Estadual

Hospital Regional de Telêmaco Borba recebe primeiro paciente

Publicados

em


.

O primeiro paciente atendido pelo Hospital Regional de Telêmaco Borba é um homem de 72 anos, residente de Ortigueira, que teve o diagnóstico confirmado de Covid-19 no início da semana. Desde o dia 1º o paciente estava internado e precisou de cuidados intensivos nesta quinta-feira (4), quando foi transferido para uma UTI no Hospital.

“Se esse hospital não estivesse em funcionamento, o paciente teria que ser deslocado pelo menos 120 quilômetros até uma unidade SUS com UTI para o suporte que ele precisa. Agir rápido e com precisão é o necessário em momentos críticos de saúde”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Ele explicou que embora a estrutura já estivesse construída e com equipamentos tudo precisou de revisão e ou manutenção para verificar as condições que estavam pelo tempo que ficou sem funcionar. “Sabemos que esta unidade contou com a colaboração de muitos governos anteriores para a sua construção e compra de equipamentos, mas ainda não estava funcionando. Precisamos correr contra o tempo nos últimos meses para revisar tudo o que já existia e estava parado mesmo sem uso para ter certeza de que funcionava e ter a garantia de que os pacientes serão bem atendidos”.

Leia Também:  Pesca está liberada nas bacias do Paraná

Foram trocados, por exemplo, toda a tubulação de gases e rede elétrica do prédio. O sistema hidráulico foi totalmente revisado e o sistema de aquecimento de água foi modernizado.

O hospital de Telêmaco Borba tem 40 leitos em funcionamento, sendo 10 leitos de UTI e 30 leitos de enfermaria. O local está em funcionamento desde o dia 1º de junho sob a gestão da Santa Casa de Misericórdia de Ponta Grossa, funciona 24 horas e conta com 90 pessoas trabalhando, entre profissionais de saúde, limpeza, segurança, jardinagem, manutenção, administração.

A unidade hospitalar oferece suporte para população de sete municípios: Telêmaco Borba, Curiúva, Imbaú, Ortigueira, Reserva, Tibagi e Ventania.

LEGADO – Com a pandemia pelo novo coronavírus, a estratégia do Governo do Estado foi investir em estruturas permanentes para ampliar os leitos e deixar a rede de saúde mais robusta. “Pensamos junto com o governador Ratinho Júnior em reforçar os nossos leitos de maneira não temporária. Já tínhamos unidades hospitalares em andamento e após estudos replanejamos e aceleramos as obras”, disse Beto Preto.  

Leia Também:  Sanepar vai investir R$ 145 milhões em Guarapuava

O hospital em Telêmaco Borba é uma das três unidades que o Governo do Estado acelerou a finalização das obras para colocar em funcionamento a estrutura para assistência a pacientes Covid-19. Os outros dois são em Ivaiporã e Guarapuava.

PARCERIA – A indústria Klabin investiu aproximadamente R$ 1,5 milhão em equipamentos, adequação e manutenção de estruturas de segurança e obras no Hospital, o que possibilitou otimizar a liberação da estrutura para atendimento à pacientes Covid-19.

FUNCIONAMENTO – O Hospital recebe pacientes encaminhados de outras unidades de saúde, por isso as pessoas que precisarem de atendimento na região não devem ir até o Hospital. O tipo de fluxo organizado para a unidade de Telêmaco Borba funciona integrado à Central de Regulação de Leitos do Estado que direciona os pacientes já atendidos para o local mais próximo de sua residência.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Paraná tem mais 2.380 infectados e 34 mortes pela Covid-19

Publicados

em

Por


.

A Secretaria de Estado da Saúde registrou neste sábado (4) 2.380 novas confirmações e 34 mortes pela infecção causada pelo novo coronavírus. O Paraná soma agora 30.241 casos e 749  mortos em decorrência da doença. Há ajustes nos casos confirmados detalhados ao final do texto.  

INTERNADOS – Atualmente, 746 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. Do total, 585 pacientes ocupam leitos SUS (216 em UTI e 369 em leitos clínicos/enfermaria) e 161 estão em leitos da rede particular (61 em UTI e 100 em leitos clínicos/enfermaria).

ÓBITOS – O boletim divulgado pela secretaria estadual informa a morte de mais 34 pacientes. São 14 mulheres e 20 homens, com idades que variam de 21 a 87 anos. Todos estavam internados e os óbitos ocorreram entre os dias 03 de junho a 04 de julho.

Os pacientes que faleceram residiam em: Curitiba (4), Londrina (4), São José dos Pinhais (4), Campo Largo (2), Cascavel (2), Fazenda Rio Grande (2). E um óbito em cada um dos seguintes municípios: Apucarana, Araucária, Assaí, Balsa Nova, Bandeirantes, Cambara, Cambé, Carambeí, Cerro Azul, Colombo, Francisco Alves, Matinhos, Paranaguá, Piraquara, Ponta Grossa e Santo Antônio da Platina.

Leia Também:  Pesca está liberada nas bacias do Paraná

MUNICÍPIOS – Quatro municípios confirmaram casos pela primeira vez: Barra do Jacaré (19° RS), Nova Cantu (11° RS), Nova Santa Rosa (20° RS) e Novo Itacolomi (16° RS), totalizando agora 367 cidades paranaenses com ao menos um caso confirmado pela Covid-19.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento realizado pelos órgãos de saúde registra 329 casos de infecção em residentes de fora do Paraná. Quatorze pessoas morreram.

AJUSTES:

Alteração de município:

Um caso confirmado em 19/06 em Londrina foi transferido para Cambé.

Um caso confirmado em 29/06 em Cidade Gaúcha foi transferido para Curitiba.

Quatro casos confirmados em 25/6 em Cascavel foram para: São Paulo, Porto Alegre, Cafelândia e Quedas do Iguaçu.

Quatro casos confirmados em 27/6 em Cascavel foram para: São Miguel do Iguaçu, Santa Tereza do Oeste, Toledo e Assis Chateaubriand.

Dois casos confirmados em 29/6 em Cascavel foram para: Vera Cruz do Oeste e Santa Helena.

Três casos confirmados em 30/6 em Cascavel foram para: Foz do Iguaçu, Quedas do Iguaçu e Toledo.

Leia Também:  Paraná tem mais 2.380 infectados e 34 mortes pela Covid-19

Dois casos confirmados em 02/7 em Cascavel foram para: Corbélia e Santa Tereza do Oeste.

Um caso confirmado em 02/7 em Irati foi transferido para Itaperuçu.

Um caso confirmado em 16/06 em Curitiba foi transferido para Fazenda Rio Grande.

Exclusão por duplicidade

Um caso confirmado em 23/6, em Enéas Marques, foi excluído por duplicidade de notificação.

Confira o informe completo clicando aqui.  

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo