da mostra é aberto a alunos de Leão. Obras de Andréia Santos, Bruno Oliveira, Lilian Gassen, Tony Camargo, Lívia Piantavini, Willian Santos e William Machado ecoam vários momentos do período de docência. 

GOOGLE ARTS & CULTURE – Além de O que é Original? e Declaração de Princípios, outras dez exposições estão disponíveis na plataforma: Luz ≅ Matéria; Ásia: a Terra, os Homens, os Deuses; Nos Pormenores um Universo – Centenário de Vilanova Artigas; Irmãos Campana; Não Está Claro até que a Noite Caia, da artista Juliana Stein; Circonjecturas, do artista Rafael Silveira; O Último Império, de Serguei Maksimishin; Man Ray em Paris; Antanas Sutkus: Um Olhar Livre e União Soviética Através das Câmeras.

Lançado em 2011, o Google Arts & Culture tem parcerias com mais de 2 mil museus e instituições culturais em todo o mundo. O MON está entre os mais de 60 museus brasileiros desde fevereiro de 2018.

SOBRE O MON – O Museu Oscar Niemeyer abriga referenciais importantes da produção artística nacional e internacional nas áreas de artes visuais, arquitetura e design, além da mais significativa coleção asiática da América Latina.

Leia Também:  Visitas virtuais são ampliadas no sistema prisional do Paraná

O acervo conta com aproximadamente 7 mil peças num espaço superior a 35 mil metros quadrados de área construída, sendo 17 mil deles de área para exposições, o que torna o MON o maior museu de arte da América Latina.

DECRETO – O MON está temporariamente fechado para o público, atendendo ao decreto estadual nº 4.230, que determina o fechamento dos espaços culturais do Governo do Paraná – museus, bibliotecas e teatros – e suspende os eventos artísticos e culturais a partir do dia 17 de março de 2020.

Serviço
http://www.museuoscarniemeyer.org.br
Museu Oscar Niemeyer na plataforma Google Arts & Culture
Disponível em http://bit.ly/MONGoogleArtsAndCulture

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Estado repassa R$ 1,5 milhão a municípios para combate à dengue

Publicados

em

Por


.

Mesmo com o foco voltado para o combate ao coronavírus, o Governo do Paraná não se descuida da epidemia de dengue que assola o Estado há quase um ano. A Secretaria de Estado da Saúde confirmou o repasse de R$ 1,5 milhão para 62 municípios que estão com taxa de incidência da doença igual ou superior a 100 casos por 100 mil habitantes. Ou seja, cidades em situação de alerta ou em epidemia.

O aporte financeiro consta na resolução 768/2020, publicada no Diário Oficial do Estado na quarta-feira (03). “Costumo dizer que esse é o governo dos grandes desafios: dengue, coronavírus com impacto direto na economia e agora a crise hídrica. Temos nos dedicado ao enfrentamento à Covid-19, mas jamais podemos esquecer da dengue e de sempre lembrar as formas de prevenir a doença”, afirmou o governador Carlos Massa Ratinho Junior.

Secretário de Estado da Saúde, Beto Preto explicou que o aporte deverá ser usado em atividades exclusivas à assistência do paciente com dengue. Ou, ainda, em benefício dos agentes de endemias ou comunitários de saúde que realizem atividades relacionadas ao agravo da doença, como compra de equipamentos de proteção individual (EPI), transporte, hospedagem e alimentação, entre outras ações.

“Nossa tendência é de queda no número de casos, mas não baixamos a guarda ainda, temos que avançar no que se refere à prevenção da dengue já pensando no próximo ano”, ressaltou o secretário. “Embora o número de registros positivos para a dengue seja alto, olhamos agora para os novos notificados e quantidade de situações em investigações para parâmetro do cenário”, acrescentou.

Leia Também:  Visitas virtuais são ampliadas no sistema prisional do Paraná

CASOS – De acordo com o mais recente informe da dengue divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde na terça-feira (02), o Paraná tinha confirmado 199 mil casos da doença até 30 de maio. O número é referente ao período epidemiológico iniciado em 28 de julho de 2019.

A dengue alcançou 343 municípios do Paraná, sendo que 237 estão em situação de epidemia. Cerca de 60 mil casos ainda estão em investigação.

MUNICÍPIOS – Confira os municípios que serão beneficiados com recursos para o combate à dengue: Paranaguá, Foz do Jordão, Palmital, São João, Ampére, Barracão, Cruzeiro do Iguaçu, Marmeleiro, Nova Prata do Iguaçu, Pérola D’Oeste, Planalto, Pranchita, Santo Antônio Sudoeste, São Jorge D’Oeste, Matelândia, Ramilândia, Boa Vista da Aparecida, Catanduvas, Céu Azul, Espigão Alto do Iguaçu, Guaraniaçu, Ibema, Santa Lúcia, Vera Cruz do Oeste, Altamira do Paraná, Campina da Lagoa, Farol, Francisco Alves, Iporã, Mariluz, Tapira, Apucarana, Arapongas, Bom Sucesso, Borrazópolis, Califórnia, Jandaia do Sul, Kaloré, Marilândia do Sul, Mauá da Serra, Novo Itacolomi, Assaí, Jaguapitã, Sertanópolis, Tamarana, Congoinhas, Ribeirão do Pinhal, Santo Antônio do Paraíso, Cambará, Conselheiro Mairinck, Ibaiti, Jundiaí do Sul, Pinhalão, Ribeirão Claro, Salto do Itararé, Tomazina, Entre Rios do Oeste, Ortigueira, Ariranha do Ivaí, Cândido de Abreu, Cruzmaltina e Rosário do Ivaí.

Leia Também:  Hospital Regional de Telêmaco Borba recebe primeiro paciente

BOX

Você pode ajudar a evitar proliferação do mosquito da dengue

As principais medidas de prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença são:

Manter bem tampado tonéis, caixas e barris de água;

Lavar semanalmente com água e sabão tanques utilizados para armazenar água;

Manter caixas d’água bem fechadas;

Remover galhos e folhas de calhas;

Não deixar água acumulada sobre a laje;

Encher pratinhos de vasos com areia ate a borda ou lavá-los uma vez por semana;

Trocar água dos vasos e plantas aquáticas uma vez por semana;

Colocar lixos em sacos plásticos em lixeiras fechadas;

Fechar bem os sacos de lixo e não deixar ao alcance de animais;

Manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo;

Acondicionar pneus em locais cobertos;

Fazer sempre manutenção de piscinas;

Tampar ralos;

Colocar areia nos cacos de vidro de muros ou cimento;

Não deixar água acumulada em folhas secas e tampinhas de garrafas;

Vasos sanitários externos devem ser tampados e verificados semanalmente;

Limpar sempre a bandeja do ar condicionado;

Lonas para cobrir materiais de construção devem estar sempre bem esticadas para não acumular água;

Catar sacos plásticos e lixo do quintal.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo