Cidades

Janiópolis tem primeira morte por Covid-19; 20ª na Comcam

Publicados

em

Uma moradora idosa de Janiópolis (a idade não foi divulgada), foi a 20ª vítima fatal do novo coronavírus (Covid-9) na Comcam. Foi a primeira morte pela doença no município. Ela faleceu já alguns dias, com suspeita da doença, mas o exame com a confirmação saiu somente nessa quarta-feira (1), conforme informou a secretária de Saúde de Janiópolis, Mônica Sousa.
O município tem 24 casos confirmados da doença, 12 casos suspeitos, 80 notificações, e 16 casos descartados. A boa notícia é que 23 moradores que estavam infectados já estão curados do vírus.
“O resultado chegou somente hoje [ontem]. Ninguém escondeu. A partir do momento que o resultado chega colocamos no boletim. Os familiares já estavam sabendo sobre o resultado positivo para Covid. Só não foi informado no boletim do município antes porque não tínhamos confirmação”, esclareceu a secretária de saúde.
É que após a informação ter sido publicada primeiro no boletim do Estado, o caso virou polêmica na cidade. Alguns moradores cogitaram que o município estaria “omitindo” informações. “Mas não foi o que aconteceu”, garantiu Mônica. Ela informou que a cidade tem outra morte suspeita.
Nessa quarta-feira, a região chegou a um total de 757 casos confirmados de coronavírus desde o início da pandemia, em março. Apenas as cidades de Fênix e Nova Cantu ainda continuam sem casos. Mortes já foram registradas nas cidades de Araruna (3); Campina da Lagoa (1);
Campo Mourão (5); Goioerê (2); Iretama (1); Janiópolis (1); Luiziana (1); Mamborê (1); Moreira Sales (1); Peabiru (2); e Terra Boa (2).
O Paraná soma 22.623 casos e 636 mortos em decorrência da doença. 756 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados, 595 estão em leitos SUS (210 em UTI e 385 em leitos de enfermaria) e 161 em leitos da rede particular (61 em UTI e 100 em leitos de enfermaria).
Há outros 852 pacientes internados, 439 em leitos UTI e 413 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo vírus Sars-CoV-2.

Leia Também:  Moradores saquearam parte da carga de maconha de carro acidentado em Moreira Sales

Fonte: Tribuna do Interior

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

Rotam encontra máquina de contar dinheiro e arsenal de munições após denúncia em Campo Mourão

Publicados

em

Por

Uma equipe Rotam (Polícia Militar), apreendeu um arsenal de munições de diversos calibres, bloqueador de sinal de GPS e telefones, drogas e até uma máquina de contar dinheiro em uma edícula, no jardim Sol Nascente, após uma denúncia anônima. A ação aconteceu no fim de semana. O proprietário do local acabou preso.
De acordo com o Setor de Comunicação do 11º BPM, a polícia recebeu uma denuncia de som alto com aglomeração de pessoas no local em um imóvel na rua Augusto Paulovisck, no jardim Sol Nascente. Ao chegar ao local, um homem se identificou como responsável pelo imóvel, permitindo a entrada dos policiais no interior do imóvel.
Como havia muitas pessoas, incluindo diversos homens conhecidos pela polícia por terem passagem criminal além da denúncia de possível arma no local, foi dada voz de abordagem a todos, sendo feita busca pessoal e domiciliar no intuito de localizar drogas e armas. Nas
buscas a polícia encontrou um invólucro de maconha pesando aproximadamente 60 gramas.
Na sequência foram encontradas caixas com munições, totalizando 144, sendo 97.40, marca CBC, 13 munições marca WIN, e 34 munições .380. Durante a abordagem o proprietário da casa por  diversas vezes tumultuou a ocorrência, desobedecendo as ordens policiais, sendo o mesmo advertido que se não acatasse a ordem policial seria encaminhado por desobediência.
Durante as buscas foram localizados ainda na edícula rádios capazes de operar na frequência da polícia, máquina de contar dinheiro, um carregador de pistola Glock, carregado com 13 munições intactas e uma máquina bloqueadora de sinais de telefone,rastreadores, geralmente utilizados por criminosos para roubos.
O responsável pelo local assumiu ser responsável pelos objetos. Ele relatou que trabalha com cigarros contrabandeados do Paraguai e por isso tinha os objetos. Diante da situação foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil para as providências cabíveis.

Leia Também:  Moradores saquearam parte da carga de maconha de carro acidentado em Moreira Sales

Fonte: Tribuna do Interior

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo