Política Nacional

Mecias de Jesus: Roraima não pode ficar sem o Fundeb

Publicados

em


.

Em pronunciamento nesta quarta-feira (12), o senador Mecias de Jesus (Republicanos-RR) declarou que o estado de Roraima não pode ser excluído dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Segundo ele, é o que pode acontecer caso não haja alteração no texto na PEC 26/2020, proposta de emenda à Constituição que torna o Fundeb permanente. Mecias informou que, para impedir que isso ocorra, ele apresentará uma emenda ao texto.

A PEC 26/2020 deverá ser votada pelo Senado na próxima semana.

— Roraima, além de apresentar o menor PIB [Produto Interno Bruto] do país, possui indicadores de qualidade de vida, desempenho escolar e PIB per capita abaixo da média nacional — disse Mecias, acrescentando que “o estado está localizado no extremo da Região Norte, a menos desenvolvida do Brasil”.

Indígenas

O senador também afirmou que Roraima possui 587 comunidades indígenas, o que seria a segunda maior quantidade do país. Segundo ele, há cerca 23 mil alunos indígenas, de várias etnias, no estado, que são atendidos por cerca de dois mil professores em 399 escolas.

Leia Também:  "Não foi por invalidez", diz Celso de Mello sobre aposentadoria

— Esses alunos indígenas correspondem a 16% da rede escolar de Roraima — ressaltou o parlamentar.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Nacional

Bolsonaro deixa hospital e segue para Brasília depois de operação

Publicados

em

Por


source
Bolsonaro
Reprodução Instagram/Michelle Bolsonaro

Bolsonaro teve alta neste sábado (26)

O presidente Jair Bolsonaro saiu do Hospital Israelita Albert Einstein por volta das 13h30 deste sábado (26). A alta foi dada após a realização de  cirurgia para retirada de cálculo na bexiga, que ocorreu na sexta (25).


Na manhã deste sábado (26), o presidente já estava bem e a  sonda colocada na operação já havia sido retirada.

A alta foi confirmada pela assessoria do presidente. Bolsonaro já está a caminho de Brasília, indo para o aeroporto de Congonhas, em São Paulo. 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  "Não foi por invalidez", diz Celso de Mello sobre aposentadoria
Continue lendo