Agro Notícia

IPPA/CEPEA: Hortifrútis, grãos e pecuária elevam IPPA/Cepea de setembro

Publicados

em


Cepea, 16/10/2020 – Em setembro, o IPPA/CEPEA (Índice de Preços ao Produtor de Grupos de Produtos Agropecuários) manteve o movimento de alta, com avanço de 8,3%, em termos nominais, frente a agosto. Esse resultado reflete as variações positivas observadas em todos os grupos de produtos, com destaque para o IPPA-Hortifrutícolas, que subiu 12,6%; seguido pelo IPPA-Grãos, com elevação de 10,3%; do IPPA-Pecuária, com aumento de 8,1%; e, de forma mais sutil, do IPPA-Cana e Café, com avanço de 0,2%.
Entre os hortifrutícolas, foram registradas altas importantes para a banana e o tomate, mas os preços da laranja e da uva também subiram. Para os grãos, o principal impulso ao índice veio da alta da soja, dado o alto peso desse produto na composição do grupo, e a maior variação nominal absoluta foi observada para o arroz – os preços do milho e do algodão também subiram no mês. No caso da pecuária, os destaques foram as altas nos preços do boi gordo, do leite, dos suínos e dos frangos. Já o índice composto por cana-de-açúcar e café registou leve variação positiva, o qual se atribui ao avanço do preço da cana-de-açúcar, em contraste ao recuo observado no preço do café. Na mesma comparação, o IPA-OG-DI Produtos industriais, calculado e divulgado pela FGV, teve alta de 2,8% – logo, de agosto para setembro, os preços agropecuários subiram frente aos industriais da economia. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Leia Também:  IPPA/CEPEA: Demanda aquecida mantém preços agropecuários em alta e IPPA/CEPEA avança 5% no 3º tri
Fonte: CEPEA

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agro Notícia

CITROS/CEPEA: Outubro se encerra com demanda aquecida e cotações em alta

Publicados

em

Por


Cepea, 30/10/2020 – Neste encerramento de mês, o mercado de mesa permaneceu com demanda aquecida por laranja, cenário que sustentou a alta nos preços. De acordo com informações da equipe Hortifruti/Cepea, na parcial desta semana (de segunda a quinta-feira), a laranja pera registra média de R$ 41,91/caixa de 40,8 kg, na árvore, elevação de 3,4% em relação à anterior. Quanto à tangor murcote, produtores consultados pelo Cepea informam que a colheita já está em fase de finalização, devendo se encerrar em meados de novembro. Os poucos volumes restantes apresentam qualidade inferior à demandada pelo mercado de mesa. Na parcial da semana, a variedade registra média de R$ 72,18/cx de 40,8 kg, na árvore, praticamente estável em relação à do período anterior. LIMA ÁCIDA TAHITI – Os preços têm se enfraquecido, influenciados pelo aumento da oferta de frutos de menor calibre. Além disso, com a retração nos embarques internacionais, uma maior proporção de frutas está sendo direcionada ao mercado doméstico. Na parcial da semana, a variedade se desvalorizou 26,4%, com média de R$ 38,79/cx de 27 kg, colhida. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Leia Também:  CAFÉ/CEPEA: Clima favorece abertura de novas floradas de café arábica
Fonte: CEPEA

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo