Cidades

Governo entrega 10 leitos de UTI para a Santa Casa de Goioerê

Publicados

em

Um antigo problema estrutural da saúde pública de Goioerê, na Região Centro-Oeste, foi resolvido nesta quinta-feira (25) com a entrega, pelo Governo do Estado, de 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O conjunto de leitos vai funcionar dentro da Santa Casa de Misericórdia do município e, neste primeiro momento, será destinado exclusivamente para atender pacientes infectados pelo coronavírus. A entrega foi feita pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior.
O investimento em equipamentos foi de R$ 1,6 milhão. Além disso, a Secretaria de Estado da Saúde vai repassar aproximadamente R$ 500 mil por mês como ajuda de custeio para manutenção dos leitos.
“É um momento duro, de pandemia, em que precisamos acelerar ainda mais o processo de descentralização da saúde no Paraná, fazer com que o atendimento fique próximo das pessoas”, afirmou o governador. “Com essa UTI, a Santa Casa de Goioerê se transforma em um importante hospital regional, em condições de colaborar com as cidades vizinhas”, disse ele.
Ratinho Junior acrescentou que, passado a Covid-19, os leitos serão readequados, servindo para atendimento de traumas e doenças. “É uma pequena contribuição para a saúde de Goioerê e de toda a região”, disse.
Secretário de Estado da Saúde, Beto Preto explicou que, por causa da inexistência de leitos especializados, os moradores de Goioerê precisavam ser deslocados para receber atendimento em outras cidades-polo, sobrecarregando o sistema, especialmente em Campo Mourão.
“Nunca vimos ou vivemos algo parecido com essa pandemia, por isso o momento é de unir esforços pela saúde. Essa UTI vai certamente ajudar Goioerê, mas também irá contribuir com cidades da Região Oeste e Noroeste”, ressaltou o secretário.
Agora, já contando com Goioerê, em todo o Paraná, existem, já ativados, 784 leitos de UTI e 1.265 leitos de enfermaria para adultos; e 37 leitos de UTI e 70 de enfermaria pediátricas, exclusivos para pacientes com a Covid-19.
Segundo Beto Preto, a Santa Casa deslocou outros 20 leitos de enfermaria para atendimento exclusivo do Covid-19, sendo 16 para adultos e 4 pediátricos. O custo mensal de cada quarto é estimado em R$ 186 mil.
“Com isso Goioerê passa a ser uma grande referência em termos de saúde pública, podendo atender toda a microrregião”, afirma o provedor da Santa Casa da cidade, Gerson de Brito.
O prefeito de Goioerê, Pedro Coelho, destacou a união de forças entre as cidades da região para combater o coronavírus. “Um trabalho em conjunto que busca garantir atendimento de qualidade à população”, disse. “A Santa Casa, um hospital que acolhe o povo, sai fortalecida para enfrentar o coronavírus. Mas não é só isso: a estrutura fica para atender a população que mais precisa depois que a pandemia passar”, acrescentou a prefeita Suely Alves Pereira, de Rancho Alegre do Oeste.
O governador Ratinho Junior voltou a pedir a colaboração da população para diminuir a circulação do vírus. De acordo com ele, além do isolamento social, as pessoas precisam seguir as recomendações de higienização, como lavar as mãos e aplicar álcool gel, além de usar máscaras e luvas para proteção. “Não temos ainda vacina e também não remédio comprovadamente eficaz. Então precisamos fazer nossa parte e nos cuidar o máximo possível”, afirmou.

Leia Também:  Roncador chega a 32 Casos Confirmados de Covid-19

Fonte: Cidade Portal

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

Após desentendimento homem é esfaqueado pela esposa em Campina da Lagoa

Publicados

em

Por

Por volta das 20 Horas da última terça-feira (04), a Polícia Militar foi acionada a comparecer ao Hospital Municipal de Campina da Lagoa, onde um jovem de 18 anos havia dado entrada com um ferimento ocasionado por arma branca, na região do abdômen.
Devido à gravidade do ferimento o rapaz foi transferido para Campo Mourão.
No local os policiais levantaram a informação de que a própria esposa o teria esfaqueado. Com base nas informações, os policiais foram até a residência do casal onde em contato com esposa da vítima a qual informou que estava na casa da sogra e, após ter sido agredida e jogada no chão pelo marido, teria pego uma faca de cozinha (serra) e desferido um golpe contra o mesmo.
Segundo a mulher, a discussão se iniciou após uma suposta traição do marido. Depois do acontecimento a ambulância foi chamada ao local para prestar socorro.
Diante da situação, a mulher foi encaminhada até a delegacia de Campina da Lagoa para que fossem tomadas as devidas providências.
Fonte: MAISFM 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Iretama Possui 48 Casos Confirmados de Covid-19
Continue lendo