Estadual

Ipiranga agora conta com controle eficiente do consumo de energia

Publicados

em


.

Primeira cidade Brasileira a contar com rede de distribuição de energia 100% inteligente – Smart Grid – Ipiranga, nos Campos Gerais, agora tem também uma funcionalidade exclusiva no aplicativo Copel mobile: Medições Inteligentes. Ela permite um controle em tempo real do consumo, incentivando o uso consciente e eficiente da energia.

“Além de contar com essa tecnologia avançada, agora os moradores de Ipiranga podem economizar de forma sustentável controlando o consumo de energia de forma eficiente”, explica o diretor-presidente da Copel Distribuição, Maximiliano Orfali.

A novidade foi desenvolvida pela área de Projetos Especiais da Copel Distribuição, com o apoio das áreas de Procedimentos Comerciais, de Atendimento Telefônico e Virtual e de Tecnologia da Informação.

Para ter acesso a essa funcionalidade, é preciso baixar a nova versão do aplicativo, disponível nas lojas do IOS e Android, ou atualizar a versão anterior.

Feito isso, o consumidor tem acesso ao histórico de consumo faturado dos últimos 6 meses, o consumo do mês atual, a média de consumo dos últimos 6 meses e o consumo diário.

Leia Também:  Escolas do norte do Estado recebem climatizadores

O Medições Inteligentes também mostra, em forma gráfica, o consumo ao longo dia e consumo total do dia. Com ele ainda é possível obter uma estimativa de consumo no mês com base dos registros anteriores.

SMART GRIDS – As redes inteligentes de energia – Smart Grids – contam com medidores que automatizam a medição do consumo, sistemas de reconfiguração de rede (self healing) e reguladores de tensão automáticos – tudo interligado por sistemas de informação e telecomunicações.

Em Ipiranga, essa tecnologia avançada está funcionando desde 2018, com excelentes resultados. O acesso automatizado a informações de falta de energia permite agir de forma rápida e certeira para o restabelecimento, por exemplo.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Paraná chega a 96.697 casos e 2.488 mortes pelo coronavírus

Publicados

em

Por


.

A Secretaria de Estado da Saúde informa que o Paraná tem 96.697 casos confirmados de Covid-19 e 2.488 mortes em consequência da infecção até esta quarta-feira (12). Foram confirmados mais 1.818 diagnósticos positivos e 71 óbitos pelo novo coronavírus. Há ajustes nos casos confirmados detalhados ao final do texto.

INTERNADOS – 1.087 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. Destes, 841 ocupam leitos SUS (404 em UTI e 437 em leitos clínicos/enfermaria) e 246 leitos da rede particular (103 em UTI e 143 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 1.071 pacientes internados, 492 em leitos UTI e 579 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo vírus Sars-CoV-2.

ÓBITOS – A secretaria estadual informa a morte de 71 pacientes. Todos estavam internados. São 31 mulheres e 40 homens com idades que variam de 30 a 102 anos. Um óbito ocorreu em 24 de junho, dois em julho e os demais no mês de agosto.

Os pacientes residiam em: Curitiba (16), Londrina (5), Cascavel (4), Telêmaco Borba (4), Maringá (3), Piraquara (3), Araruna (2), Araucária (2), Campo Mourão (2), Colombo (2), Rolândia (2) e São José dos Pinhais (2). Uma morte foi registrada em cada um dos seguintes municípios: Almirante Tamandaré, Alto Piquiri, Apucarana, Arapongas, Cambé, Campina Grande do Sul, Campo Bonito, Carlópolis, Corbélia, Dois Vizinhos, Florestópolis, Guaraci, Ivaiporã, Jaguapitã, Jataizinho, Paranaguá, Paranavaí, Perobal, Ponta Grossa, Quinta do Sol, Ribeirão do Pinhal, Santa Tereza do Oeste, Santa Terezinha de Itaipu, Sarandi.

Leia Também:  Vendas no comércio paranaense crescem em junho

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da secretaria estadual registra 1.088 casos de pessoas que não moram no Estado. Destas, 28 morreram.

Os casos de fora do Paraná estavam somados aos números informados anteriormente. Seguem as retificações dos dados.

Dia 8 de agosto: 2.228 novos casos, sendo 2.210 de residentes no Paraná e 18 de não residentes no Estado. O número de óbitos nesta data foi 49. Os totais ficaram: 90.123 casos confirmados (após o ajuste de transferência de 2 casos para fora do Estado) e 2.292 óbitos (depois da exclusão de um registro duplicado).

Dia 9 de agosto: 1.739 casos, sendo 1.719 de residentes no Paraná e 20 de não residentes no Estado. O número de óbitos nesta data foi 26. Os totais ficaram: 91.842 casos confirmados e 2.318 óbitos.

Dia 10 de agosto: 1.507 casos, sendo 1.483 de residentes no Paraná e 24 de residentes fora do Estado. O número de óbitos nesta data foi de 52. Os totais ficaram: 93.325 casos confirmados e 2.370 óbitos.

Dia 11 de agosto: 1.570 casos, sendo 1.556 de residentes no Paraná e 14 de residentes fora do Estado. O número de óbitos nesta data foi de 47 (após transferência de uma morte confirmada no dia 28 de junho em Pinhais para Balneário Camboriú (SC). Os totais ficaram: 94.882 casos confirmados (depois da inclusão de um caso confirmado fora do Paraná e transferido para Palmeira) e 2.417 óbitos.

Alteração de município:

Um caso confirmado em 28/07 em Balsa Nova foi transferido para Campo Largo.

Leia Também:  Atividades com cargas perigosas devem ser apresentadas ao IAT

Um caso confirmado em 03/07 em Balsa Nova foi transferido para Campo Largo.

Um caso confirmado em 23/07 em Balsa Nova foi transferido para Curitiba.

Um caso confirmado em 16/07 em Balsa Nova foi transferido para Campo Largo.

Um caso confirmado em 30/07 em Balsa Nova foi transferido para Campo Largo.

Um caso confirmado em 30/07 em Balsa Nova foi transferido para Curitiba.

Um caso confirmado em 22/06 em Contenda foi transferido para Araucária.

Um caso confirmado em 29/06 em Contenda foi transferido para Curitiba.

Um caso confirmado em 04/07 em Bocaiúva do Sul foi transferido para Pinhais.

Um caso confirmado em 05/07 em Quitandinha foi transferido para Curitiba.

Um caso confirmado em 29/06 em Rio Branco do Sul foi transferido para Itaperuçu.

Um caso confirmado em 03/07 em Quatro Barras foi transferido para Curitiba.

Dois casos confirmados em 01/07 em Quatro Barras foram transferidos para Piraquara.

Um caso confirmado em 05/07 em Quatro Barras foi transferido para Piraquara.

Um caso confirmado em 01/08 em Piên foi transferido para Curitiba.

Um caso confirmado em 21/07 em Pinhais foi transferido para Piraquara.

Um caso confirmado em 03/08 em Santa Cecília do Pavão foi transferido para Ibiporã.

Exclusões:

Três casos confirmados em 10/08 em Curitiba foram excluídos por duplicidade de notificação.

Confira o informe completo.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo